Seguidores

COM JESUS É POSSÍVEL SER FELIZ E VENCER TODO DIA

Quantas vezes nos sentimos sem rumo e pensamos não ter com quem contar. Jesus é o nosso melhor amigo.
Quando conhecemos a Jesus e a Ele nos entregamos descobrimos uma vida completamente nova que está
disponível a todas as pessoas.
Este espaço é um convite para conhecer e praticar o que a Palavra de Deus nos ensina durante todos os dias da nossa vida.


ESCREVAM !!!!!!!!!!!!!!!!!

Estou abrindo espaço para você que deseja orientação através do e-mail: conhecerdeusnapratica@outlook.com;

que será respondido na publicação no blog zelando a identidade da pessoa que será chamada de amiga.

Com isso as pessoas poderão ter minha orientação e de todos que acompanham o blog, recebendo desta forma maior apoio para resolução de seus problemas.

ESCREVAM !!!!!!!!!!!!!!!!!

sexta-feira, 29 de maio de 2015

A FOME NO MUNDO







Relatório da ONU anima:

é possível erradicar a fome no mundo




  

A fome segue sendo um problema gigantesco no mundo, mas perdeu um pouco de sua força. Hoje são 795 milhões de pessoas que passam fome no mundo contra 1 bilhão na medição feita em 1990, há 25 anos. As informações são de agências ligadas à ONU.

O fator comemorado pelas Nações Unidas é que o número caiu mais de 20% mesmo com o aumento da população, ocorrência de desastres naturais recentes e, principalmente, todas as guerras. Colaborou para a queda, afirma a ONU, a diminuição da pobreza na América Latina, no leste da Ásia e no Caribe.

De 1990, ano da medição comparativa, para cá a população da Terra cresceu em aproximadamente 1,9 bilhão de pessoas. Neste meio tempo, afirma a ONU, países do oeste da África, continente mais atingido pela fome, conseguiram atingir metas através do investimento na agricultura.

Otimista, a ONU acredita que “é possível de fato eliminar o flagelo da fome em nossa geração”. Para isso, as Nações Unidas focam principalmente na África subsaariana, que ainda tem os mais altos níveis de desnutrição do mundo.


FONTE:

Por | Yahoo Notícias – 15 horas atrás

Nenhum comentário: