Seguidores

COM JESUS É POSSÍVEL SER FELIZ E VENCER TODO DIA

Quantas vezes nos sentimos sem rumo e pensamos não ter com quem contar. Jesus é o nosso melhor amigo.
Quando conhecemos a Jesus e a Ele nos entregamos descobrimos uma vida completamente nova que está
disponível a todas as pessoas.
Este espaço é um convite para conhecer e praticar o que a Palavra de Deus nos ensina durante todos os dias da nossa vida.

quarta-feira, 17 de fevereiro de 2016

MUDANÇAS PESSOAIS





Não é para ser (tão) fácil





Um belo dia resolvi mudar. E fazer tudo o que eu queria fazer. (Sim, esse é um trecho da canção da Rita Lee – “Agora só falta você”).
E aí eu acordei e eu era e tinha tudo aquilo que tinha sonhado. E fim. É mais ou menos isso o que as pessoas esperam da vida. Um dia você toma uma decisão; no outro dia, as coisas batem na sua porta como mágica. Eu mesma passei muitos anos esperando por isso.
Eu queria emagrecer. Então, eu procurava médicos, endocrinologistas, livros sobre dietas milagrosas e assinaturas anuais da Boa Forma. Só que eu continuava gorda. Eu acordava no outro dia, com alguma dor de estômago de algo errado que eu tinha comido e reclamava a sina de não entrar, de novo, na calça jeans. De sentir tudo apertando e a energia indo pelo ralo. Eu sentia, eu queria, mas precisava de um milagre. Esperar um milagre é isso. E todo mundo se aproveita deste nosso lado infantil. Se você jogar “emagrecimento” no Google, vai achar um milhão de resultados de remédios milagrosos, massagens fantásticas, vídeos de pessoas que emagreceram sem esforço e muito, muito rápido. Tudo acompanhado de um banner com um “compre agora” e um desconto incrível.
Pois é, mas não é assim que funciona. O que andei descobrindo, depois de muito sofrimento, é que um corpo bonito e saudável é fruto de uma vida diferente daquela que eu estava vivendo. Não, não é possível comer tudo o que se quer e acordar magra. Sim, existem pessoas assim, mas nunca foi a minha realidade. Tenho uma genética para obesidade e “aceita que dói menos”. Não posso passar a vida invejando gente diferente de mim, não faz sentido. Mas perder peso e manter a saúde é um novo jeito de viver.
Outro dia li uma reportagem de uma moça que emagreceu 35 quilos. Estava magérrima, com um abdômen super definido. No final, o marido largou dela. Não, ela não ficou chata, mas ela e ele queriam estilos de vida diferentes. Não adianta ela insistir para que ele vire marombeiro e nem o contrário. O corpo dela era só resultado de um estilo de vida e não uma mágica. Esperamos mágica com tudo. Que a gente abra o nosso extrato do banco e veja um erro de um milhão de dólares (que eles nunca vão descobrir, claro). Jogamos alucinadamente na loteria. Nos apaixonamos por coisas e pessoas que nada tem a ver com a gente, tentando encaixar a nossa vida na dos outros.
Nunca paramos e pensamos: é isso o que eu quero da vida? Mesmo que você case amanhã com o príncipe inglês que sobrou solteiro, é essa a vida que você vai querer? Andar de evento em evento, em terninhos elegantes e desconfortáveis? Nunca mais sentar de perna cruzada ou beber além da conta? Se você acordar magra o que vai fazer? Comer tudo o que quiser até engordar de novo? É, possivelmente.
Pessoas que ganham na loteria, por exemplo, têm a tendência a gastar tudo. Isso porque não passaram pelo processo de ganhar aquele dinheiro, entender para o que ele serve e como administrá-lo. Parece que vira uma batata quente na mão, cheia de ansiedade. Isso acontece com tudo. Tudo o que queremos de mão beijada tende a não ter valor para gente. Não que as coisas não possam ser fáceis (fácil aqui no sentido de fluir), mas não adiantaria ter coisas ou situações que não teríamos como manter.

Eu emagreci. Mas ainda preciso perder mais peso. Mas hoje eu sei que não vou fazer isso voltando a ser a pessoa que eu era antes. Não posso mais me dar ao luxo de faltar aos treinos ou de comer tudo o que quiser todos os dias. Sim, eu jaco (termo para quem come demais de vez em quando), eu tomo um chopp com os amigos e pasteizinhos do Quintal da Mooca (#ficaadica). Mas o meu dia a dia é outro, completamente diferente. Se você quer um resultado diferente, em qualquer coisa, construa. Pode ser um corpo mais leve, pode ser uma conta mais gorda. Pode ser um negócio, um estilo de vida mais easy, qualquer coisa que você queria. Você não está preso à sua vida, mas precisa movimentar as coisas. Não, não existe almoço grátis. E se for para pagar a conta, que seja uma com a consciência de que vai valer a pena. Escolha seus sonhos e trabalhe por eles. Simples assim!



Autor Andrea Pavlovitsch
 contato@andreapavlovitsch.com

Terapeuta porque adora ajudar as pessoa a se entenderem.
Escritora pelo mesmo motivo. Apaixonada por moda, dança, canto e toda forma de arte.
Adora pão de queijo com café e não pretende mudar o mundo, mas, quem sabe, uma pequena parte da visão que temos dele.

Nenhum comentário: