Seguidores

COM JESUS É POSSÍVEL SER FELIZ E VENCER TODO DIA

Quantas vezes nos sentimos sem rumo e pensamos não ter com quem contar. Jesus é o nosso melhor amigo.
Quando conhecemos a Jesus e a Ele nos entregamos descobrimos uma vida completamente nova que está
disponível a todas as pessoas.
Este espaço é um convite para conhecer e praticar o que a Palavra de Deus nos ensina durante todos os dias da nossa vida.


ESCREVAM !!!!!!!!!!!!!!!!!

Estou abrindo espaço para você que deseja orientação através do e-mail: conhecerdeusnapratica@outlook.com;

que será respondido na publicação no blog zelando a identidade da pessoa que será chamada de amiga.

Com isso as pessoas poderão ter minha orientação e de todos que acompanham o blog, recebendo desta forma maior apoio para resolução de seus problemas.

ESCREVAM !!!!!!!!!!!!!!!!!

quarta-feira, 25 de março de 2015

POLEMICA SOBRE MARIA

  
 VIRGEM MARIA NÃO ERA
MESMO VIRGEM ??





Foto: Reprodução
 
ESTUDIOSA DE RELIGIÕES ANTIGAS
AFIRMA QUE ERRO DE TRADUÇÃO
CAUSOU O EQUIVOCO.

Virgem Maria era Maria, mas não era virgem -- e quem diz isso é a Bíblia


 

  
 
 
A história milenar sobre o nascimento de Jesus Cristo pode não ter acontecido da maneira como foi passada adiante.
 
A principal mudança, explicam especialistas, é que um erro de tradução teria levado ao equívoco sobre Maria, que não seria virgem.

A polêmica está em torno de um termo citado no texto original, em hebraico (Isaías, capítulo 7:14).
 
A palavra em questão, usada para fazer referência a Maria, é “Almah”, o que ao pé da letra significa “jovem que chegou à idade de se casar”.
 
Na mudança para o grego, porém, o termo teria sido traduzido como “virgem”, perdendo seu sentido original.

Cristãos de todo o mundo afirmam que Jesus nasceu de uma virgem, mas a palavra usada no texto em hebraico, Almah, significa basicamente uma jovem que está na idade apropriada para se casar”,
 
explica Francesca Stavrakopoulou, PhD e professora de religiões antigas da Universidade de Exeter.

A explicação de Francesca é corroborada por outros especialistas, como a professora de religião da Universidade de Princeton, Elaine Pangels.
 
Foi uma espécie de lampejo e disseram que foi um milagre”, afirma ela. 

Nenhum comentário: