Seguidores

COM JESUS É POSSÍVEL SER FELIZ E VENCER TODO DIA

Quantas vezes nos sentimos sem rumo e pensamos não ter com quem contar. Jesus é o nosso melhor amigo.
Quando conhecemos a Jesus e a Ele nos entregamos descobrimos uma vida completamente nova que está
disponível a todas as pessoas.
Este espaço é um convite para conhecer e praticar o que a Palavra de Deus nos ensina durante todos os dias da nossa vida.


ESCREVAM !!!!!!!!!!!!!!!!!

Estou abrindo espaço para você que deseja orientação através do e-mail: conhecerdeusnapratica@outlook.com;

que será respondido na publicação no blog zelando a identidade da pessoa que será chamada de amiga.

Com isso as pessoas poderão ter minha orientação e de todos que acompanham o blog, recebendo desta forma maior apoio para resolução de seus problemas.

ESCREVAM !!!!!!!!!!!!!!!!!

terça-feira, 12 de abril de 2016

CORPO FECHADO: SERÁ QUE EXISTE MESMO?




Pastor armado 

desafia 'corpo fechado' 

de condomblecista




O pastor é sargento do Exército, e o 
condomblecista, seu subordinado




O soldado do Exército Dhiego Cardoso Fernandes dos Santos vivia dizendo ter “o corpo fechado” por ser adepto do candomblé. 

O terceiro-sargento José Ricardo Mitidieri ficou irritado com essa conversa de alardear vantagem. Ele também é pastor da igreja evangélica Comunidade Cristã Ministério da Salvação. 


No dia 8 de abril de 2010, Mitidieri resolveu questionar a fé de seu subordinado de uma maneira contundente. Apontou uma pistola 9 milímetros para a cabeça dele:  “Você tem mesmo corpo fechado?”.

Cardoso respondeu que sim. Mitidieri fez a pergunta mais duas vezes e obteve a mesma resposta. 

O sargento-pastor pediu então para que o subordinado contasse até três, dando a entender que ia puxar o gatilho. “Um, dois...” 

Antes de o soldado terminar a contagem, Mitidieri baixou a arma e comentou: “Não é para você brincar com coisa séria. Você tem de aceitar Jesus.”

Sargento evangélico
recorrerá em liberdade


Uma semana depois, o sargento pediu desculpas, mas Santos já tinha decidido levar o caso à Justiça. O  MPM (Ministério Público Militar), em defesa do soldado, apresentou à Justiça Militar pedido de condenação de Santos por intimidação e intolerância religiosa. 

No começo de novembro deste ano, o STM (Superior Tribunal Militar) manteve a condenação de primeira instância de prisão de Mitidieri por dois meses. 

Mas nos próximos dois anos, o sargento-pastor não pode ser preso porque ele conseguiu suspender a execução da pena durante esse período. Enquanto isso, ele vai recorrer em liberdade da condenação.


FONTE:


Leia mais em http://www.paulopes.com.br/2011/12/pastor-aponta-arma-para-adepto-de.html#ixzz45cV1rb00
Paulopes informa que reprodução deste texto só poderá ser feita com o CRÉDITO e LINK da origem. 







Nenhum comentário: