Seguidores

COM JESUS É POSSÍVEL SER FELIZ E VENCER TODO DIA

Quantas vezes nos sentimos sem rumo e pensamos não ter com quem contar. Jesus é o nosso melhor amigo.
Quando conhecemos a Jesus e a Ele nos entregamos descobrimos uma vida completamente nova que está
disponível a todas as pessoas.
Este espaço é um convite para conhecer e praticar o que a Palavra de Deus nos ensina durante todos os dias da nossa vida.

quarta-feira, 16 de março de 2016

ENCONTRE SEUS VALORES ESSENCIAIS





O vazio interior




Vivemos numa época em que se dá muita importância a tudo que é aparente, muito mais do que à essência. 

A maioria se preocupa em demonstrar que tem poder material, transforma o corpo para torná-lo mais bonito seguindo a moda, faz sacrifícios para que a forma como se apresenta seja a mais aceitável pelo atual consenso.



Como se ser feliz dependesse de se ser aceito ou elogiado pelos outros. Ou como se o brilho que encanta e conquista fosse aquele que se origina na aparência e nada tivesse com o que acontece na alma, na essência.

Essa concepção de vida só contribui para o aumento do vazio existencial que campeia nas sociedades atuais do mundo inteiro, mas acredito que especialmente na brasileira, onde o culto à forma física cresce exageradamente.

Ao invés de buscar se conhecer, se burilar, se perdoar, se transformando, este ser moderno se desgasta em busca de uma quimera, de uma ilusão. Quer a qualquer custo aparentar algo que não é – com uma perfeição física calçada em padrões de beleza modernos, padrões esses que já têm se transformado tanto durante a história da humanidade.

Por causa dessa forma mentirosa e artificial de vida, tudo que a pessoa faz carece de força, pois não está embasado na coerência e no respeito ao próprio Ser, ao Self.

Estamos nos transformando numa geração de robôs, vazios de alma, perdidos num emaranhado criado por nós mesmos. 

Para esquecer e fugir desta dor atroz que o vazio interior causa, os vícios se iniciam, amortecendo o desconforto, mas aumentando ainda mais o sofrimento. Passado o efeito da droga, seja ela lícita ou ilícita, a tristeza se intensifica e o estado depressivo começa a se instalar.

Só o Ser que somos verdadeiramente e que nos habita todo o tempo, pode nos saciar a fome profunda de aceitação, de carinho, de amor verdadeiro.
Como chegar até Ele? Através da meditação, que necessariamente não significa sentar em posição de lótus num tempo determinado, buscando algo muito difícil de ser conseguido - parar os pensamentos - mas que exige que nos policiemos a cada instante a viver no tempo presente, no agora, local onde o que é verdadeiro nos encontra e nos dá suporte.

O brilho que torna uma pessoa realmente bonita e que atrai outros é o que tem origem na alma de cada um. É uma consequência de se viver expressando a própria individualidade, mais e mais.

Somos importantes, principalmente por sermos únicos. Cópias perdem o seu valor. Importa expressar o que acreditamos, a forma especial como percebemos a existência, pois assim ajudaremos um pouco a Verdade a se instalar no planeta.

Sem verdade não há crescimento, muito menos vida. A mentira nos afasta do nosso Ser e nos deixa solitários, pois essa é a verdadeira solidão - perder-se de si mesmo.

Enganar o outro é entrar num caminho de autodestruição que pode ser muito difícil de ser corrigido.

Como já tivemos muitas vivências no tempo, quando será que nos perdemos de nós mesmos? Quem somos nós, afinal?

Se tudo que falo já é passível de ser compreendido por quem está me lendo, a hora de mudança é agora e não dá mais para continuar no fingimento, usando máscaras para se esconder e enganar os outros.

Somos seres falhos, precisamos de muito esforço para aprender e retomar a caminhada de forma mais pacífica - com paz interior. Mas esta só se conquista quando se tem a aprovação do Self para o que se está fazendo.

Urge começar, pois o tempo está correndo aceleradamente. Os dias são incapazes de nos permitir realizar tudo que é planejado. Mas a prioridade UM de nossas vidas deve ser o autodescobrimento, a aceitação de si mesmo e a individuação cada vez mais refinada.

Aceitemos o outro como é, mas sejamos quem na verdade somos. Só assim nos sentiremos preenchidos do Amor que é a nossa essência e iluminaremos realmente as nossas vidas.

Preenchidos e protegidos por nós mesmos, em qualquer lugar, em qualquer situação, estaremos felizes e tranquilos. Pois nossa verdadeira casa não é a que nos abriga materialmente, mas o que somos internamente. Aí está o nosso santuário, aí vive o nosso Mestre e o nosso melhor amigo, aquele apoio de todos os instantes. E buscar isso, a todo custo, precisa ser a prioridade número um de nossas vidas, para que possamos ter a condição de ser felizes!
 

Nenhum comentário: