Seguidores

COM JESUS É POSSÍVEL SER FELIZ E VENCER TODO DIA

Quantas vezes nos sentimos sem rumo e pensamos não ter com quem contar. Jesus é o nosso melhor amigo.
Quando conhecemos a Jesus e a Ele nos entregamos descobrimos uma vida completamente nova que está
disponível a todas as pessoas.
Este espaço é um convite para conhecer e praticar o que a Palavra de Deus nos ensina durante todos os dias da nossa vida.


ESCREVAM !!!!!!!!!!!!!!!!!

Estou abrindo espaço para você que deseja orientação através do e-mail: conhecerdeusnapratica@outlook.com;

que será respondido na publicação no blog zelando a identidade da pessoa que será chamada de amiga.

Com isso as pessoas poderão ter minha orientação e de todos que acompanham o blog, recebendo desta forma maior apoio para resolução de seus problemas.

ESCREVAM !!!!!!!!!!!!!!!!!

quinta-feira, 30 de junho de 2011

ENTENDA O PLANO QUE DEUS QUER CONCRETIZAR ATRAVÉS DE VOCÊ.

Entenda o seu papel no plano divino.



"Deus me enviou à frente de vocês para lhes preservar um remanescente nesta terra e para salvar-lhes a vida com grande livramento." Gênesis 2.5-7 (NVI)



José foi levantado por Deus e Sua sabedoria como governador do Egito.



Após muitos sofrimentos e contratempos, o plano de Deus reservado para ele veio à luz: ser um servo de Deus sob o comando de todo o suprimento de alimentos em tempos de severa escassez, garantindo a sobrevivência da semente escolhida por Deus na descendência de Abraão, Isaque e Jacó.



José recebeu o entendimento daquilo que Deus queria fazer aos seus descendentes através dele. Ele compreendeu o plano de Deus, o seu papel e o propósito para sua vida.



"Assim, não foram vocês que me mandaram para cá, mas sim o próprio Deus. Ele me tornou ministro do faraó e me fez administrador de todo o palácio e governador de todo o Egito." Gn 45.8 (NVI)



O primeiro filho de José chamou-se Manassés. Sabemos que os nomes bíblicos refletem aspectos importantes dos acontecimentos e também das características pessoais por eles encerradas.



Manassés quer dizer que José reconheceu ter recebido de Deus a ajuda para superar todos os sofrimentos que passou e também a capacidade em perdoar seus irmãos por tudo o que lhe haviam feito.



O primeiro fruto de José foi o perdão e o esquecimento das dores do passado.

"Ao primeiro filho, José deu o nome de Manassés, dizendo: Deus me fez esquecer de todo o meu sofrimento e de toda a casa de meu pai" Gn 41.51 (NVI)



O segundo filho de José chamou-se Efraim indicando que Deus o havia feito prosperar no Egito, terra para a qual havia sido vendido como escravo, preso injustamente, esquecido por mais de dois anos no cárcere por aquele que havia ajudado ao interpretar seu sonho, mas Deus o levantou e deu-lhe honra de servo fiel de Deus.



O segundo fruto de José foi o sucesso, a prosperidade e a posição de honra dada por Deus.

"Ao segundo filho chamou Efraim, dizendo: Deus me fez prosperar na terra onde tenho sofrido" Gn 41.52 (NVI)



Sem o primeiro filho (perdão e desprendimento do passado), não seria possível o segundo (ser levantado em posição de honra por Deus).



O que mais salta aos olhos na jornada de José é o fato de não ter havido revolta e também a contínua confiança em Deus, em fidelidade e contínua luta e paciência.



Largue o passado, veja que Deus tem uma vida nova para você e que Ele fará o impossível para te exaltar, honrando e glorificando o Seu Santo Nome através dos seus êxitos ! (Isaías 43.18)



Minha oração é que assim como José compreendeu o seu papel no plano divino, você também tenha o entendimento do propósito do Senhor em seu viver.



Em Nome de Jesus.



Mônica Gazzarrini





Renascida em Cristo desde 2004, estudiosa do Evangelho, autora dos livros "Como conhecer Deus na prática - Tudo o que você queria saber sobre a caminhada com Deus" Volume 1 e Volume 2



Copyright 2008 © – by Mônica Gouvêa Sgarbi Gazzarrini.

quarta-feira, 29 de junho de 2011

QUER VER O MILAGRE ACONTECER? NÃO DÊ OUVIDOS À MULTIDÃO.

Não ouça a voz negativa das pessoas ao redor para não perder a visão da palavra de Deus.

"Tampouco apliques o teu coração a todas as palavras que se disserem, para que não venhas a ouvir o teu servo amaldiçoar-te." Eclesiastes 7:21

Não ouça a voz negativa das pessoas ao redor para não perder a visão da palavra de Deus.

Uma grande vitória de Deus pela vida está expressa na cura da filha de Jairo.

O livro de Marcos no capítulo 5:22 e 23 pinta o quadro do desespero numa situação onde Deus foi o último recurso: era tudo ou nada!

O desespero não ajuda em nada, a ansiedade também não, chorar muito menos.

Ainda que seja um fato terrível e até considerado impossível. Se sua vida financeira e profissional está em estado terminal, Jesus é claro: "Não temas, crê somente." Marcos 5:36b

Jesus não se apavorou em tempo algum. Inclusive no caminho teve suas vestes tocadas pela mulher com fluxo de sangue cuja fé curou.

Se você quer ajudar alguém a primeira providência é manter a calma.

Numa multidão, como relata o versículo 24, existe uma infinidade de pessoas: murmuradores, incrédulos, escarnecedores, os que tem fé, os determinados, os lamentadores, os que se sentem mal com o aperto, os piadistas, etc, todos eles te apertam e te atrapalham.

Jairo estava em processo de oração e ainda não havia visto nada ocorrer a sua filha. Estava à espera de um milagre e de uma resposta em Deus.

Neste momento é importante não ouvir o alarido da multidão, senão não verá o milagre.

Vemos que há um fator que fortaleceu a fé de Jairo: ele presenciou o milagre da cura ocorrido com a mulher que teve o fluxo de sangue estancado. (versículos 25 a 33)

Em seu coração deve ter surgido a esperança: "se abençoou outra pessoa, vai me abençoar também!"

Na luta pela vida da filha surgiu primeiro a oposição força da multidão que se apertava ao redor de Jesus e em seguida a segunda dificuldade, a má notícia: "A tua filha está morta; para que enfadas mais o Mestre?" Marcos 5:35

Saiba que no caminho da sua vitória surgirão oposições e lutas várias vezes. Você ora, espera a resposta e lá vem a má notícia! Ou então não vê mudança alguma.

O que fazer? Não temer a má notícia e manter seus olhos em Jesus. "E Jesus, tendo ouvido estas palavras, disse ao principal da sinagoga: Não temas, crê somente."   Marcos 5:36

A pressão exercida pelo inferno para roubar a sua bênção é forte, mas mesmo com as oposições, não desista da sua oração! O justo vive pela fé! "E Jesus disse-lhe: Se tu podes crer, tudo é possível ao que crê." Marcos 9:23

Sentiu que a tribulação não passa, separe-se para a oração e de todas as fontes que lhe trazem desânimo e desesperança. "E (Jesus) não permitiu que alguém o seguisse (jairo), a não ser Pedro, Tiago, e João, irmão de Tiago."

Para não ser corrompido pelas más influências convem ter um particular com Jesus. Quanto mais você se afastar das más conversações e dos maus costumes melhor será a qualidade e eficácia das suas orações.

Ao chegarem a casa de Jairo o povo já estava em alvoroço, chorando e pranteando. (v.38).

Nas lutas as pessoas que estão no natural se desesperam, ao contrário de Jesus que sempre nos renova o ânimo. "Por que vos alvoroçais e chorais? A menina não está morta, mas dorme." (v.39)

Os incrédulos de plantão riram de Jesus e novamente Ele seguiu apenas as pessoas de fé. (v.40)

A sua bênção vai acontecer se você continuar ouvindo a Jesus. E como o Senhor Jesus falou, assim ocorreu com a filha de Jairo: "Menina, a ti te digo, levanta-te. E logo a menina se levantou, e andava" (v.41b e 42a)

Aplique o seu coração a ouvir somente a Jesus e nEle crer.

Se você está em processo de oração, Jesus lhe ajuda a superar o desânimo, tristeza, frieza e não retroceder até receber sua resposta.

Deixe a opinião da multidão de lado, ouça e confie somente em Jesus e verá o seu milagre acontecer.

O que restará para a "turma do contra" é um grande espanto com o seu sucesso.

"E logo a menina se levantou, e andava, pois já tinha doze anos; e assombraram-se com grande espanto." (v. 42)

Em Nome de Jesus.


terça-feira, 28 de junho de 2011

COMO ESTÁ A SUA BOCA?

Suave é ao homem o pão da mentira, mas, depois, a sua boca se encherá de pedrinhas de areia.”  Provérbios 20.17




As ofertas do diabo sempre vêm com um poder ilusório tremendo. No início, tudo é lindo, mas, com o passar dos dias, é revelada a natureza de quem está por trás da suposta “felicidade”. Por isso, quem faz o que a Palavra de Deus proíbe descobre que se tornou acessível ao inimigo, e livrar-se dele somente é possível mediante um arrependimento sincero. O pão da mentira é sempre suave ao paladar, porém é dificílimo de ser digerido.

Quem comete adultério, por exemplo, quando começa um relacionamento extraconjugal, acha que encontrou a felicidade procurada; no entanto, a vergonha e os demais danos que esse pecado traz jamais acabam. A pessoa com personalidade fraca deixa-se levar pelos encantos de alguém que o inimigo usa para derrubá-la. Ela não percebe que uma das razões daquela atitude é que a pessoa não tem convivido com a outra por dias, meses e anos seguidos.

Já o desonesto se alegra com uma roupa, um carro, uma casa ou qualquer outro bem que consiga com “mão enganosa” (Pv 10.4); todavia, o pecado fica sempre em sua memória, acusando-o de ser uma pessoa vil e desqualificada. Por esse motivo, não aceite o pão da mentira nem mesmo um pedacinho dele. Caso contrário, no fim, você verá que de pão não havia nada, mas, sim, veneno, o qual, se não for tratado a tempo, poderá levá-lo ao desespero e a um grande sofrimento.

Dê valor ao que é bom e não olhe para o que não provém de Deus. Feche-se completamente para tudo o que não é permitido pela Palavra do Senhor. O engano sempre será engano, e quem dele se utilizar descobrirá, tarde demais, que o diabo o seduziu, e a satisfação de que desfrutou era falsa, levando-o às garras do maligno, que, dia e noite, atormenta com remorso e outros sofrimentos.

O castigo já está determinado para quem age de modo errado: sua boca será cheia de pedrinhas. Imagine como você falaria dessa forma. Ora, teria de ser com a boca bem aberta, tentando falar pela garganta e, ao mesmo tempo, com cuidado para que as pedras não caíssem goela abaixo, não é verdade?

Quem pratica o mal, se não se arrepender e não conseguir o perdão dos seus erros, jamais conseguirá ordenar com clareza os seus direitos. Ele poderá até ser doutrinado em direção ao que deve fazer para ser curado ou liberto de qualquer opressão; entretanto, como sairá a sua ordem se a boca estiver cheia? Com as pedrinhas na boca, como ele mastigará o “pão” que Deus dará para fortalecê-lo a fim de receber sua bênção?

O melhor da vida é ser o que Jesus planejou que você fosse. Deus não é mau ao nos proibir de comer os manjares do pecado; ao contrário, Ele é bom e nos ensina a agir de modo santo. O Altíssimo deseja ver-nos vitoriosos, vivendo livres da opressão das forças das trevas. Portanto, seja amigo de si mesmo e não caia em transgressão.



Em Cristo, com amor,



R. R. Soares

QUER TER SEUS BONS DIAS DE VOLTA ? HUMILHE-SE PERANTE A POTENTE MÃO DO SENHOR.

Humilhe-se ao Senhor e será exaltado.




"Mas tu, quando orares, entra no teu aposento e, fechando a tua porta, ora a teu Pai que está em secreto; e teu Pai, que vê em secreto, te recompensará publicamente." Mateus 6:6



Entre em casa e feche a porta. Faça tudo privativamente, este momento é somente entre Deus e você, é o momento da sua reunião executiva com Ele. Retire do seu coração aqueles sentimentos que você tem guardado secretamente há tanto tempo!



Feche as portas dos sentimentos que vem nutrindo e que só tem lhe trazido vergonha e derrota: você é muito magoado? muito ressentido? desconfiado? vive carregando o sentimento de estar sendo sempre injustiçado pelas pessoas na familia, no trabalho?



No seu casamento você não trai, mas insiste em levar uma vida individual, independente? apesar de estar casado não tem uma vida em comum: não partilha planos e nem concretiza projetos? não tem progresso e ainda reclama que não tem apoio do seu cônjuge?



Esses sentimentos contrários "cheiram muito mal" no reino de Deus: é por isso que as suas orações e a sua fidelidade a Deus não trazem resposta alguma para a sua vida.



Seu coração está todo "empedrado" com sentimentos rudes, tristes e amargurados. "Bem-aventurados os limpos de coração, porque eles verão a Deus" Mateus 5:8



Para ver a glória de Deus brilhando novamente é preciso tirar toda essa carga emocional contrária à Palavra de Deus. "Disse Jesus: Tirai a pedra. Marta, irmã do defunto, disse-lhe: Senhor, já cheira mal, porque é já de quatro dias. Disse-lhe Jesus: Não te hei dito que, se creres, verás a glória de Deus?" João 11:39 e 40



Se este tem sido o seu caso (creio que não está lendo essa breve mensagem por acaso), faça como o rei Manassés, relatado em 2 Crônicas 33:1 a 20, que ao fazer o que era mal aos olhos de Deus e não dar-Lhe ouvidos, acabou por ser levado à Babilônia como escravo, mas humilhou-se perante Deus em seu cativeiro e foi levado de volta à Jerusalem (cidade de paz) e, em resposta à sua sincera súplica, teve seu reino restituído.



Quer ter seus bons dias de volta? Não espere estar no fundo do poço, desanimado, todo complicado e sem esperanças.



Tome a atitude espiritual agora mesmo: humilhe-se sob a potente mão do Senhor que Ele mesmo lhe garante pela Palavra dias de renovação no seu coração e paz para você de hoje em diante.



Em Nome de Jesus.



Mônica Gazzarrini



Renascida em Cristo desde 2004, estudiosa do Evangelho, autora dos livros "Como conhecer Deus na prática - Tudo o que você queria saber sobre a caminhada com Deus" Volume 1 e Volume 2



Copyright 2008 © – by Mônica Gouvêa Sgarbi Gazzarrini.

segunda-feira, 27 de junho de 2011

FAÇA APENAS O QUE DEUS LHE REVELA

Como andar nos caminhos de Deus?



Não perca mais tempo, o que Deus não lhe diz para fazer, não faça.



O que não estiver em sintonia com as Sagradas Escrituras é pura perda de tempo.

"Se o SENHOR não edificar a casa, em vão trabalham os que a edificam; se o SENHOR não guardar a cidade, em vão vigia a sentinela." Salmo 127:1





Quantos esforçam-se, lutam, sacrificam-se, mas não obtem qualquer progresso? Motivo: estão seguindo sem a direção do Sennhor e voltarão de mãos vazias.

"Inútil vos será levantar de madrugada, repousar tarde, comer o pão de dores, pois assim dá ele aos seus amados o sono." Salmo 127:2



As profecias do Senhor cumprem-se em nossas vidas. É o próprio Senhor quem zela pela sua Palavra para que ela se cumpra e assim retorne a Ele.



Quando a maldição entra na vida de uma pessoa, alguma(s) área(s) de sua vida secam.

"Sucedeu, pois, que, ouvindo o rei a palavra do homem de Deus, que clamara contra o altar de Betel, Jeroboão estendeu a sua mão de sobre o altar, dizendo: Pegai-o! Mas a sua mão, que estendera contra ele, se secou, e não podia tornar a trazê-la a si." 1 Reis 13:4



As maldições se instalam onde houve uma repreensão não aceita por você vinda da parte de Deus quando em contato com a Palavra.



Jamais é Deus quem nos amaldiçoa, nós é que saímos da Sua cobertura de progresso quando teimamos em fazer a nossa vontade e não dar-Lhe ouvidos.



Mas como fazer para ser restituído? Oração do homem de Deus em seu favor.



"Então respondeu o rei, e disse ao homem de Deus: Suplica ao SENHOR teu Deus, e roga por mim, para que se me restitua a minha mão. Então o homem de Deus suplicou ao SENHOR, e a mão do rei se lhe restituiu, e ficou como dantes." 1 Reis 13:6



Não aceite mais ficar fora das bênçãos de Deus, veja onde você caiu, o que não assumiu da Palavra, arrependa-se e volte a caminhar com o Senhor.



Você só tem a ganhar.



Em Nome de Jesus.



Mônica Gazzarrini.



Renascida em Cristo desde 2004, estudiosa do Evangelho, autora dos livros "Como conhecer Deus na prática - Tudo o que você queria saber sobre a caminhada com Deus" Volume 1 e Volume 2



Copyright 2008 © – by Mônica Gouvêa Sgarbi Gazzarrini.

domingo, 26 de junho de 2011

O QUE VOCÊ TEM FEITO: ORAÇÃO OU “CHORAÇÃO” ?

Como é a oração que move a mão de Deus e nos trás o que pedimos?


Não ore mais por orar.

Não ore mais por dor.

Orar não é cobrar de Deus o porquê você está tendo problemas.

Orar também não é colocar em oração coisas do tipo: "o Senhor tem que me curar, eu já não agüento mais esta dor".

Orar também não é dizer: "Pai, eu preciso de um milagre"

Oração não é vã repetição, é diálogo com Deus, no idioma de Deus, ou seja, com base na Palavra, sabendo quem você é para Ele e o que Ele representa para você.

Tudo vem pela Palavra e não pelo nosso querer. Nossa oração sem estar embasada na Palavra de Deus é totalmente vazia!

Orar não é ir para o quarto chorar, orar é assumir o que Deus lhe fala pela Palavra!

Deus nos garante que quando oramos, Ele não nos ignora e jamais nos repele! ("Todo o que o Pai me dá virá a mim; e o que vem a mim de maneira nenhuma o lançarei fora." João 6:37)

A base desta mensagem é Isaias 43:26:"Faze-me lembrar; entremos juntos em juízo; conta tu as tuas razões, para que te possas justificar."Consulte também o Curso Fé, Lição 5 (a oração) em http://www.ongrace.com/cursofe/.


1º Despertar a memória de Deus

"Faze-me lembrar" Isaias 43:26a

Antes de iniciar sua oração propriamente dita lembre-se diante de Deus de tudo aquilo que a Sua Palavra nos promete e também o que ela garante já nos pertencer, esta atitude alimenta o seu espírito com fé. Também ajuda a nos desligarmos dos problemas e nos concentrarmos em Deus.

Não lembre a Deus o quanto você sofre, pois essa atitude não move a mão de Deus, em vez disso enfatize a sua posição de filho de Deus.

A oração mais conhecida dos cristãos diz "PAI NOSSO", portanto, Deus é nosso Pai, mas será que nós estamos assumindo a posição de filhos de Deus? Ou será que estamos sendo "pedintes espirituais" mendigando uma "bençãozima pelo amor de Deus"?

Nunca deixe de lado a sua condição de filho de Deus. Somos filhos e herdeiros de Deus, o Dono do ouro e da prata, Criador de tudo o que há. ("Cristo nos resgatou da maldição da lei, fazendo-se maldição por nós; porque está escrito: Maldito todo aquele que for pendurado no madeiro; Para que a bênção de Abraão chegasse aos gentios por Jesus Cristo, e para que pela fé nós recebamos a promessa do Espírito." Gálatas 3:13 e 14)

A Palavra garante a bênção: "Eu sou filho de Deus e sei dos meus direitos em Cristo Jesus e nada preparado contra mim prospera, em Nome de Jesus." ("Toda a ferramenta preparada contra ti não prosperará, e toda a língua que se levantar contra ti em juízo tu a condenarás; esta é a herança dos servos do SENHOR, e a sua justiça que de mim procede, diz o SENHOR. " Isaias 54:17)

Quando nos colocamos na posição de filhos, assumimos o poder da semelhança com o Criador, assumimos também os direitos conquistados por Cristo na cruz.

Fale ao Pai da Sua poderosa mão, do Seu braço estendido a seu favor, de Suas grandezas e das obras e sinais que Ele já fez em seu favor. ("E hoje sabereis que falo, não com vossos filhos, que o não sabem, e não viram a instrução do SENHOR vosso Deus, a sua grandeza, a sua mão forte, e o seu braço estendido" Dt 11:2)

Na verdade temos Deus de um lado e o problema de outro, quanto mais desligados de Deus, mais aflitos pelos problemas estaremos e menos respostas do Senhor alcançaremos. Por este motivo é importante este passo preparatório para "lustrar" nosso espírito.

Não é questão só de conhecer a Palavra, pois isto muitos cristãos já estão bem firmes, mas é o ato de lembrar-se de tudo aquilo que a Palavra tem lhe dito ao coração sobre o que Deus é e sobre o que a Palavra diz que Deus é.



2º Entrar em oração junto com Deus, contra todo o mal.

"entremos juntos em juízo" Isaias 43:26 b

Oração é feita para decidir uma situação. Ela é como um julgamento que ocorre num tribunal terreno, só que este ocorre no tribunal divino.

Prepare-se para a batalha que você vai travar contra o inimigo. Junte em seu coração todas as provas da sua inocência e razão, descritas na Palavra, ou seja, use todas as declarações que a Bíblia fala sobre a sua situação.

Não vá para a batalha sozinho, vá juntamente com Deus, o vencedor, contra o seu inimigo.

Inicie a oração propriamente dita, especifique o motivo dela em Nome de Jesus e lance-se contra o diabo exigindo que ele vá embora da sua vida, família, saúde, fonte de renda, casamento, etc

A batalha da oração termina quando vencemos o nosso inimigo (dor, miséria, depressão, medo, etc.)




3º Não aceite nada diferente daquilo que você determinou na sua oração

"conta tu as tuas razões" Isaias 43:26 c

Não desista, não recue, não saia sem o seu troféu, que é a sua resposta, que é o mover de Deus na sua vida. Saiba o seu lugar já proporcionado em Jesus e não ceda."...todo o dia e toda a noite jamais se calarão; ó vós, os que fazeis lembrar ao SENHOR, não haja descanso em vós, nem deis a ele descanso, até que confirme, e até que ponha a Jerusalém por louvor na terra." Isaías 62:6b e 7

Erga a sua voz e não aceite outro veredicto diferente daquele que você determinou.

Nesta fase o demônio costuma te acusar, relembrando erros do passado e do presente, que você não merece ser abençoado, trás pensamentos de humilhação, que você é um pecador sujo, etc.Se a acusação proceder, ou seja, se permanece algum pecado não confessado a Deus, acerte-se imediatamente com Deus ("Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados, e nos purificar de toda a injustiça." 1 João 1:9) Após, pode mandar o diabo embora porque ele sabe que não pode permanecer.

Nesta fase o maligno vai querer plantar na sua mente toda a sorte de sementes de destruição e de desmerecimento do tipo "não vai dar"; "tem gente muito mais capacitada que você"; "seu tempo já passou"; "sua aparência é horrível, ninguém vai te querer"; "você não tem estudo nenhum"; "você fez uma faculdade muito fraca"; "o curso que você escolheu não tem valor nenhum no mercado"; "seu marido te acha velha", etc. Nesta hora combata todo esse mal com a Palavra.

Veio um pensamento contrário, faça como o Senhor Jesus em Mateus 4, use a Palavra. O diabo sabe que não pode ficar e foge desesperadamente. Assim você está resistindo a todo o mal e abrindo caminho para que as bênçãos de Deus te alcancem.

Lembre-se que as bênçãos de Deus nos são concedidas pela graça e mediante a fé. De nós mesmos e por nosso próprio braço nada seria possível e sim pelo sacrifício de Jesus na cruz.



4º Justificação

"para que te possas justificar" Isaias 43:26 d

Um fato muito importante, que faz com que muita gente fiel perca a bênção, e que deve ser mantido vivo em nós é que no sacrifício de Cristo conquistamos o direito de sermos justos, ou seja, através da fé em Cristo fomos justificados. Em outras palavras, em Jesus temos a "ficha limpa" como se nunca tivéssemos errado em toda a nossa vida.

Saiba que Deus tem muito mais para nos dar do que apenas o pleito das nossas orações. ("Ora, àquele que é poderoso para fazer tudo muito mais abundantemente além daquilo que pedimos ou pensamos, segundo o poder que em nós opera," Efésios3:20)

A Bíblia nos garante vitória.

Em Nome de Jesus.



Mônica Gazzarrini



"Jesus Cristo é o Senhor"

sábado, 25 de junho de 2011

EQUILIBRIO ESPIRITUAL E A VONTADE DE DEUS

Todo aquele que faz o que Deus lhe fala ao coração através das Sagradas Escrituras, com amor e misericórdia, jamais é deixado só, porque está amando a Deus e dEle também é amado.




"Nem todo o que me diz: Senhor, Senhor! entrará no reino dos céus, mas aquele que faz a vontade de meu Pai, que está nos céus." Mateus 7:21



O religiosismo e o espírito de zelo excessivo (que acaba ultrapassando aquilo que a Palavra diz) têm cegado as pessoas, assim como ocorreu com Saulo, que perseguia os cristão acreditando estar fazendo uma obra a Deus!



O Senhor Jesus nos deixou uma mensagem de abnegação e amor que traduziu-se na obediência àquilo que Deus o comissionou a fazer, expulsando demônios, curando enfermos e morrendo por nós, fazendo-nos livres e abrindo-nos as portas do reino de Deus.



"nada faço por mim mesmo, mas falo como o Pai me ensinou. E aquele que me enviou está comigo; o Pai não me tem deixado só, porque eu faço sempre o que lhe agrada" João 8:28b e 29.



Todo aquele que faz o que Deus lhe fala ao coração através das Sagradas Escrituras, com amor e misericórdia, jamais é deixado só, porque está amando a Deus e dEle também é amado.



Não é por muito falar que seremos ouvidos, tampouco é declarando em alta voz "Jesus, eu te amo". Aqueles que realmente O amam obedecem é à Palavra que receberam, colocando-a em ação no seu cotidiano, sendo luzes vivas do amor do Senhor.



Encare o desafio que o Senhor tem colocado à sua frente e que já foi confirmado quando você ouviu a Palavra de Deus. Ele mesmo garante que estará sempre com você nessa empreitada. O seu êxito nessa obra é o sucesso do próprio Deus!



Não permita mais que os espinhos desta vida sufoquem a diretriz divina que você tem recebido do Senhor. Ele proverá!



A maior recompensa à obediência a Deus é estar eternamente à Sua direita junto com o Senhor Jesus e com todos os santos da Sua igreja.



A porta de entrada do reino dos céus está aberta aos que fazem a vontade de Deus.



Em Nome de Jesus.



Mônica Gazzarrini



Renascida em Cristo desde 2004, estudiosa do Evangelho, autora dos livros "Como conhecer Deus na prática - Tudo o que você queria saber sobre a caminhada com Deus" Volume 1 e Volume 2



Copyright 2008 © – by Mônica Gouvêa Sgarbi Gazzarrini.

DOIS SEGREDOS IMPORTANTES

O que guardar o mandamento guardará a sua alma; mas o que desprezar os seus caminhos morrerá.” Provérbios 19.16




Desprezar o seu chamado é o mesmo que deixar a alma acessível aos ataques do inimigo, e quem não ama o Senhor não será amado por Ele (1 Co 16.22). A palavra amado, nesse contexto, significa guardado, liberto e protegido de qualquer investida do maligno. Ora, o ato de cumprir o que lhe foi dado como missão faz o Altíssimo operar em seu favor, ao passo que o desprezo ao mandamento impede o poder divino de agir.

Deus lhe dá muitos caminhos para que você não caia em tentação, e todos eles são revelações do que está escrito na Santa Palavra. Portanto, desprezá-los é como fazer um buraco no muro de fogo, o qual o protege de todo mal. Os caminhos do Senhor jamais serão trilhados pelo imundo, pois o próprio Altíssimo está neles. Por isso, quem andar por eles passará pelas crises de cabeça erguida, sendo vitorioso em todas as batalhas.

Na verdade, o segredo é nunca desprezar nenhuma das revelações que lhe são dadas. Isso porque elas têm o poder de avivar a sua alma, dando-lhe a capacidade necessária para vencer sempre. Quem guardar os mandamentos jamais experimentará algum mal, pois o poder para garantir a vitória vem junto com a Palavra revelada.

Além disso, a santidade irá mantê-lo puro e longe das armadilhas que o inferno prepara para fazer de você um súdito. Ora, nenhuma tentação, por mais interessante que pareça proporciona algum benefício para quem a ela cede; ao contrário, é o ponto final de um projeto elaborado pelo inimigo para tirar você da bênção. Satanás utiliza diversos demônios em uma única tentação que parece simples.

As ofertas e os dízimos também fazem a vida ser sempre abençoada e próspera. Muitos não sabem disso e, conscientemente, tomam a decisão de passar algum tempo sem ofertar e entregar a décima parte de sua renda ao Senhor. Com isso, o diabo se realiza, pois está escrito que os displicentes nessa área são amaldiçoados (Ml 3.9). Em outras palavras, o inimigo tem autorização para agir na vida dessas pessoas.

Por outro lado, o caminho do amor a Deus e da obediência aos Seus mandamentos fará de você alguém tão forte e amável quanto o próprio Senhor. Quem ama é amado. Para essa pessoa, o bom favor divino jamais o abandona. Porém, os que desprezam o que lhes foi ordenado têm o desprezo do Todo-Poderoso. Aliás, não são poucas as pessoas que estão nessa situação, e o pior é que algumas culpam o Altíssimo por seus problemas.

Os que seguem as orientações divinas nunca tropeçam. Deus jamais daria um mandamento para prejudicar alguém ou provar de algum prazer. Ao contrário, as ordenanças nos ajudam e nos dão a verdadeira alegria.



Em Cristo, com amor,



R. R. Soares

quinta-feira, 23 de junho de 2011

DESPENSEIROS FIÉIS DA GRAÇA DE DEUS

O tempo de colocar em prática aquilo que o Senhor lhe comissionou é AGORA! Ouviu, compreendeu, confirmou, faça logo!




"Cada um administre aos outros o dom como o recebeu, como bons despenseiros da multiforme graça de Deus. Se alguém falar, fale segundo as palavras de Deus; se alguém administrar, administre segundo o poder que Deus dá; para que em tudo Deus seja glorificado por Jesus Cristo, a quem pertence a glória e poder para todo o sempre. Amém." 1 Pedro 4:10 e 11

"Que os homens nos considerem como ministros de Cristo, e despenseiros dos mistérios de Deus. Além disso, requer-se dos despenseiros que cada um se ache fiel." 1 Corintios 4:1 e 2



O Senhor nos chama para sermos disseminadores do Seu reino, Sua meta primária na qual todos devem ser alcançados.



Alguns são chamados para atuar na obra em período integral, digirindo e administrando igrejas, outros nos louvores, evangelistas, enfim, muitas são as atribuições que o Senhor nos confia, dentro e fora da igreja.



O Senhor fala a cada coração desde a primeira vez em que o Evangelho é pregado. Intimamente sabemos que Ele tem um propósito aos nos trazer à Sua presença.



Geralmente ir à uma igreja evangélica é a última saída para um problema tido como insolúvel por outros meios. Não nos aproximamos por amor a Deus, mas sim para resolver as aflições que nos rondam.



Deus sempre faz mais do que pedimos os pensamos: Ele não só nos dá a solução tão avidamente buscada, como nos dá Seu Filho Jesus, nos dá vida nova, renascemos, recebendo o presente mais valioso de todos: a vida eterna com Ele.



Particularmente, os atributos mais tocantes de Deus e grandemente enfatizados nos meus momentos de louvor e adoração são a Sua fidelidade e benignidade com que nos conduz. Como poderia haver um amor maior do que este?



O Senhor nos chama para sermos fiéis aos planos que Ele tem para nós. Não abandone, não tenha medo e tampouco ignore o que o Senhor tem falado ao seu coração pela Palavra durante as pregações e nas suas meditações e orações particulares.



O tempo de colocar em prática aquilo que o Senhor lhe comissionou é AGORA! Ouviu, compreendeu, confirmou, faça logo!



É o próprio Senhor quem nos prepara para que sejamos seus representantes onde quer que estejamos, colocando-nos sobre os sólidos alicerces do Seu imenso amor.



"E o Deus de toda a graça, que em Cristo Jesus vos chamou à sua eterna glória, depois de haverdes padecido um pouco, ele mesmo vos aperfeiçoará, confirmará, fortificará e fortalecerá." 1 Pedro 5:10



Nada é capaz de gerar maior paz do que encontrar-se fiel diante dos propósitos de Deus para nós.



Em Nome de Jesus.





Mônica Gazzarrini



Renascida em Cristo desde 2004, estudiosa do Evangelho, autora dos livros "Como conhecer Deus na prática - Tudo o que você queria saber sobre a caminhada com Deus" Volume 1 e Volume 2



Copyright 2008 © – by Mônica Gouvêa Sgarbi Gazzarrini.



“Jesus Cristo é o Senhor”

domingo, 19 de junho de 2011

ORAÇÃO COM PODER (PARTE 4)

Como orar para receber a vida de liberdade conquistada em Cristo?

Já vimos que o nosso Deus é um fogo consumidor (Isaías 33:14 e Hebreus 12:29)

Nos textos anteriores estudamos os seguintes pontos de Isaias 33:15, que fazem com que o fogo consumidor divino atue em nosso favor, são eles:
- andar em justiça

- falar com retidão
- rejeitar o ganho de opressões e sacudir das mãos todo o suborno

"O que anda em justiça, e o que fala com retidão; o que rejeita o ganho da opressão, o que sacode das suas mãos todo o presente; o que tapa os seus ouvidos para não ouvir falar de derramamento de sangue e fecha os seus olhos para não ver o mal." Isaías 33:15

Hoje veremos o trecho que ensina a tapar os ouvidos para não ouvir falar em derramamento de sangue/homicídio.

A Palavra adverte para que não sejamos cúmplices omissos.
Outro aspecto é não chatear ou aborrecer um irmão, pois, segundo a Palavra isto é homicídio (1 João 3:15).

Inimizade, jeito opressor, forma injusta de tratamento, briga, traição, desprezo são alguns exemplos de práticas espirituais homicidas, que nos afastam das respostas de nossas orações.

As conseqüências do aborrecimento causado é o sentimento de vingança.

A parte ofendida deve esforçar-se e perdoar, tirando a ofensa do seu coração, para que a oração não fique impedida, sem o fogo consumidor e sem efeito espiritual.

Você vai à reunião em sua igreja para ser abençoado, mas se tem alguém contra você, é bom que se reconcilie rapidamente para ter a sua resposta. (Mateus 5:23)

A ofensa bloqueia os efeitos da sua oração!

Eu me ofendi com o meu pastor? perdoe imediatamente para não ficar impotente em oração.

O sangue é vida, perda ou derramamento de sangue é perda de vida!

Se alguém peca e você é testemunha daquilo, ou seja, soube o que ocorreu e finge que não é com você, saiba que não ficará impune. Caso não fale em advertência levará em si mesmo a culpa alheia (Levítico 5:1)

Temos responsabilidade pelos pecados que temos conhecimento e não fazemos nada. Ore por essa pessoa. Ore e clame por sua conversão a Cristo, pois do jeito que ela está agindo já sabemos o seu triste fim.

Onde o fogo de Deus não habita, o crente come só as migalhas que caem no chão! (religioso).

Que o Espírito Santo tenha falado ao seu coração e que todas as suas orações sejam muito bem sucedidas.

Em Nome de Jesus.

Mônica Gazzarrini.


”Jesus Cristo é o Senhor”

NOSSAS PALAVRAS SELAM O NOSSO CAMINHO.

Fale de acordo com a Palavra de Deus e transforme sua vida para melhor.

 

Construímos nossa vida com o que falamos. Logo no início do Livro de Gênesis vemos que Deus criou o mundo com a Sua Palavra "E Deus disse; e disse e disse..." citado ao longo de todo o primeiro capitulo do livro.

Deus nos criou à Sua imagem e semelhança (Gênesis 1:26-27), portanto nossas palavras também tem poder criador. Cabe a nós saber o que criaremos ao nosso redor.

O Rei Davi disse que a sua língua é a pena de um destro escritor. (Salmo 45:1) Ou seja, que com as palavras vamos traçando as veredas da nossa vida.

O Senhor Jesus mesmo advertiu que "a boca fala daquilo que o coração está cheio" (Lucas 6:45), ou seja, nossas palavras são a expressão do que cremos no nosso íntimo. De nada adianta falar ao contrário do que cremos. Precisamos sim pedir ao Senhor para nos dar sabedoria, entendimento e direção através da sua Palavra para que confiemos e falemos de acordo com isto.

Tiago também ressaltou a força da nossa língua: apesar de ser um pequeno órgão é um instrumento muito poderoso. "Se alguém não tropeça em palavra, o tal é perfeito, e poderoso para também refrear todo o corpo. Ora, nós pomos freio nas bocas dos cavalos, para que nos obedeçam; e conseguimos dirigir todo o seu corpo. Vede também as naus que, sendo tão grandes, e levadas de impetuosos ventos, se viram com um bem pequeno leme para onde quer a vontade daquele que as governa. Assim também a língua é um pequeno membro, e gloria-se de grandes coisas. Vede quão grande bosque um pequeno fogo incendeia. A língua também é um fogo; como mundo de iniqüidade, a língua está posta entre os nossos membros, e contamina todo o corpo, e inflama o curso da natureza, e é inflamada pelo inferno." Tiago 3:2-7

Nossas palavras ativam o poder de Deus e colocam os anjos do Senhor a trabalhar por nós. Em Daniel 10:12 temos "Não temas, Daniel, porque desde o primeiro dia em que aplicaste o teu coração a compreender e a humilhar-te perante o teu Deus, são ouvidas as tuas palavras; e eu vim por causa das tuas palavras."

O Senhor Jesus deixou clara a nossa responsabilidade quanto àquilo que mantemos vivo em nosso íntimo e o que falamos em decorrência disso. "O homem bom tira boas coisas do bom tesouro do seu coração, e o homem mau do mau tesouro tira coisas más. Mas eu vos digo que de toda a palavra ociosa que os homens disserem hão de dar conta no dia do juízo. Porque por tuas palavras serás justificado, e por tuas palavras serás condenado." Mateus 12:35 a 37. Portanto observe bem o que você anda falando: sua fala é reflexo do seu sentimento e também da sua vida.
"Quem fala a verdade manifesta a justiça" (Provérbios 12:17).

O que é a Verdade? Verdade é tudo o que nos diz a Palavra de Deus. "Santifica-os na tua verdade; a tua palavra é a verdade." João 17:17. Se você pautar a sua vida naquilo que Palavra diz certamente terá transformações positivas em todas as áreas da sua vida.

O que é a justiça? Justiça é a concretização da Palavra de Deus nas nossas vidas.

Quem conhece a Palavra, crê que ela é a verdade vinda de Deus para nós e fala de acordo com Ela tem a sua vida abençoada em todos os sentidos.

"Errais não conhecendo as escrituras e nem o poder de Deus". Para podermos falar e abastecer o nosso coração conforme a Palavra de Deus temos que primeiramente conhece-la lendo a Bíblia, orando e meditando para que o seu sentido nos seja revelado pelo Espírito Santo, em seguida crer que a Palavra é a Verdade e falar de acordo com Ela.

Muito cuidado: jamais aceite qualquer "verdade" dita por pessoas, mesmo que você as considere de confiança ou que tenham aparência aceitável, sem confrontá-la com a Palavra. Sempre tenha dentro de você o testemunho do Espírito Santo sobre a Verdade e jamais deixe que a palavra de qualquer pessoa venha a substituí-lo. Neste aspecto a palavra é bem clara: "Maldito é o homem que confia no homem" (Jeremias 17:5a)

Para exemplificar seguem algumas citações cotidianas em contrapartida àquilo que a Palavra de Deus diz.
O mundo diz:
"Estou doente e para mim não tem mais cura"
Mas Deus diz:
"Pelas pisaduras de Cristo eu já fui curado" (Isaías 53:4 e 5)
O mundo diz:
"Seu filho é um marginal, drogado, incorrigível"
Mas Deus diz:
"Os filhos são heranças do Senhor" (Salmo 127:3)
O mundo diz:
"Você já está muito velho para ter um bom emprego, seu tempo já passou"
Mas Deus diz:
"Que eu como do fruto do meu trabalho, sou feliz e próspero" (Salmo 128:4 NVI)

E assim por diante...todas as diretrizes de Deus para qualquer área da sua vida estão presentes na Sua Palavra.

Estude a Bíblia, medite sobre o que leu, conheça e creia, não por mãos de homens, que podem errar mesmo sendo bem intencionados, mas é pelo Espírito Santo que o Pai nos ensina toda a Verdade. "Mas aquele Consolador, o Espírito Santo, que o Pai enviará em meu nome, esse vos ensinará todas as coisas, e vos fará lembrar de tudo quanto vos tenho dito." João 14:26

A Palavra pode até parecer loucura para o mundo, mas, na verdade Ela é o poder de Deus em ação nas nossas vidas. "Porque a palavra da cruz é loucura para os que perecem; mas para nós, que somos salvos, é o poder de Deus. Porque está escrito: Destruirei a sabedoria dos sábios, E aniquilarei a inteligência dos inteligentes." 1 Coríntios 1:18-19

Não tenha vergonha de falar pela fé e não pela aparência das coisas. "Deus chama as coisas que não são como se já fossem" Romanos 4:17

Avalie-se e mude sua vida para melhor: passe a observar o que fala e naquilo que você tem crido e mude para o que a Palavra de Deus diz. Certamente você transformará muitas coisas da sua vida para melhor ainda hoje.
São os meus votos.



Em Nome de Jesus.



Mônica Gazzarrini
E-mail: mogazzar@hotmail.com

sábado, 18 de junho de 2011

A CONVERSÃO NÃO É OPÇÃO

Se o homem se não converter, Deus afiará a sua espada; já tem armado o seu arco e está aparelhado.”   Salmo 7.12




Não depende da pessoa o ato de decidir se aceitará ou não o Senhor. Quando isso ocorre, foi Deus quem decidiu dar a ela a oportunidade de escapar do sofrimento eterno. Quem não aceita essa chance faz um verdadeiro agravo ao Senhor, pois rejeita a possibilidade de ser feliz para sempre e, assim, acabar com a autoridade do diabo sobre sua vida. Ora, o Altíssimo não terá por inocente a pessoa que não aceitar Sua oferta.

Jesus disse que ninguém pode ir a Ele se o Pai não o conduzir (Jo 14.6). Quando alguém é convencido do pecado, da justiça e do juízo, ele teve a obra do Espírito Santo realizada sobre sua vida de modo completo (Jo 16.8). Então, o ato de desprezar o convite santo é a pior estupidez que uma pessoa poderia praticar. Quem recusa a oferta divina ama mais o pecado do que a justiça de Deus. Então, o que o espera é o julgamento que será sem misericórdia.

Ao declarar: “Se o homem não se converter [...]”, o Senhor está dizendo que não espera de ninguém a recusa, apesar de saber que muitos recusarão Seu convite. É importante lembrar que Deus torce para que todas as pessoas se salvem (1 Tm 2.4) e, como Pai, Ele já preparou os Céus para recebê-las. Porém, Ele não as levará para lá sem que elas se convertam, e essa decisão é ato personalíssimo. O destino dos que recusarem a oferta divina será a perdição.

Aos que rejeitam Sua oferta o Altíssimo avisa que afiará Sua Espada, a qual é símbolo da Sua Palavra. Veja bem, a Palavra que o Senhor lhe envia – por meio da qual você sente que precisa arrepender-se e, por maldade pura, recusa-se a fazê-lo – irá julgá-lo no grande Dia. Ela lhe mostrará todas as vezes que o convenceu do erro e todas as vezes que, por loucas razões, você não A acatou.

Que tragédia! Um dia, Deus, Criador dos Céus e da Terra, de todo o Universo, de todas as coisas que já foram descobertas e as que também virão à luz, apesar de ser o Todo-Poderoso, preocupou-Se com o seu futuro e, então, enviou-lhe uma sábia Palavra para lhe conceder a salvação, mas você não A aceitou. Então, Ele está afiando Sua Espada, preparando-A para o dia do julgamento.

Talvez, por alguma razão, você não sinta que precisa da ajuda do Senhor, ou que essa advertência não seja endereçada a você. Saiba que há muitos que pertencem ao povo de Deus, mas estão em pecado, crendo que o Altíssimo será “bonzinho” com eles; alguns até estão exercendo um ministério. Seja você quem for, não deixe o diabo enganá-lo. Arrependa-se dos seus pecados e volte correndo para os braços do eterno Pai.

Tudo já está preparado. A mão do Senhor pode salvá-lo agora, ou você pode se recusar e se perder eternamente. Compensa envolver-se em uma situação de adultério, ou de qualquer outro pecado, em detrimento da sua alma, a qual se perderá? Deus não está brincando.



Em Cristo, com amor,



R. R. soares

ORAÇÃO COM PODER (PARTE 3)

Como proceder para obter respostas de Deus?


"Quem dentre nós habitará com o fogo consumidor?" Isaías 33:14b

"Porque o nosso Deus é um fogo consumidor" Hebreus 12:29


Já vimos que o Deus a quem servimos é um fogo consumidor de todo o mal, capaz de guerrear as nossas guerras e fazer de cada um de nós vencedores em todas as coisas.



"O que anda em justiça, e o que fala com retidão; o que rejeita o ganho da opressão, o que sacode das suas mãos todo o presente; o que tapa os seus ouvidos para não ouvir falar de derramamento de sangue e fecha os seus olhos para não ver o mal." Isaías 33:15



Para andarmos no mesmo campo de ação espiritual do Senhor precisamos andar em justiça, ou seja, reconhecer que Jesus Cristo foi nosso substituto na cruz do Calvário, realizando em si a justiça divina máxima pela humanidade.



Outro aspecto abordado no texto oração com poder (parte 2) é o falar com retidão, ou seja, falar de acordo com o que as Sagradas Escrituras dizem e não conforme os fatos ao nosso redor.



Hoje vamos abordar a terceira parte do versículo 15 de Isaías 33: arremessar para longe de si todo o ganho de opressões e sacudir das nossas mãos todo o suborno.



Significa que para continuarmos recebendo cobertura espiritual do Senhor é preciso rejeitar vantagens que oprimem os outros para serem conquistadas. Exemplos: explorar as pessoas, desrespeito aos direitos alheios, relações trabalhistas ilegais, fazer com que o próximo reaja por medo, chantagem, etc.



Quem usa dos artifícios da opressão para tirar vantagem dos outros fica mais longe do Pai a cada dia. Tudo o que se conquista desta maneira é plena desvantagem.



A parte seguinte diz: "o que sacode das mãos todo o suborno", ou seja, todo aquele que rejeita presentes escusos. A tentação é grande, aceitar algo que não lhe pertence ou para favorecer terceiros é totalmente contra a Palavra. (Inclusive aquele almoço com fornecedor corrupto.)



"Também suborno não tomarás; porque o suborno cega os que têm vista, e perverte as palavras dos justos." Êxodo 23:8



O suborno cega a pessoa que o recebe, ela perde a noção e visão das coisas de Deus, gera um abismo e uma terrível bola de neve. O pecado e o erro acabam virando coisas normais... fica com o espírito cauterizado, cria uma couraça que a isola do Senhor.



Longe do Senhor e perto do inferno, incapaz de calcular os prejuízos que acarreta, perde o freio moral e já nem se importa mais com isso.



Nem percebe que está desacreditado, perdeu a moral e o respeito dos outros quando perverte as palavras dos que conhecem e vivem o Evangelho.



Existe ainda um outro tipo de suborno, descrito em Deuteronômio 10:17 "Pois o SENHOR vosso Deus é o Deus dos deuses, e o Senhor dos senhores, o Deus grande, poderoso e terrível, que não faz acepção de pessoas, nem aceita recompensas;" este tipo de suborno refere-se às pessoas que oferecem coisas em troca para Deus!!!



Se você tem essa atitude pare agora mesmo, não queira mais comprar as bênçãos de Deus: não prometa, não faça moeda de troca com Deus e tampouco votos para ser abençoado! Suas orações não podem conter suborno a Deus: Ele não é ganancioso, não é avarento e muito menos interesseiro.



Ore mas não fique prometendo nada em troca a Deus: "se o Senhor me der isso, eu vou te dar aquilo" Não negocie o seu milagre com Deus! Você não precisa comercializar nada com Deus!



Juramentos, votos e promessas são subornos para tentar comprar a Deus, mas Ele não trabalha assim! Em vez disso, dê o seu coração, o seu louvor, o seu amor sincero, obedecendo o que Ele lhe diz nas Sagradas Escrituras, é assim que Ele vai te honrar e mudar completamente a sua história.



Já fomos (e somos) supridos de tudo por Deus através de Cristo Jesus.



Determine a sua bênção e ande em fidelidade a Deus: isto é o que O agrada e é assim que Ele te alcança, respondendo às suas orações.





Em Nome de Jesus.



Mônica Gazzarrini.



”Jesus Cristo é o Senhor”

sexta-feira, 17 de junho de 2011

ORAÇÃO COM PODER –(PARTE 2)

Como obter sucesso nas suas orações?

Como ser usado por Deus em oração? Como obter sucesso nas suas orações?

"Os pecadores de Sião se assombraram, o tremor surpreendeu os hipócritas. Quem dentre nós habitará com o fogo consumidor? Quem dentre nós habitará com as labaredas eternas?" Isaías 33:14

Não se pode servir a Deus de qualquer jeito. Agradável ou não Deus é o mesmo e sempre o será.

A renúncia é importante para quem quer ter uma vida de mudanças com Cristo e para conhecer o Deus Vivo e poderoso.

É uma escolha: caminho com ou sem Jesus? Somente aquele que se entrega a Deus vive verdadeiramente com Ele.

Uma certeza: Deus não vai te deixar no prejuízo! Tudo o que Ele revela para você em sua Palavra é sempre para o seu bem.

Jesus é quem lidera e nós somos por Ele direcionados se tivermos juízo, pois Ele sabe de todas as coisas e nos ama, projetando para nós um plano de vitória.

Quantos não trocaram a Deus por lentinhas? Por momentos de prazer? Por vícios? Por ídolos? Por sua vida profissional?

Deus é o fogo consumidor que passa na vida daquele que crê e tira tudo o que não serve. Uma vida de fidelidade a Palavra atrai a queima de Deus consumindo toda a praga semeada pelo maligno.

Já vimos que a primeira condição para ter poder na oração é andar em justiça
, ou seja, reconhecer o sacrifício de Cristo na cruz e que com ele fomos justificados em Jesus, não nos cabendo mais qualquer tipo de condenação. É reconhecer que Jesus ocupou o seu (e o meu) lugar no calvário.

Outro aspecto importante, na seqüência de Isaias 33:15 é o falar com retidão. ("O que anda em justiça, e o que fala com retidão; o que rejeita o ganho da opressão, o que sacode das suas mãos todo o presente; o que tapa os seus ouvidos para não ouvir falar de derramamento de sangue e fecha os seus olhos para não ver o mal.").

Falar com retidão é a virtude de seguir sem desvios a direção da justiça, estar em conformidade com a Palavra, falando aquilo que Ele diz.

Deus não conhece a linguagem do mundo! Deus vê diferente do mundo. Ele escolheu Mateus (um cobrador de impostos) e fez dele um grande pregador!

Deus só ouve a voz da retidão, Ele dá crédito àquele que fala e ora conforme a Sua Palavra. É o modo pelo qual as transformações ocorrem.

Quer ter uma oração ineficaz? Lamente-se, chore, reclame, esperneie e não use nada da Palavra.

Em Jeremias 1:12 Deus diz que cumpre a Sua Palavra porque Ele vela por ela e a faz acontecer na vida daquele que crê e fala conforme o que ela diz.

Deus tem compromisso somente com a Palavra e zela por cumpri-la.

Não se faça mais de coitado, Deus não tem nenhum compromisso com esse tipo de atitude. Em vez disso lembre-se de coisas importantes: você (e eu) foi feito a imagem e semelhança de Deus, respeite o seu corpo que é templo do Espírito Santo, seus filhos são heranças santas e abençoadas que Deus confiou em suas mãos.

Antes de fazer a sua oração e obter dela as respostas que necessita lembre-se de que Jesus morreu por você (e por mim) e fale em conformidade com aquilo que Deus diz em Sua Palavra.


Em Nome
de Jesus.

Mônica Gazzarrini.

“Jesus Cristo é o Senhor”




UM VÍNCULO QUE NÃO TERMINA

E o rei perguntou à mulher, e ela lho contou; então, o rei lhe deu um eunuco, dizendo: Faze-lhe restituir tudo quanto era seu e todas as rendas das terras, desde o dia em que deixou a terra até agora.”  2 Reis 8.6



Nunca creia que aquilo que um homem de Deus fez por você é tudo o que poderia ter-lhe acontecido, pois sua unção permanece sobre a sua vida e, até de modo estranho, ela poderá ajudá-lo em outras situações. Os dons de Deus são irrevogáveis e suficientes para toda obra.

Após o Senhor ter livrado Samaria de uma grande fome – por causa da opressão do exército da Síria, que havia fechado um cerco à cidade, não deixando ninguém entrar ou sair –, Eliseu deu uma profecia a uma mulher sunamita, dizendo que saísse da cidade e fosse para longe, pois Deus chamaria uma fome que duraria sete anos. Até onde sabemos ninguém mais ouviu dessa palavra e não escapou.

Ao voltar das terras dos filisteus, para onde se refugiara em obediência à palavra do profeta, a sunamita encontrou sua terra invadida. Por causa disso, ela foi falar com o rei. Quando lá chegou, Geazi, o discípulo de Eliseu, por ter sido chamado pelo rei, falava das obras operadas pelo profeta. Ao contar de um garoto que fora ressuscitado, Geazi viu a mulher e disse ao rei que ela era a mãe do menino ressuscitado por Eliseu.

O rei, então, pediu a ela que contasse o que sucedera. A mulher relatou tudo, e o monarca mandou um eunuco com ela, dizendo: “Faze-lhe restituir tudo quanto era seu e todas as rendas das terras, desde o dia em que deixou a terra até agora”. Por essa notícia ela não esperava: até a renda lhe seria restituída. A unção do profeta estava sobre ela para atuar até na consequência do seu ato de crer na Palavra dada pelo homem de Deus.

Ora, ela era aquela senhora que observava o profeta quando este passava em frente à sua residência. Ela vivia em Espírito e, por isso, sentiu que Eliseu era um verdadeiro homem de Deus. Então, sugeriu ao esposo que fizessem um quarto para que aquele servo do Senhor descansasse ali. Em retribuição, o profeta a abençoou para que tivesse um filho, apesar de o marido ser velho. Ela creu, e Deus honrou a oração do profeta (2 Rs 4.8-17).

Tempos depois, o menino morreu. Ela saiu de casa determinada a encontrar o homem de Deus e não falou com ninguém. Ao marido e a quem lhe perguntou como iam as coisas, ela disse: “Tudo vai bem”. Na verdade, o seu caso era com Deus por intermédio do Seu servo. Eliseu, então, acompanhou-a até sua casa e, para que o menino ressuscitasse, ele se estendeu duas vezes sobre o garoto, o qual deu sete espirros, abriu os olhos e foi restituído à mãe (2 Rs 4.18-36).

A lição que fica desse relato é a seguinte: o servo de Deus que foi usado para abençoar você deixou sobre a sua vida a unção dele. Portanto, não a despreze nem sinta outra coisa por ele, a não ser que continua sendo um santo homem de Deus, o qual será usado para outras obras, algumas até maiores. Se precisar, a unção que o Senhor deu a ele completará a sua bênção.



Em Cristo, com amor,



R. R. Soares

quinta-feira, 16 de junho de 2011

AS VANTAGENS DE SER JUSTO

Pois tu, SENHOR, abençoarás ao justo; circundá-lo-ás da tua benevolência como de um escudo.”   Salmo 5.12



São inúmeras as vantagens de ser um praticante da Palavra de Deus. É muito triste quando uma pessoa não conhece o Senhor e, assim, não pode ser guiada por Ele, mas é conduzida pelas forças das trevas. Os não salvos não têm a segurança que os crentes em Cristo possuem, porque vivem dominados pelo mal. A paz só está disponível para quem nasceu de novo (Jo 3.3), pois o velho coração se arrebentará se for remendado.

Se você passar a servir, de fato, a Deus, verá que sua vida redundará em grandes benefícios. Na seleção de novos empregados, o bom empregador desejará ter em sua empresa quem teme o Senhor, porque, sem dúvida, será um melhor colaborador. Se você, verdadeiramente, servir a Cristo, poderá ser usado como um daqueles jovens hebreus, os quais foram levados para a Babilônia, pois se destacaram dos demais (Dn 1.1-7).

Outro benefício que tem quem serve a Deus é a consciência tranquila, a qual nunca o condena; ao contrário, incentiva-o a continuar no bom caminho. Com isso, ele dorme melhor, trabalha com mais sucesso e jamais deixa que o diabo o use em seus maus propósitos. Como sal da terra (Mt 5.13), o filho de Deus tem condições de impedir que este mundo apodreça mais, pois ele é usado como a resposta da qual todos precisam diante dos ataques infernais.

O melhor de tudo é a declaração do próprio Deus que abençoará aquele que Lhe obedecer. Sendo justo, você terá prazer em cumprir a missão que o Senhor lhe der e não se importará com as pedras no caminho, pois irá removê-las com sucesso. O justo sabe, de antemão, que será abençoado em tudo o que fizer.

Com a bênção divina sendo derramada em sua vida, não há por que temer ou não ter coragem para enfrentar novos desafios. Como Calebe, confesse que suas forças não diminuíram com a idade e cumpra a missão que lhe foi confiada. O fato de você sentir alegria em ser instrumento nas mãos do Senhor prova que você é justo.

Outra coisa a notar é que, tendo o Altíssimo prometido envolver todos aqueles que agem de acordo com o que Ele ordena pela Sua voz, a Sua Palavra, considere-se imune aos ataques do inimigo e, ao mesmo tempo, apto a cumprir os maravilhosos planos traçados por Deus para sua vida.

Não se esqueça de que nenhuma arma por mais bem preparada que tenha sido terá sucesso em atacar você (Is 54.17). Deus prometeu envolvê-lo com Sua benevolência, a fim de lhe dar condições de se manter no caminho santo, sem nenhuma condenação, para que, em sua vida, o inimigo seja envergonhado. Por fim, o Senhor Se agradou tanto de você que Se limitou ao seu ministério e à sua voz para falar com muita gente.



Em Cristo, com amor,



R. R. Soares

quarta-feira, 15 de junho de 2011

ORAÇÃO COM PODER (PARTE 1)

Como ser usado por Deus em oração?

“Os pecadores de Sião se assombraram, o tremor surpreendeu os hipócritas. Quem dentre nós habitará com o fogo consumidor? Quem dentre nós habitará com as labaredas eternas?” Isaías 33:14

O pecador e o hipócrita se surpreendem, se assustam com o mover de Deus.

O fogo consumidor é o fogo de combate de Deus em nosso favor, guerreando as nossas guerras e vencendo todo o mal que tenta nos afligir.

“Porque o nosso Deus é um fogo consumidor.” Hebreus 12:29
Só o nosso Deus é capaz de consumir todo o mal e todas as injustiças.

Todas as orações feitas pelos filhos de Deus são assim: ao invocar o Nome do Senhor, o fogo vem, e destrói todo o mal, doença, vício, todo espírito opressor, corrige a fala e a atitude.

Quando o fogo divino entra em ação através da nossa fé na Palavra nada de mal pode continuar guerreando contra nós, porque é aniquilado pelo poder do Senhor.

Como fazer para que o fogo consumidor venha a agir em nossas vidas? O versículo 15 de Isaías 33 nos dá a resposta para obtermos eficácia nas nossas orações: “O que anda em justiça, e o que fala com retidão; o que rejeita o ganho da opressão, o que sacode das suas mãos todo o presente; o que tapa os seus ouvidos para não ouvir falar de derramamento de sangue e fecha os seus olhos para não ver o mal.” Isaías 33:15


Andar em justiça: para permitir que o Senhor faça a sua parte em nossas orações, trazendo-nos respostas, é necessário andar na certeza de que Jesus, através de sua morte na cruz fez de todos nós vencedores e livres de todo o mal. Crer no ato maior de justiça divina em Cristo é o primeiro passo para que uma oração tenha seus efeitos.

“Porque, como pela desobediência de um só homem, muitos foram feitos pecadores, assim pela obediência de um muitos serão feitos justos. Veio, porém, a lei para que a ofensa abundasse; mas, onde o pecado abundou, superabundou a graça; Para que, assim como o pecado reinou na morte, também a graça reinasse pela justiça para a vida eterna, por Jesus Cristo nosso Senhor.” Romanos 5:19 a 21

Jesus Cristo na cruz foi o seu (e o meu) substituto: reconheça isso para que a sua oração produza efeito.

Ele já levou problemas emocionais, portanto o seu destino não é sofrer, não ande mais assim, você não nasceu para ser triste e oprimido.

Pare de achar que existem privilegiados no Reino de Deus, a justiça de Deus nos fez igualmente abençoados.

Lembre-se: o rei da dor, da depressão, da miséria, do viver às custas de terceiros já foi vencido por Jesus. Por esse motivo você pode crescer onde estive e em tudo o que fizer, pois é o próprio Deus quem abençoa todas as obras das sua mãos.

Todas as vezes que estiver preocupado, chateado, reclamando da vida, achando-se um infeliz saiba que o fogo consumidor não está andando com você e que as suas orações não terão efeito.

Ande em justiça, ou seja, reconheça que Jesus já levou consigo todas as suas dificuldades.

Para que o fogo consumidor possa batalhar a seu favor não é possível andar magoado, com espírito de vingança, aflito e atordoado com a situação.

A justiça de Deus opera em Cristo para aqueles que dão crédito à Palavra e não mais aos problemas. Esta atitude toma quem crê no Senhor e em Sua Palavra.
Em Nome de Jesus.

Mônica Gazzarrini.


”Jesus Cristo é o Senhor”




OBRAS QUE DEUS FAZ NA NOITE

E levantaram-se ao crepúsculo, para irem ao arraial dos siros; e, chegando à entrada do arraial dos siros, eis que não havia ali ninguém.” 2 Reis 7.5




Era triste a situação de Israel nos dias em que Eliseu profetizava. Quando o comandante da nação não serve ao Senhor, o povo todo sofre. Ele pode até alcançar sucesso em algumas áreas, mas, sem dúvida, o diabo fará com que padeça de várias maneiras. Hoje, nas nações ricas, a taxa de suicídio é altíssima; em outras, a promiscuidade e o uso de drogas imperam. Na verdade, onde não há respeito a Deus, sempre existem operações do mal.

Esse versículo é parte do relato de um livramento que Deus deu ao Seu povo. Na ocasião, o cerco do exército da Síria tinha levado o povo à penúria. Por causa da grave fome, duas mães fizeram um pacto macabro de matarem os filhos para se alimentar. Ao saber disso, o rei rasgou suas vestes (2 Rs 6.24-30).

No entanto, quatro leprosos receberam a inspiração de marchar até o acampamento dos sírios (2 Rs 7.3). Ora, a fé é uma ordem divina para que marchemos sem nos importarmos com as dificuldades. Eles não sabiam que a marcha da fé que possuíam apavoraria as forças inimigas. Isso ocorre sempre, pois os perdidos não têm fundamento para se firmarem em suas decisões. Todos aqueles que obedecerem aos impulsos dados pelo Senhor haverão de pôr em desespero os que confiam em si ou no inimigo.

Os ímpios não têm como resistir à pressão alguma, uma vez que não têm o Senhor como fortaleza, refúgio nem socorro. Então, a decisão mais acertada que tomarão será fugir para poupar a própria pele. Aliás, eles fugirão mesmo que não haja quem os persiga. Já o povo que confia no Altíssimo possui uma fortaleza inatingível. O recurso dos servos de Deus é o próprio Senhor.

Não existe algo mais importante a ser feito do que confiar no Pai. Quem Lhe obedece descobre que Ele guerreou em seu lugar, e isso acontece em todas as batalhas. Por isso, experimente confiar no que Deus diz e veja o quanto amável e poderoso Ele é. Com o Todo-Poderoso operando, simplesmente você se tornará vencedor em todas as áreas.

Toda profecia que o nosso Pai coloca em nossa boca deve ser entregue com fé e determinação. Eliseu não tremeu ao falar que, a despeito da fome que imperava naqueles dias, haveria tanta fartura, que os preços dos alimentos seriam irrisórios. Se ele tivesse titubeado, o milagre não teria ocorrido; contudo, ele foi firme e confiante. Por isso, o Altíssimo honrou Sua Palavra, e, assim, a abundância chegou como foi profetizada.

Não tenha medo de falar o que o Senhor ordenar. Quando é de Deus, a profecia se cumpre nos mínimos detalhes. O Pai sempre garante que Seu povo tenha o melhor, desde que o queira e ouça Sua voz. Então, seja fiel Àquele que o chamou para pertencer ao Corpo de Cristo. Você se surpreenderá com o que Deus fará em seu favor.



Em Cristo, com amor,



R. R. Soares

terça-feira, 14 de junho de 2011

O IRMÃO MAIS VELHO DO FILHO PRÓDIGO

Aprenda o que as atitudes do irmão mais velho do filho pródigo podem nos mostrar.

 

A famosa parábola do filho pródigo citada em Lucas 15:10 a 32 nos trás diversas mensagens, em especial a que se refere à alegria do Pai quando nos arrependemos e nos entregamos a Ele depois de darmos algumas "cabeçadas" pelo mundo, mas também temos algumas lições importantes inseridas na atitude do irmão mais velho do mesmo.


Vejamos:

1)O irmão mais velho estava distante e não sabia o que acontecia na sua própria casa. ("E o seu filho mais velho estava no campo; e quando veio, e chegou perto de casa, ouviu a música e as danças. E, chamando um dos servos, perguntou-lhe que era aquilo." Lucas 15:25 e 26).
*       Quantas vezes nos afastamos da presença de Deus: não oramos mais com afinco e com fervor, não lemos nem meditamos mais na Palavra, nos afastamos da convivência diária com o Senhor e acabamos perdendo a direção que nos ajuda, nos edifica e nos abençoa. Ficamos sem saber o que ocorre dentro da nossa própria casa... Começamos até a chegar mais perto, ver os rumores contrários que se levantam ao redor, mas não compreendemos bem como, quando e muito menos o porquê daquele mal ter se instalado na nossa vida ou na vida de pessoas que estão diariamente ao nosso redor. Quando não vigiamos somos pegos de surpresa por algo que já estava ali há muito tempo. Ficamos boquiabertos com o que ocorreu, não sabemos como se instalou e muito menos como fazer para erradicar o mal que entrou em nossa vida. "Jesus, porém, respondendo, disse-lhes: Errais, não conhecendo as Escrituras, nem o poder de Deus. o poder de Deus" Mateus 22:29. Para cada problema existe uma direção segura e completa nas Escrituras que nos garante a vitória. Precisamos nos aplicar a conhecer o que a Bíblia diz sobre o problema e também receber a direção de Deus para colocar o Seu poder em ação, acabando com o sofrimento que nos assola.


2)O irmão mais velho não queria saber, ao contrário, ficou muito indignado. ("Mas ele se indignou, e não queria entrar." Lucas 15:28)
*       Quantas vezes não demos as costas ao problema, nos irritamos, nos desanimamos, ficamos alheios à questão na esperança de que ela volte de onde veio como que num passe de mágica... Muitas pessoas já nem lutam mais, achando o problema normal, alguns até dizem "minha dor", "meu diabetes", "minhas dívidas", ou seja, esfriaram na fé e perderam totalmente as esperanças de viver livres do que as atormenta. Elas já nem querem mais saber. É uma pena porque Deus nos reserva o melhor desde que assumamos a nossa posição em Cristo, ou seja, querendo receber o bem de Deus e obedecendo à sua direção para que Seu poder opere e nos traga vitória e confiança multiplicadas."Se quiserdes, e me ouvirdes, comereis o bem desta terra" Isaías 1:19


3)O irmão mais velho questionou a atitude do seu próprio pai ("E saindo o pai, instava com ele.")
*       O desconforto do irmão mais velho para com a situação era tal que ele simplesmente disparou seus motivos impensados contra o próprio pai. Quantas vezes nós também, numa atitude frustrada e impensada ficamos "de mal" de Deus, colocando todos os nossos motivos egoístas e pequenos, como se Ele fosse o causador do nosso entrave. Simplesmente não estamos entendendo nada e queremos achar um culpado para o que está ocorrendo e que este não seja a gente mesmo! Quando nos iramos, nos irritamos, perdemos o senso e o controle ficamos há quilômetros de Deus e, consequentemente, fora da solução dos problemas que nos afligem. "Sabei isto, meus amados irmãos: Todo homem seja pronto para ouvir, tardio para falar e tardio para se irar. Porque a ira do homem não opera a justiça de Deus." Tiago 1:19 e 20.


Outro aspecto importante revelado pelo irmão mais velho nesta parte é toda a sua inveja da atitude do pai frente ao seu filho pródigo.

Antiguidade no Evangelho não é sinônimo de preferência de Deus para nos dar as bênçãos que precisamos: Quantas pessoas não estão há anos freqüentando a igreja e simplesmente não crescem. Aí chega um novo convertido e este começa a ser ricamente abençoado.

A diferença certamente está nas atitudes para como o Senhor: o novato erra, mas logo pede perdão a Deus e àqueles a quem ele ofendeu; ele não guarda qualquer rancor no coração, esquecendo rapidamente um ofensa que lhe fizeram; ele rasga o coração diante de Deus, se arrepende dos seus caminhos errados e não tarda em mudar suas atitude; ele não se reveste de preconceitos e aprendeu que amar a Deus é obedecer à Sua Palavra que ele acabou de aprender: Deus se agrada dos sinceros e não dos perfeitos.


Em Nome de Jesus.



Mônica Gazzarrini
E-mail: mogazzar@hotmail.com



"Jesus Cristo é o Senhor" 

O SERVO DE DEUS JAMAIS É SURPREENDIDO

“E ele disse: Vai e vê onde ele está, para que eu envie e mande trazê-lo. E fizeram-lhe saber, dizendo: Eis que está em Dotã.”   2 Reis 6.13



As pessoas que não servem ao Senhor costumam tomar decisões infantis. O que adiantava mandar prender o homem de Deus? Sem dúvida, o Altíssimo, que o usava daquela forma, iria usá-lo tantas vezes fosse necessário. Os servos do Senhor jamais caem, a menos que isso faça parte do divino propósito. Ora, Deus guarda Seus filhos, por isso nenhum deles deve temer as decisões de quem não respeita o Todo-Poderoso.

O rei da Síria se cansou de ver seus planos se frustrarem e seus soldados serem surpreendidos. Meu irmão, sempre será assim com aqueles que vivem na rebeldia e não dão a Deus o devido lugar em sua vida. Buscar a ajuda de qualquer outro ser é como “dar murros em ponta de faca”, pois não há outro fundamento nem outra pessoa que possa salvar-nos. Somente o Senhor é Deus!

O Pai, ainda hoje, pode usar Seus servos, como fazia com o profeta Eliseu e outros que se dedicavam a cumprir Sua vontade. Os exemplos bíblicos não foram escritos para louvarmos aqueles que se deixaram ser instrumentos do Senhor, mas, sim, para sabermos que o Deus o qual os usava é o nosso Deus e, por isso, havendo necessidade, também seremos grandiosamente usados para Sua glória.

Se existissem mais servos dedicados à Palavra e à oração, a obra divina se expandiria rapidamente. Um grande erro de quem começa a ser usado pelo Senhor é querer aproveitar-se da unção em benefício próprio. Por que alguém chamado para cumprir o ministério divino precisa entrar na política? Por que alguns dariam tudo para fazer parte da Academia de Letras, de outras associações seculares, ou até pagariam por algum diploma?

Os escândalos noticiados nos dias de hoje são frutos de vidas que não vigiam. O diabo é nosso adversário e anda ao nosso derredor, bramando como leão, à procura de alguém que possa tragar (1 Pe 5.8). O triste é que ele tem tragado muitas pessoas que deveriam estar brilhando com a luz divina, mas encontram-se enlameadas pelos pecados da carne e da desonestidade. O pior é que muitas delas não acordam.

De uma coisa esteja certo: o diabo deseja tirá-lo da presença de Deus e fazer você perder a sua salvação. Não tenha a menor dúvida de que o desejo infernal está sendo realizado pelos demônios, porque são eles que o tentam o tempo todo. O segredo é temer o Senhor e vigiar para não entrar em tentação (Mc 14.38).

O rei não entendia que Eliseu também ouviria essa sua nova decisão. É verdade que as pessoas as quais não são guiadas por Deus são capazes de tomar decisões imaturas. Sem dúvida, o Altíssimo revelaria ao profeta os novos planos do rei. Quem viver na presença do Senhor jamais será surpreendido.



Em Cristo, com amor,



R. R. Soares

segunda-feira, 13 de junho de 2011

CUIDADO COM QUEM NÃO SERVE A DEUS

Vagueiem buscando o que comer, passem a noite sem se fartarem”.    Salmo 59.15



Essa é a trajetória de quem não serve a Deus. A descrição de tais pessoas se encaixa em várias delas que você conhece. Posso afirmar que grande parte dos que se dizem filhos de Deus são retratados na revelação dessa palavra. São muitos os que estão enganando a si mesmos com o que fazem, pois pensam estar realizando a obra do Senhor. Inclusive, há casos de líderes os quais pensam que a obra divina é como uma fazenda de sua propriedade.

Não importa se alguém se diz servo de Deus; se o seu procedimento for como o descrito acima, chegará o dia em que ele revelará quem é na verdade. Quem não obedece aos padrões das Escrituras iguala-se aos inimigos da fé. As atitudes de um indivíduo mostram se ele é ou não do Senhor. Quem se ressente do sucesso, das respostas em orações que outros obtêm, não é dirigido pelo Espírito Santo, mas, sim, pelo espírito da inveja.

Se algum amigo seu se recusar a viver sob a luz da Palavra e não respeitar os mandamentos, ele não serve para ser seu companheiro. O melhor a fazer é fugir de todos aqueles que se recusam obedecer ao Senhor; pois, ao cair da noite, eles virão buscar o que comer. Nem precisa ser noite completa para que surjam com todo o apetite e dispostos a tudo para conseguir o que querem. Quem der guarida a eles sofrerá prejuízos.

O correto é servir a Deus com todo o seu coração, e, enquanto você dormir, seu pão será preparado. Não ligue para as tribulações, pois você não será desamparado. Pode até parecer que você esteja desligado do Senhor, mas isso jamais ocorrerá. Deus trabalha para aquele que nEle confia, por isso não é necessário sacrifícios, penitências nem algum esforço para o Pai trabalhar em seu favor; basta somente confiar nEle.

Por outro lado, cuidado com os que não respeitam a Palavra de Deus. Quando decidem conseguir aquilo de que precisam para a sobrevivência, ou qualquer outra finalidade, são capazes de agir com impiedade, sendo maus e traiçoeiros. Na verdade, o espírito maligno que os engana imprime neles sua natureza e os faz agir como verdadeiros súditos do império do mal.

Pobres daqueles que se desviam para a perdição. Por não desejarem consertar-se com Deus, tão logo a noite cai – tempo em que parece não haver profecia e, aparentemente, o Senhor não fala com os Seus –, saem a vaguear, procurando satisfazer suas torpes necessidades. Como nunca se fartam, prosseguem sempre fazendo o mal e, por isso, jamais encontram a paz.

A causa de não sentirem a maldade que praticam é uma só: eles não têm respeito pela Palavra de Deus. Se dessem ouvidos ao que o Senhor fala, em pouco tempo, a situação deles melhoraria. No entanto, como continuam na irresponsabilidade, preferindo andar fora dos planos do Mestre, essa rebeldia os impedirá de serem atendidos em suas petições e determinações.



Em Cristo, com amor,



R. R. Soares

domingo, 12 de junho de 2011

SEJA SEMPRE PRUDENTE

Agora, pois, ó reis, sede prudentes; deixai-vos instruir, juízes da terra”.  Salmo 2.10



Não é bom fazer a obra de Deus de qualquer jeito (Jr 48.10a), como se ela não tivesse o Todo-Poderoso como Comandante. Pelo fato de a obra ser dEle, e não nossa, temos de utilizar somente os meios colocados à nossa disposição. Jamais se deixe levar pelo descaso na realização da vontade divina. O fato de Deus tê-lo chamado para realizar Seu trabalho faz de você alguém muito privilegiado.

Jesus nos fez reis para o nosso Deus (Ap 1.6), para que pudéssemos realizar Sua vontade do modo que Ele faria se estivesse em nosso lugar. Então, é bom estarmos atentos para o fato de que fomos constituídos soberanos, a fim de que não sejamos desclassificados ou acusados de termos exagerado na aplicação da nossa autoridade. Devemos ser prudentes e nunca se deixar influenciar pelo que aparentemente é.

O Senhor nos orienta a não deixarmos a prudência de lado, porque ela é necessária aos passos que iremos dar e às ações que executaremos. Com ela, é possível evitar os laços armados pelo inimigo para aqueles que se encontram em posição de autoridade, na qual muitos deixam o prestígio e a ingenuidade de alguns corrompê-los. O melhor é sempre se considerar servo e, ao sentir que alguma tentação está a caminho, pedir logo a ajuda divina.

Os sábios se deixam instruir; já os que se importam com resultados, e não com os meios empregados, agem de qualquer maneira. Depois, questionam o porquê de alguns serem bem-sucedidos, e eles não. Deus declara que não faz acepção de pessoas (Rm 2.11). Para Ele, qualquer pessoa, em qualquer lugar, que se dispuser a cumprir Sua vontade Lhe será agradável. Por isso, havendo necessidade, clame por socorro.

Sendo os executores da justiça de Deus na terra, precisamos muito de prudência. Essa sabedoria celestial nos impedirá de agir de modo contrário aos propósitos divinos. Com ela, nos livraremos dos planos satânicos. A nossa responsabilidade aumenta à proporção que somos usados. Quanto mais a pessoa recebe do Senhor, mais deve vigiar, pois, do contrário, entrará em tentação.

Um dia, seremos convocados a prestar contas do que fizemos ou deixamos de fazer na missão que Ele nos concedeu. Por isso, não é bom esquecermos que o trabalho para o qual Deus nos comissionou não se compara a uma fazenda que possuímos. Jamais devemos considerar-nos os donos da obra e, por isso, podemos fazê-la de qualquer jeito. Santidade ao Senhor é uma condição fundamental para não sermos condenados no grande Dia.

Cumprindo sua chamada dentro dos limites da fé, com firmeza, determinação e respeito ao que lhe foi ensinado, não há por que temer o acerto de contas. Se você tem se excedido no cumprimento do dever, busque emendar-se, confessando seus erros e obtendo o perdão divino, pois o julgamento será sem misericórdia.



Em Cristo, com amor,



R. R. Soares