Seguidores

COM JESUS É POSSÍVEL SER FELIZ E VENCER TODO DIA

Quantas vezes nos sentimos sem rumo e pensamos não ter com quem contar. Jesus é o nosso melhor amigo.
Quando conhecemos a Jesus e a Ele nos entregamos descobrimos uma vida completamente nova que está
disponível a todas as pessoas.
Este espaço é um convite para conhecer e praticar o que a Palavra de Deus nos ensina durante todos os dias da nossa vida.


ESCREVAM !!!!!!!!!!!!!!!!!

Estou abrindo espaço para você que deseja orientação através do e-mail: conhecerdeusnapratica@outlook.com;

que será respondido na publicação no blog zelando a identidade da pessoa que será chamada de amiga.

Com isso as pessoas poderão ter minha orientação e de todos que acompanham o blog, recebendo desta forma maior apoio para resolução de seus problemas.

ESCREVAM !!!!!!!!!!!!!!!!!

quarta-feira, 25 de maio de 2011

COMO TEM SIDO O SEU RELACIONAMENTO PESSOAL COM O SENHOR ?

Não deixe que o seu relacionamento com o Senhor caia na rotina.

Nossa comunhão com o Senhor tem que ser renovada todos os dias por um fato bíblico simples e muito importante: o Senhor abomina gente que é morna na fé. “Conheço as tuas obras, que nem és frio nem quente; quem dera foras frio ou quente! Assim, porque és morno, e não és frio nem quente, vomitar-te-ei da minha boca.” Apocalipse capítulo 3 versículos 15 e 16.

Na nossa vida sabemos que tudo o que fica morno tende ao fracasso: no casamento, no trabalho, nas amizades, etc. O que fazemos? Cuidamos com amor e carinho e estabelecemos proximidade para que não venham a existir brechas que podem acabar por minar a nossa felicidade. 

Nosso casamento com o Senhor também é assim. Ele precisa ser cultivado e renovado todos os dias. “E não sede conformados com este mundo, mas sede transformados pela renovação do vosso entendimento, para que experimenteis qual seja a boa, agradável, e perfeita vontade de Deus.” Romanos Capítulo 12 versículo 2

Será que estamos indo ao Senhor da mesma forma como vamos à padaria?? Vou me explicar: sabe aquele sujeito que vai todos os dias tomar seu café da manhã na padaria e diariamente pede ao atendente café com leite e pão com manteiga na chapa. Depois de alguns dias ele até já diz para o atendente “ô Zezinho, vê o de sempre”, ou seja, será que as nossas orações ao Pai não tem sido sempre as mesmas do tipo: “Senhor proteja o meu esposo, meus filhos, meus parentes de todo o mal, amém” será que, mediante à mesma oração todos os dias não seria mais fácil dizer (ironizando lógico): “Senhor, aquela oração de sempre”... De modo algum é errado pedir e interceder pelos nossos, o errado é se deixar levar pela oração rotineira, sem o coração, e sem levar em conta a evolução da situação ao nosso redor.

Seguindo a mesma linha de pensamento: como será que estamos indo à igreja??
Por costume ou para ter um encontro real com o Senhor na alegria do louvor?
Por medo ou com interesse em ouvir o que o Senhor quer nos dizer através da Palavra ??
Por simples hábito ou para fazer aquela oração sincera (e inédita) que brota do nosso coração após tê-La ouvido.

Em Mateus capítulo 28 versículo 20 o Senhor Jesus disse que estaria conosco todos os dias (“E, chegando-se Jesus, falou-lhes, dizendo: É-me dado todo o poder no céu e na terra. Portanto ide, fazei discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo; Ensinando-os a guardar todas as coisas que eu vos tenho mandado; e eis que eu estou convosco todos os dias, até a consumação dos séculos. Amém.”), mas e nós? Será que temos realmente estado com Ele de coração inteiro todos os dias?? 

Será que temos mantido aquele primeiro amor??

Será que ainda estamos interessados em ser instrumentos nas mãos de Deus?? “Escolhei, pois, irmãos, dentre vós, sete homens de boa reputação, cheios do Espírito Santo e de sabedoria, aos quais constituamos sobre este importante negócio.” Atos capítulo 6 versículo 3.

Pare e pense um pouco: o Senhor não nos chama sem um propósito. Ele quer nos colocar para fazer algo importante para Ele. Mas será que estamos nas condições para que Ele assim proceda??

Reflitamos (isso se estende a todos nós):
Como será que anda a minha reputação perante as pessoas? Será que eu ando devendo para alguém? Será que eu realmente tenho amado o próximo? Ou será que estou com raiva de “meio mundo”?

E perante Deus qual será o meu conceito? Será que eu tenho seguido ao Senhor com todo o meu coração? Ou é só “fachada”? Lembre-se Deus olha o nosso coração... “Porém o SENHOR disse a Samuel: Não atentes para a sua aparência, nem para a grandeza da sua estatura, porque o tenho rejeitado; porque o SENHOR não vê como vê o homem, pois o homem vê o que está diante dos olhos, porém o SENHOR olha para o coração” 1 Samuel Capítulo 16 versículo 7

E perante o inimigo? Será que o mal me conhece como alguém que é realmente de Jesus?  Ou será que eu estou como aqueles exorcistas judeus que apanharam do inimigo em Atos capítulo 19 versículos de 11 a 16? (“E Deus pelas mãos de Paulo fazia maravilhas extraordinárias. De sorte que até os lenços e aventais se levavam do seu corpo aos enfermos, e as enfermidades fugiam deles, e os espíritos malignos saíam. E alguns dos exorcistas judeus ambulantes tentavam invocar o nome do Senhor Jesus sobre os que tinham espíritos malignos, dizendo: Esconjuro-vos por Jesus a quem Paulo prega. E os que faziam isto eram sete filhos de Ceva, judeu, principal dos sacerdotes. Respondendo, porém, o espírito maligno, disse: Conheço a Jesus, e bem sei quem é Paulo; mas vós quem sois? E, saltando neles o homem que tinha o espírito maligno, e assenhoreando-se de todos, pôde mais do que eles; de tal maneira que, nus e feridos, fugiram daquela casa.”) 

Há quanto tempo você (e eu) não ora a Deus rasgando o coração em amor e adoração a Ele? Será que só está orando na hora do problema e do aperto?

Há quanto tempo você (e eu) não canta ao Senhor com alegria verdadeira, aquela que vem do âmago do seu ser?

Há quanto tempo você não lê, ouve ou medita na Palavra de Deus com aquela vontade, interesse e sede lá dos primeiros tempos de conversão??

Quanta gente vai à igreja regularmente, mas só por hábito ou por medo. Elas até tem um aspecto santo, mas seu coração está há quilômetros do Pai, muitos até vão à igreja, mas querendo que o culto acabe logo... não estão desfrutando da presença de Deus e acabam ficando desorientados e vazios do Seu amor.

Ir com regularidade à igreja é excelente, orar pelos parentes, colegas, amigos e pelos lá não tão amigos também, mas com que qualidade temos feito isso? Temos amado ao nosso semelhante? Temos amado ao Pai ouvindo e obedecendo a Sua Palavra? Ou nos deixamos levar por uma “rotina espiritual”?

Seja sincero: Você tem tido um relacionamento pessoal com o Senhor ou precisa de “procuradores” espirituais, ou seja, precisa que sempre orem por você, não busca a direção do Pai por si mesmo. Deus nos guia através do Seu Espírito, precisamos investir tempo e esforço para obtermos crescimento espiritual direto da fonte.

Deus pode até confirmar um propósito através de pessoas ao seu redor, mas Ele não vai dirigir você através dos outros: Deus quer ter um contato pessoal e intransferível com cada um dos seus filhos, através do Espírito Santo que habita dentro de cada um.  Se você tem usado estas “muletas” espirituais da dependência dos outros, pare agora mesmo e assuma uma posição de buscar diretamente do Pai o que necessita. Como? Através da Sua Palavra lida, ouvida, meditada, orada, mas com o coração inteiro, não só por costume religioso.

O bom de tudo isso é que ainda não é tarde: observe onde caiu, veja o que te esfriou, retire as “muletas” espirituais, arrependa-se, mude e volte correndo ao amor do Pai, fazendo do seu relacionamento com Deus uma alegria e não mais aquele procedimento apenas para “cumprir tabela”. 

Creio que o Espírito Santo falou ao seu coração. Agora é hora de colocar ao Senhor todos os pontos que não vão bem, arrepender-se e mudar de atitude, pensamento e sentimento. Tenho certeza que após uma breve meditação nos aspectos acima comentados a sua oração já não será mais “a de sempre”.

Deus não busca os perfeitos, mas os sinceros. O Senhor se agrada quando O queremos de todo o coração e, certamente, Ele tem coisas muito importantes e maravilhosas para todos os que O buscam com sinceridade.


São os meus votos.


Em Nome de Jesus.

Mônica Gazzarrini
E-mail: mogazzar@hotmail.com


"Jesus Cristo é o Senhor"

Nenhum comentário: