Seguidores

COM JESUS É POSSÍVEL SER FELIZ E VENCER TODO DIA

Quantas vezes nos sentimos sem rumo e pensamos não ter com quem contar. Jesus é o nosso melhor amigo.
Quando conhecemos a Jesus e a Ele nos entregamos descobrimos uma vida completamente nova que está
disponível a todas as pessoas.
Este espaço é um convite para conhecer e praticar o que a Palavra de Deus nos ensina durante todos os dias da nossa vida.


ESCREVAM !!!!!!!!!!!!!!!!!

Estou abrindo espaço para você que deseja orientação através do e-mail: conhecerdeusnapratica@outlook.com;

que será respondido na publicação no blog zelando a identidade da pessoa que será chamada de amiga.

Com isso as pessoas poderão ter minha orientação e de todos que acompanham o blog, recebendo desta forma maior apoio para resolução de seus problemas.

ESCREVAM !!!!!!!!!!!!!!!!!

segunda-feira, 4 de julho de 2016

DESFAÇA ESTE MITO: MANTEIGA E SUA SAÚDE




Novo estudo sugere que
 a manteiga 
não é tão demoníaca 
para a saúde


© Fornecido por Gizmodo



Uma análise feita por pesquisadores da Universidade Tufts, nos EUA, não conseguiu encontrar ligações entre o consumo de manteiga e doenças cardiovasculares. 

E aleluia para isso - a histeria contra a manteiga pode finalmente acabar.


Há anos nos dizem para reduzir a quantidade de manteiga na nossa dieta. 
As orientações de saúde, muitas que vêm dos anos 1970, nos alertam dos perigos de comer comida rica em gorduras saturadas, dizendo - e frequentemente sem mérito - que elas contribuem para problemas cardíacos e outras questões de saúde. 
Cada vez mais, no entanto, cientistas estão aprendendo que gorduras saturadas não são os demônios que pintam por aí.
Um novo estudo publicado no PLOS ONE agora reforça essa mudança de opinião, mostrando que não há ligação entre a manteiga e doenças crônicas. 
Essa análise gigantesca - um meta-estudo que incluiu 636.151 pessoas de 15 países, e acompanhou 6,5 milhões de pessoas-anos - não mostrou associação entre o consumo de manteiga e doenças cardiovasculares.
O que os pesquisadores encontraram, na verdade, foi que a manteiga pode estar ligada à diminuição - sim, diminuição - nas chances de uma pessoa desenvolver diabetes. 
Cada colher de sopa diária de manteiga estava envolvida em uma diminuição de 4% do risco de diabetes.
No entanto, os pesquisadores acharam ligações entre a manteiga e a mortalidade geral. 
Para cada colher de sopa de manteiga consumida diariamente, os cientistas observaram um aumento de 1% no risco de mortalidade geral, ou seja, a morte causada por qualquer coisa. 
Eles suspeitam que essa conexão acontece por outros motivos. pessoas que comem manteiga, por exemplo, tendem a ter dietas e estilos de vida geralmente menos saudáveis.

Então isso significa que é só sair passando manteiga à vontade no pão e na pipoca sem se preocupar com nada? 
Não é bem assim. 
O estudo só mostra que a manteiga não é completamente má. 
Não quer dizer que ela deva ser considerada um alimento saudável. Como disseram os pesquisadores, a manteiga é um alimento meio-termo. Como acontece na maior parte das vezes, o problema está na comida em que colocamos a manteiga.

A manteiga é mais saudável que açúcar ou que amidos como pão, esses que vem sendo ligados ao crescimento no risco do desenvolvimento de doenças cardiovasculares e diabetes. 
Por outro lado, a manteiga é pior do que muitas margarinas e óleos de cozinha, como os ricos em gorduras saldáveis, como de soja, canola, linhaça e azeite extra virgem. 
É importante ressaltar também que margarinas feitas com gorduras trans devem ser evitadas ao máximo.

Como o coautor do estudo Dariush Mozaffarian disse: 
"No geral, nossos resultados sugerem que a manteiga não deve nem ser demonizada, nem voltar a ser considerada como um caminho para uma vida saudável."

Mozaffarian e seus colegas dizem que novos estudos são necessários para entender por que a manteiga está ligada à diminuição no risco de diabetes, mas coisas parecidas já foram observadas em estudos sobre gorduras diárias. 
Isso pode significa que outros fatores estão em jogo. 
Como disseram os pesquisadores, "nosso estudo não prova causa-e-efeito."
Imagem: avlxyz/Flickr


FONTE:



Nenhum comentário: