Seguidores

COM JESUS É POSSÍVEL SER FELIZ E VENCER TODO DIA

Quantas vezes nos sentimos sem rumo e pensamos não ter com quem contar. Jesus é o nosso melhor amigo.
Quando conhecemos a Jesus e a Ele nos entregamos descobrimos uma vida completamente nova que está
disponível a todas as pessoas.
Este espaço é um convite para conhecer e praticar o que a Palavra de Deus nos ensina durante todos os dias da nossa vida.


ESCREVAM !!!!!!!!!!!!!!!!!

Estou abrindo espaço para você que deseja orientação através do e-mail: conhecerdeusnapratica@outlook.com;

que será respondido na publicação no blog zelando a identidade da pessoa que será chamada de amiga.

Com isso as pessoas poderão ter minha orientação e de todos que acompanham o blog, recebendo desta forma maior apoio para resolução de seus problemas.

ESCREVAM !!!!!!!!!!!!!!!!!

sexta-feira, 30 de setembro de 2011

NÃO DEIXE QUE SEUS OSSOS ENVELHEÇAM!

Enquanto calei os meus pecados, envelheceram os meus ossos pelos meus constantes gemidos todo o dia. Porque a tua mão pesava dia e noite sobre mim, e o meu vigor se tornou em sequidão de estio. Confessei-te o meu pecado e a minha iniquidade não mais ocultei. Disse: confessarei ao SENHOR as minhas transgressões; e tu perdoaste a iniquidade do meu pecado.” Salmo 32.3-5




O rei Davi foi usado para nos deixar boas lições. Uma delas diz respeito àquilo que o pecado não confessado fez na vida dele. A tentação vem, porém, se não a aceitarmos, não teremos cometido pecado. O Espírito de Deus luta conosco para que não caiamos em tentação, mas, uma vez tendo sucumbido a ela, não nos resta alternativa a não ser nos arrependermos, confessarmos o nosso erro e, se for o caso, fazermos a restituição.

Enquanto Davi não confessou suas transgressões, ele viu a sua estrutura envelhecer. Não importa a sua idade, se você for um servo de Deus e não deixar pecado encoberto em seu coração, irá manter-se jovem na aparência, no humor e no trato com as demais pessoas. Persistir nos erros faz com que seu espírito envelheça. A sua alma irá bramir, gritando todo dia, pois ela não quer ir para a perdição eterna.

Esse bramido ocorria porque a mão do Senhor pesava sobre Davi. Ainda hoje, Deus faz a mesma coisa com a pessoa que erra, pois, por amá-la, Ele sabe que, se ela não se livrar da transgressão, não conseguirá escapar da condenação, a qual é inevitável. Quem não se acerta com o Pai vive um dilema muito grande. De um lado, deseja ir para o Céu, mas, do outro, a vergonha ou algum orgulho bobo o faz esconder o erro.

Davi percebeu que até seu humor fora afetado. Depois de pecar, o interior desse rei se parecia com a terra quando não chove: seca e quebradiça, pois nela não há vida. Quando isso acontece, o indivíduo já não tem mais prazer em seu viver, fica enjoado, mal-humorado, ranzinza, e as demais pessoas se afastam dele. Isso é um sinal que o Criador colocou em nós para que não escondamos o pecado e o confessemos para nos livrarmos dele.

Ao tomar consciência da sua iniquidade, Davi fez o que era certo: confessou-a, e a sua maldade não escondeu. Ele assumiu que errou, mas não mentiu dizendo que foi de uma hora para outra, ou que não planejou aquilo. O rei disse ao Senhor que o seu erro era doloso, maldade mesmo, como o de alguém que quer praticar atos inconsequentes. Seja sempre verdadeiro e não ponha a culpa pelas suas transgressões em ninguém. Se você deseja ser limpo, abra o coração e confesse tudo.

Davi passou a dizer a si mesmo que confessaria seu pecado a Deus. Então, chegou o tempo de se colocar em comunhão com o Senhor, abrir a boca e fazer a confissão. Agora é o momento mais propício para você abrir o seu coração e confessar ao Senhor o seu erro. Enquanto você está lendo esta mensagem, o Espírito de Deus está falando ao seu coração. Ele lhe perdoará as faltas se você for honesto. Há casos em que você terá de procurar aquele a quem ofendeu e também se confessar a ele. Foi o Altíssimo quem convenceu Davi de seus erros, e, depois da sua confissão, perdoou as transgressões daquele rei. Seja sincero, e o Senhor fará o mesmo por você (1 Jo 1.9).



Em Cristo, com amor,



R. R. Soares

Nenhum comentário: