Seguidores

COM JESUS É POSSÍVEL SER FELIZ E VENCER TODO DIA

Quantas vezes nos sentimos sem rumo e pensamos não ter com quem contar. Jesus é o nosso melhor amigo.
Quando conhecemos a Jesus e a Ele nos entregamos descobrimos uma vida completamente nova que está
disponível a todas as pessoas.
Este espaço é um convite para conhecer e praticar o que a Palavra de Deus nos ensina durante todos os dias da nossa vida.


ESCREVAM !!!!!!!!!!!!!!!!!

Estou abrindo espaço para você que deseja orientação através do e-mail: conhecerdeusnapratica@outlook.com;

que será respondido na publicação no blog zelando a identidade da pessoa que será chamada de amiga.

Com isso as pessoas poderão ter minha orientação e de todos que acompanham o blog, recebendo desta forma maior apoio para resolução de seus problemas.

ESCREVAM !!!!!!!!!!!!!!!!!

domingo, 8 de maio de 2011

A PARÁBOLA DOS TRABALHADORES NA VINHA.

Jesus, através desta parábola, nos revela a graça e a generosidade soberana de Deus, inclusive aos que chegam por último ao Reino dos Céus.


 Porque o reino dos céus é semelhante a um homem, pai de família, que saiu de madrugada a assalariar trabalhadores para a sua vinha. E, ajustando com os trabalhadores a um dinheiro por dia, mandou-os para a sua vinha. E, saindo perto da hora terceira, viu outros que estavam ociosos na praça, E disse-lhes: Ide vós também para a vinha, e dar-vos-ei o que for justo. E eles foram. Saindo outra vez, perto da hora sexta e nona, fez o mesmo. E, saindo perto da hora undécima, encontrou outros que estavam ociosos, e perguntou-lhes: Por que estais ociosos todo o dia? Disseram-lhe eles: Porque ninguém nos assalariou. Diz-lhes ele: Ide vós também para a vinha, e recebereis o que for justo. E, aproximando-se a noite, diz o senhor da vinha ao seu mordomo: Chama os trabalhadores, e paga-lhes o jornal, começando pelos derradeiros, até aos primeiros. E, chegando os que tinham ido perto da hora undécima, receberam um dinheiro cada um. Vindo, porém, os primeiros, cuidaram que haviam de receber mais; mas do mesmo modo receberam um dinheiro cada um. E, recebendo-o, murmuravam contra o pai de família, Dizendo: Estes derradeiros trabalharam só uma hora, e tu os igualaste conosco, que suportamos a fadiga e a calma do dia. Mas ele, respondendo, disse a um deles: Amigo, não te faço agravo; não ajustaste tu comigo um dinheiro? Toma o que é teu, e retira-te; eu quero dar a este derradeiro tanto como a ti. Ou não me é lícito fazer o que quiser do que é meu? Ou é mau o teu olho porque eu sou bom? Assim os derradeiros serão primeiros, e os primeiros derradeiros; porque muitos são chamados, mas poucos escolhidos.  Mateus 20:1-16


A parábola acima ressalta as diversas horas de trabalho na vinha de Deus, ou seja, os dons que Deus distribui como Ele quer!

Deus busca os que trabalharão por Ele na sua obra. O Senhor combina com os trabalhadores e os manda para a vinha, para plantar e colher, na obra de Deus. É quando compreendemos, através das Sagradas Escrituras, verdade de Deus, que um ministério nos foi reservado.

Por mais que reclamemos e no nosso íntimo pensemos que existem outros que estão sendo muito mais beneficiados do que nós, apesar do pouco tempo deles na obra, Deus nos dá o que for justo por nossa ação que é feita por Ele, pela nossa sincera dedicação àquele ministério que Ele nos concedeu.

São os dons de Deus, não importa o tempo, não é Ele que vai definir o nosso procedimento perante estes dons e nem o esforço, empenho e dedicação de quem trabalha na obra.

Não é porque alguém está há mais tempo na obra é que terá mais de Deus, pois Ele nos dá o que é justo.

Os últimos nada cobraram, nem reclamaram, ficam agradecidos por terem sido chamados e, por não murmurarem contra Deus, são escolhidos por Ele para integrarem o Reino dos Céus.

Deus distribui os seus dons do jeito que Ele quer e para Ele nós somos todos iguais, pois Ele não faz acepção de pessoas, mas Deus não escolhe os que reclamam dEle e ficam cheios de maldade, pois estas atitudes é que bloqueiam a entrada deles para habitarem com o Pai, pois elas não fazem parte do Criador.

Os queixosos, que não conseguem aceitar esta manifestação espantosa da graça de Deus, quase certamente representam os líderes religiosos que se opunham a Jesus.

Os últimos, chamados e escolhidos, são os primeiros porque aceitam, nem sequer sabem o quanto vão ganhar, mas vão e aceitam tudo o que Deus lhes dá e são herdeiros eternos de Deus e moradores do Reino dos Céus.



Em Nome de Jesus.

Mônica Gazzarrini


“Jesus Cristo é o Senhor”

Nenhum comentário: