Seguidores

COM JESUS É POSSÍVEL SER FELIZ E VENCER TODO DIA

Quantas vezes nos sentimos sem rumo e pensamos não ter com quem contar. Jesus é o nosso melhor amigo.
Quando conhecemos a Jesus e a Ele nos entregamos descobrimos uma vida completamente nova que está
disponível a todas as pessoas.
Este espaço é um convite para conhecer e praticar o que a Palavra de Deus nos ensina durante todos os dias da nossa vida.


ESCREVAM !!!!!!!!!!!!!!!!!

Estou abrindo espaço para você que deseja orientação através do e-mail: conhecerdeusnapratica@outlook.com;

que será respondido na publicação no blog zelando a identidade da pessoa que será chamada de amiga.

Com isso as pessoas poderão ter minha orientação e de todos que acompanham o blog, recebendo desta forma maior apoio para resolução de seus problemas.

ESCREVAM !!!!!!!!!!!!!!!!!

sexta-feira, 21 de novembro de 2014

O QUE ACONTECEU COM OS APÓSTOLOS ??




O que aconteceu com os primeiros apóstolos de Jesus Cristo?
 

 
 
A Bíblia, versão Alfalit, dos originais hebraico e grego, traz ao final, uma informação muito interessante sobre o fim da igreja primitiva, que foi o início da difusão do Evangelho do Senhor Jesus por toda a Terra. 

 Após o Filho de Deus retornar à sua Glória, ele deu ordem expressa aos 11 apóstolos (eram 12, mas Judas Iscariotes já havia se matado por arrependimento de ter traído o Mestre), que pregassem as Boas Novas (Evangelho) por toda a Terra, até à Sua volta.

  E a estes pilares do Cristianismo, Deus ia acrescentando novos convertidos para o difícil trabalho nessa Seara. Assim foi com Estevão, com Paulo, Timóteo e muitos outros, inclusive mulheres, formando o que ficou conhecido por igreja primitiva.

  Mas esses homens e mulheres, servos do Altíssimo e de Seu Filho, quando não eram perseguidos e mortos pelos fariseus – seita judaica, o eram pelos romanos, que imperavam naquela época.
 
Mortos todos eles, teve fim a igreja primitiva, sendo que somente mais tarde iria surgir a igreja católica, sob apoio do imperador Constantino. A partir de então o Evangelho, desvirtuado, passou mais a afastar homens do Reino de Deus do que convertê-los.

  Após a negra Idade Média, a igreja católica começaria a perder o monopólio religioso através da divisão da igreja por Martinho Lutero e João Calvino. Este movimento ficou conhecido como Reforma, e assim surgia o Protestantismo. E este mesmo, anos depois, começaria a se dividir também, dando lugar ao surgimento de diversas outras religiões.

  Mesmo todas existindo sob a égide do Cristianismo, a partir do início do século XX iriam surgir também diversas outras religiões denominadas de pentecostais, que à sua maneira queriam reviver a igreja primitiva, quando o Espírito Santo foi derramado sobre os apóstolos de Jesus no dia que ficou chamado de Pentecostes.

  A própria igreja católica acabou se dividindo um pouco, mas nada que a descaracterizasse de suas normas iniciais. Mas quanto ao Protestantismo, ele foi dividido e subdividido e hoje nem se sabe mais quantas denominações ditas evangélicas existem, sem contar as seitas.

  Mas isso posto, voltamos ao início da matéria: o que aconteceu com os apóstolos de Jesus? E esta é a interessante informação trazida pela Bíblia na versão Alfalit. No entanto, não podemos afirmar serem verdadeiras ou não, pois a própria Bíblia na citada versão é contestada por “bibliólogos” que, com base na versão Almeida, a mais conhecida até hoje, dizem que a versão Alfalit está repleta de omissões.

  Quem interessar neste debate sobre versões, pode acessar o site www.solascriptura-tt.org/Bibliologia-traduções/index.htm no qual há debates sobre a maioria das traduções bíblicas feitas até agora.
 
 

A morte dos apóstolos de Jesus Cristo
 

  Pedro, líder da Igreja de Jesus, foi crucificado de cabeça para baixo em Roma.  

  Paulo, também chamado de "apóstolo dos gentios", foi degolado em 68 DC , também em Roma.

  André foi crucificado num madeiro em formato da letra x. Esta forma ficou conhecida como a cruz de Santo André.

  Tiago foi morto à espada, por ordem de Herodes. Dos 11 discípulos de Jesus, descontado o traidor Judas Iscariotes, foi o primeiro a ser morto

  João morreu em Éfeso, após ser liberto da prisão na Ilha de Patmos, onde escreveu o livro do Apocalípse. João morreu de morte natural, com cerca de 100 anos de idade.

  Filipe morreu na Frígia, Asia menor, sendo sepultado em Hierápolis. Desconhece-se a causa de sua morte, mas é provável que tenha sido através de martírio.

  Bartolomeu (ou Natanael), foi morto na Índia, esfolado vivo e crucificado como Pedro. Numa outra versão, consta que ele foi martirizado até morrer.

  Tomé (ou Dídimo) - Uma versão da história conta que ele foi morto por uma flecha, enquanto outra diz que ele foi também torturado até a morte perto de Madras, no local que ficou conhecido como Monte São Tomé

  Mateus foi morto na Etiópia, também martirizado.

 Tiago (menor) foi apedrejado quando estava numa discussão com judeus se Jesus era ou não o Messias. Como ele não morreu com as pedras, um lavandeiro atingiu sua cabeça com um pau usado para bater as roupas, o que acabou de matar o apóstolo. Mas também existe uma versão de que Tiago, o menor, foi crucificado no Egito.

 Judas Tadeu morreu martirizado na Pérsia.

  Simão Canonita (ou Zelote) - Pouco se sabe sobre sua atuação como apóstolo. A tradição conta que ele foi crucificado, mas não se sabe o local.

  Estevão – Também apóstolo e surgido após a volta de Jesus aos Céus. Não foi contado entre os 12 primeiros e por isso é tido como o primeiro mártir do Cristianismo. Foi apedrejado até a morte fora de Jerusalém, já que pela lei dos fariseus, ninguém podia ser morto dentro dos muros da Cidade Santa. Quando Estevão foi morto, Paulo, que ainda tinha o nome de Saulo, e que assistiu à morte do inocente, não era convertido ainda. Pouco depois ele teria o magnífico encontro com Jesus e se transformaria no “apóstolo dos gentios”.



FONTE: GENTE DA NOSSA TERRA

Nenhum comentário: