Seguidores

COM JESUS É POSSÍVEL SER FELIZ E VENCER TODO DIA

Quantas vezes nos sentimos sem rumo e pensamos não ter com quem contar. Jesus é o nosso melhor amigo.
Quando conhecemos a Jesus e a Ele nos entregamos descobrimos uma vida completamente nova que está
disponível a todas as pessoas.
Este espaço é um convite para conhecer e praticar o que a Palavra de Deus nos ensina durante todos os dias da nossa vida.


ESCREVAM !!!!!!!!!!!!!!!!!

Estou abrindo espaço para você que deseja orientação através do e-mail: conhecerdeusnapratica@outlook.com;

que será respondido na publicação no blog zelando a identidade da pessoa que será chamada de amiga.

Com isso as pessoas poderão ter minha orientação e de todos que acompanham o blog, recebendo desta forma maior apoio para resolução de seus problemas.

ESCREVAM !!!!!!!!!!!!!!!!!

segunda-feira, 2 de março de 2015

CONFIRA: FATOS DO AMOR QUE DURA





Sete atitudes contra o amor passageiro

 
 
Foto: Thinkstock
 
 
Em uma época em que relacionamentos
 duradouros são raros,
ficar atento a esses pontos
pode ser a solução
 
'  Resista à pressão da cultura do desapego! 
 
 
 
Sexo Oposto

Sete formas de sobreviver à cultura do desapego no relacionamento


Vivemos numa época onde quem embarca num relacionamento duradouro é exceção. Casamos e nos divorciamos num piscar de olhos. Temos vários relacionamentos amorosos ao mesmo tempo, somos intolerantes às diferenças um do outro quando estamos juntos e assumimos que as coisas estão garantidas – quando não estão. Aliás, não só coisas como pessoas.

Tudo bem, a gente sabe que não se deve generalizar, mas acho que podemos assumir que hoje existe uma onda de desapego que nos leva a trocar de parceiro assim como trocamos de roupa. Isso se comprova quando observamos a quantidade de pessoas se casando e se divorciando pouco tempo depois. Se você está na vibe de ter um relacionamento duradouro com alguém, aqui vão sete dicas do Elite Daily pra te ajudar a manter sua relação em meio à pressão da cultura do desapego em que vivemos.


1) Não haja por maldade

 As pessoas são guiadas pelo ego. Basicamente fazemos o que fazemos na maior parte do tempo para proteger e alimentar nossos egos. Nosso tipo predileto de defesa é ser uma boa ofensa para alguém, então fazemos coisas por maldade com frequência.

Por vezes, fazemos coisas para machucar e irritar as pessoas. É meio que um jeito de dizer: “É isso que você vai levar toda vez que mancar comigo”. Infelizmente, a maldade quase sempre acaba em retaliação. Uma vez que você começa o ciclo, ele praticamente nunca chega ao fim.

Se o seu objetivo é machucar a pessoa que você ama, talvez você não esteja pronto para estar em um relacionamento.
 
 
 
 



 

2) Diga logo o que pensa ou não diga nada

 É preciso manter um equilíbrio entre o mistério e a franqueza. Você não necessariamente quer entregar todas as cartas do baralho, mas ao mesmo tempo quer ter certeza que seu parceiro sabe que você está nessa para ficar.

Com frequência as pessoas se arrependem do que dizem. Às vezes isso acontece porque somos muito medrosos, ou porque somos muito orgulhosos. Outras vezes, achamos que é uma boa ideia “testar” o quanto uma pessoa gosta da gente e acabamos dizendo coisas que não queremos dizer só para ver a reação dela.

Mas o fato é que as pessoas não conseguem ler mentes. Se você não está gostando de algo, então diga. Se está se sentindo assim ou assado, explique. Só certifique-se de que você fala das coisas que gosta nele (a) com a mesma intensidade que reclama. É tão importante quanto.
 
 


3) Não reforcem as inseguranças um do outro

 Todos nós temos nossas inseguranças. Não importa quão esperto, bonito, ou incrível você seja, você sempre vai encontrar uma fraqueza em você. É inevitável. Ninguém é perfeito. Algumas inseguranças são racionais. Outras não. Não importa, você jamais deve reforçar as inseguranças de quem ama.

Pra que dar o seu melhor para fazer o seu melhor amigo se sentir envergonhado, fragilizado e inseguro?

 
 
 


4) Seja honesta, mas não brutalmente honesta

 Não dá pra ser 100% honesta o tempo todo com o seu parceiro, e você não tem que ser. Mas você tem que ser honesta quando é preciso. A honestidade machuca nossos egos. Estar em um relacionamento é, na maioria das vezes, mentir quando necessário e ser completamente honesto o resto do tempo. Você pode até querer idealizar o relacionamento perfeito, mas não dura muito tempo. Pode apostar. Aliás, dura o tempo necessário pra você se desiludir e se machucar – e perceber que nem tudo nessa vida é preto no branco. Então, acostume-se.
 


5) Mantenha sua vida sexual excitante


 Se o sexo com o seu parceiro ficar chato é porque você não está tentando o suficiente pra deixar as coisas excitantes. Relacionamentos tendem a ficar chatos assim que o sexo fica chato, não porque o sexo é o que segura o relacionamento; mas porque muitas vezes acreditamos que quando a paixão acaba, então o relacionamento também.

Claro que isso não é verdade, mas somos apenas humanos e às vezes não conseguimos controlar como nos sentimos. Faça um favor a si mesma e evite confusão. Se você não sabe como aquecer as coisas, então vá procurar na internet. Você vai ficar surpresa com o tanto de ideias que vão surgir. Rs.

 
 


6) Seja espontânea

 Faça coisas diferentes. Seja romântica sem um motivo aparente. Experimente coisas novas e saia de sua zona de conforto. Seres humanos são criaturas de hábito. No entanto, quando o assunto é relacionamento, o hábito leva ao tédio e o tédio leva você a questionar seu relacionamento.

As pessoas crescem com a mudança e é isso que faz a vida existir em primeira instância. Sem mudança nada existira. Sem novidade, nossa vida fica estagnada. Nesse caso, nossos relacionamentos começam a ficar estagnados também.
 


7) Não desista tão rápido

 Existem inúmeras opções e oportunidades no mundo. É bem comum conseguirmos o que queremos antes mesmo de percebermos que isso era o que queríamos. Com tantas opções, as pessoas não necessariamente sentem necessidade de fazer as coisas acontecerem.

Não gostamos de coisas que requerem muito esforço, muito foco, muito sacrifício. Porém, coisas assim são as únicas na vida que têm realmente valor. Todo o resto que vem facilmente gera pouca ou nenhuma satisfação. E assim são com os relacionamentos. A cultura do desapego tornou fácil desistirmos do amor de nossas vidas. Nem todas as histórias têm final feliz.

Claro, um final feliz é sempre uma possibilidade, porém você tem que ser esperto o suficiente para fazer as decisões que vão te levar onde você quer. Se o que você quer é um relacionamento duradouro, você precisa trabalhar nisso. Nunca é fácil, mas no final, sempre vale a pena.
 

Nenhum comentário: