Seguidores

COM JESUS É POSSÍVEL SER FELIZ E VENCER TODO DIA

Quantas vezes nos sentimos sem rumo e pensamos não ter com quem contar. Jesus é o nosso melhor amigo.
Quando conhecemos a Jesus e a Ele nos entregamos descobrimos uma vida completamente nova que está
disponível a todas as pessoas.
Este espaço é um convite para conhecer e praticar o que a Palavra de Deus nos ensina durante todos os dias da nossa vida.


ESCREVAM !!!!!!!!!!!!!!!!!

Estou abrindo espaço para você que deseja orientação através do e-mail: conhecerdeusnapratica@outlook.com;

que será respondido na publicação no blog zelando a identidade da pessoa que será chamada de amiga.

Com isso as pessoas poderão ter minha orientação e de todos que acompanham o blog, recebendo desta forma maior apoio para resolução de seus problemas.

ESCREVAM !!!!!!!!!!!!!!!!!

quarta-feira, 15 de outubro de 2014

PRONTOS PARA A PROSPERIDADE ??




Prosperidade:
Será Que Você Está Pronto? Descubra...


 

Prosperidade: Será Que Você Está Pronto? Descubra...

 por Andre Lima
 
 

Todo mundo fala que deseja uma vida mais plena e próspera.
 
Mas será que você está pronto pra isso?
 
Prosperar significa realizar-se profissionalmente e ao mesmo tempo construir uma vida material confortável.
 
 
 
          
Todo mundo fala que deseja uma vida mais plena e próspera. Mas será que você está pronto pra isso?
 
Prosperar significa realizar-se profissionalmente e ao mesmo tempo construir uma vida material confortável. E, é claro, existem ainda outros aspectos, como saúde e relacionamentos, que são fundamentais para que possamos ter uma vida plenamente feliz.

Porém, nesse texto, eu vou focar na prosperidade material e profissional. E quando eu pergunto se você está pronto pra isso, é por que a maioria das pessoas não está, e, o pior de tudo, nem sabe que não estão.

Você provavelmente conhece pessoas que são inteligentes, competentes e esforçadas, mas que, simplesmente, não conseguem crescer.
 
Provavelmente, elas se sentem injustiçadas e não conseguem entender a razão pela qual isso acontece.
 
Comigo foi assim durante muito tempo. Foram sete anos de sofrimento enquanto eu ainda trabalhava como engenheiro na minha própria empresa. Tudo dava errado no lado profissional e financeiro. A cada dia eu ficava mais endividado.

Eu não entendia por que as coisas não davam certo, afinal de contas, eu me dedicava muito e aqueles resultados pareciam muito injustos. Parecia que eu tinha muito azar.
 
Entretanto, depois que eu comecei a buscar autoconhecimento e desenvolvimento pessoal, fiz várias descobertas chocantes.

Eu sentia culpa em ter dinheiro. Eu me sentia um explorador dos funcionários.

Eu me sentia culpado quando eu ganhava uma licitação e sentia pena dos concorrentes que tinham perdido.
 
Eu sentia que não era justo ganhar dinheiro, enquanto tanta gente passava fome. Eu achava que o fato de ganhar dinheiro poderia me afastar da minha essência.
 
Eu tinha sérias crenças de que o mercado é difícil, que pra ganhar bem tem que se matar de trabalhar, que é preciso ter muita sorte etc..

Eu tinha tantos problemas na minha autoestima, que, pasmem, passei 7 anos com um sócio totalmente desequilibrado e desonesto.

Com a intensificação do sofrimento, comecei a achar que era karma, problema espiritual ou sei lá o que.
 
E olhe que naquela época eu não tinha nenhum contato com esses assuntos. Mas era essa explicação que surgia na minha mente, já que eu não conseguia entender.
 

Com tudo isso, como eu poderia prosperar?
 
Simplesmente, eu não estava preparado pra isso.
 
Eu só olhava pro lado intelectual e prático. Se eu era inteligente e agia, não fazia sentido que as coisas dessem tão errado.

Entretanto, eu não fazia a menor ideia de que a culpa em ter dinheiro, a sensação de ser um explorador e essas outras crenças que eu carregava, influenciavam de uma forma profunda as minhas escolhas e ações.
 
Essa negatividade me levava, de forma inconsciente, a um profundo processo de autossabotagem. Sem perceber, eu só entrava em projetos furados. Só escolhia o que não ia dar certo. Não enxergava o que era óbvio hoje em dia.

Sorrateiramente, essas crenças influenciavam na minha forma de divulgar o meu trabalho, na postura diante do cliente, do sócio, funcionários, me levando ao fracasso. Minha intuição me enganava frequentemente. Eu achava que estava tomando a melhor decisão, mas, no final das contas, eu via que não. Isso desde a troca de um funcionário até decisões estratégicas dentro da empresa.

Eu era o meu maior inimigo. As minhas crenças eram, na verdade. Eu só comecei realmente a prosperar quando comecei a descobrir e limpar todos esses pensamentos, crenças limitantes e uma série de problemas de autoestima.

O preparo mais fundamental e básico para a prosperidade tem que ser no nível emocional e mental (crenças, pensamentos e sentimentos). Todo o resto vem depois. Sem essa base pronta, você pode ter toda a competência do mundo, fazer mil cursos, mas, mesmo assim, terá grande dificuldade de crescer.

Entretanto, a maioria das pessoas foca no preparo intelectual e ignora esse lado interior mais profundo. É o que eu chamo de "analfabetismo emocional". Eu também já fui um analfabeto. E dos brabos.

E foi através desse aprendizado e superação dessas dificuldades que, não somente a minha vida profissional se transformou completamente, mas também consegui ajudar outras pessoas nesse caminho pra que elas pudessem aprender tudo isso sem sofrimento.
 
 

Nenhum comentário: