Seguidores

COM JESUS É POSSÍVEL SER FELIZ E VENCER TODO DIA

Quantas vezes nos sentimos sem rumo e pensamos não ter com quem contar. Jesus é o nosso melhor amigo.
Quando conhecemos a Jesus e a Ele nos entregamos descobrimos uma vida completamente nova que está
disponível a todas as pessoas.
Este espaço é um convite para conhecer e praticar o que a Palavra de Deus nos ensina durante todos os dias da nossa vida.


ESCREVAM !!!!!!!!!!!!!!!!!

Estou abrindo espaço para você que deseja orientação através do e-mail: conhecerdeusnapratica@outlook.com;

que será respondido na publicação no blog zelando a identidade da pessoa que será chamada de amiga.

Com isso as pessoas poderão ter minha orientação e de todos que acompanham o blog, recebendo desta forma maior apoio para resolução de seus problemas.

ESCREVAM !!!!!!!!!!!!!!!!!

domingo, 27 de fevereiro de 2011

COMO EU ME CONVERTI A CRISTO ?

E (Jesus) disse-lhes: Ide por todo o mundo, pregai o evangelho a toda criatura. Quem crer e for batizado será salvo; mas quem não crer será condenado.” Marcos 16:15-16




Graça e Paz do Senhor Jesus em sua vida e também na vida de todos os seus.



Meu vazio começou quando eu ainda era uma adolescente de 13 anos e havia perdido meu avô, que eu muito amava. Daí, comecei a buscar o encontro com Deus, mas em diversos outros caminhos: fui estudar astrologia, numerologia, tarô, moralogia, cristais, também fui na seicho-no-ie, no pró-vida além do divinismo, do centro espírita e da macumba propriamente dita, também procurava ler a Bíblia, mas não entendia nada do que ela dizia. Em resumo, da nova era até à macumba eu já havia passado por tudo, mas continuava sentindo o coração completamente vazio de Deus...



Só depois de 25 anos de busca, quando eu tinha 38 anos e já era casada, graduada, pós-graduada, executiva, radialista e recentemente havia aberto um empreendimento com consultas da nova era, virando os canais da TV, passei por um deles,e vi o Missionário R R Soares da Igreja Internacional da Graça de Deus, lendo e explicando as Sagradas Escrituras, sinceramente, uma coisa completamente nova para mim, pois senti no meu coração o amor de Deus, coisa que eu já procurava há tempos e com tanta sede, mas não conseguia sentir !!!



Fiz uma visita lá na Sede da Igreja, no centro de São Paulo e o amor de Deus me tocou ainda mais intensamente !!! Larguei tudo o que fazia a respeito da nova era, entreguei minha vida a Cristo, me batizei nas águas e no Espírito Santo e recebo diariamente de Deus o entendimento quando leio a Palavra de Deus nas Sagradas Escrituras, o que eu sempre busquei, mas que ainda não havia encontrado, encontrei neste caminho.



Há 7 anos sou uma nova criatura em Cristo e também tenho vivenciado conversões sinceras ao meu redor e os milagres de Cristo ocorrendo na prática, tanto em minha vida como na vida dos meus !!! E isto é uma experiência transformadora, que antes eu jamais havia vivido.



Recomendo que você ore a Deus e peça a Ele que leve a você e aos seus numa denominação que verdadeiramente pregue o Evangelho, ou seja, que não usem o púlpito para contar casos, nem para fazer piadas, ou pior, promover idolatrias e nem coisas do gênero, mas que leiam e expliquem o conteúdo da Bíblia com toda seriedade e orem com base nela, este é o caminho do entendimento e da prática de Jesus para cada um de nós dia após dia, pois saímos da Igreja completamente alimentados espiritualmente e nos sentindo envolvidos pelo amor e pelas diretrizes de Deus dirigindo-nos.



Agradeço muito a Deus por ter me chamado para Ele, para Jesus e para a presença do Divino Espírito Santo e eu creio que Deus está fazendo o mesmo com você.



Espero ter-lhe ajudado.



Em Nome de Jesus.


Mônica Gazzarrini
e-mail: mogazzar@hotmail.com


"Jesus Cristo é o Senhor"

NÃO DESPREZE OS JUDEUS

Porque o SENHOR se compadecerá de Jacó, e ainda elegerá a Israel, e o porá na sua própria terra; e ajuntar-se-ão com ele os estranhos e se achegarão à casa de Jacó” (Isaías 14.1).




É verdade que os descendentes biológicos de Abraão abandonaram o Senhor Deus, rejeitando Seu Filho e, por isso, pagaram um preço muito alto. Se eles não tivessem rejeitado o Filho de Deus, o que teria acontecido com o mundo? Ainda haveria vida na Terra? A grande tragédia da nação judaica foi ter rejeitado o Messias. Sem dúvida, Ele teria dado solução a todos os problemas deles. Hoje, o mesmo acontece com os que rejeitam a salvação, pois tudo aquilo de que precisam já foi preparado e entregue.

Somos os descendentes de Abraão pela promessa e, como tais, herdeiros de todas as dádivas que o Senhor concedeu ao patriarca (Romanos 4)! Por essa razão, precisamos ser mais ativos na fé e não podemos desperdiçar as bênçãos que nos foram preparadas. Os que são de Jesus não precisam suportar nenhum ataque do inferno, pois têm o direito de usar o Nome do Salvador contra as forças das trevas e os problemas que os afligem. Além disso, com esse Nome, a entrada na presença divina lhes está franqueada.

A falta de discernimento do tempo de visitação de Deus levou o povo de Israel à ignorância e ao sofrimento pelo qual tem passado durante toda a sua história. Porém, por esse versículo contido no livro de Isaías, podemos entender que Israel terá o véu tirado de sua mente e irá converter-se a Jesus. Com isso, o Senhor terá compaixão dos filhos de Jacó, e o futuro que lhes espera será grandioso.

Não cabe a nós saber quantas gerações ainda haverá nem por quantas provações passarão, mas o dia chegará em que eles irão arrepender-se do que fizeram e verão, com alegria, que o seu tempo chegou. Dessa forma, provarão o cumprimento de tudo aquilo que o Altíssimo lhes garantiu e voltarão a sua terra – que, segundo essa revelação, não significa somente aquela região do Oriente Médio, mas o mundo das promessas divinas. Aliás, as bênçãos garantidas pelo Altíssimo pertenciam a Israel, mas, como esse povo rejeitou o Filho de Deus, os gentios tiveram acesso a elas e puderam aprender, de fato, como é lindo desfrutar da paz e da comunhão com o Espírito Santo (Romanos 9–11).

Quando estiverem em casa, os judeus se tornarão grandes evangelizadores. Que eles são determinados no que querem não há como negar, por isso cremos que, quando o seu tempo de visitação voltar, eles se tornarão os grandes anunciadores da obra de Deus no fim dos tempos. Mas, enquanto isso não chega, não devemos desperdiçar a nossa oportunidade.

O Altíssimo confiou a nós o ministério da reconciliação, então não devemos deixar que nada nos tire da mais linda obra, que é a de ganhar os perdidos para o Senhor. Grande é o trabalho a ser feito, pois a Bíblia declara que os estranhos se achegarão à casa de Jacó. Por certo, Deus vencerá a grande batalha, quando a humanidade conhecerá a Verdade, e a justiça divina se manifestará em todas as partes.



Em Cristo, com amor,



R. R. Soares

quinta-feira, 24 de fevereiro de 2011

NÃO SE ESQUEÇA DAS PROMESSAS DE DEUS

Nunca mais se porá o teu sol, nem a tua lua minguará, porque o SENHOR será a tua luz perpétua, e os dias do teu luto findarão” (Isaías 60.20).





Quem aceitou Jesus como Salvador ganhou a maior bênção de todos os tempos. Essa pessoa não somente foi salva, mas também entrou para o mundo da perfeição, onde o Senhor Deus não deixa faltar nada. O segredo é não olhar para trás nem retroceder. Quem permanecer firme no que sentiu, ao ouvir a doce mensagem do Evangelho, haverá de provar o quanto Deus é fiel, pois é no Evangelho que a justiça de Deus se revela.



O bom de tudo é que o entendimento que lhe foi dado jamais o abandonará, pois Deus é fiel e justo para cumprir tudo aquilo que os Seus lábios proferiram. Não se deixe levar pela conversa de quem quer que seja; afinal, o que o Senhor anuncia, ainda que os céus e a terra passem, Ele honrará. Esteja certo de que, nenhuma palavra que saia da boca do nosso Pai é vazia de poder. A sua caminhada com Cristo deve ser uma caminhada de realizações. Em qualquer necessidade, abra o seu coração e fale com Ele.



Você não mais andará às apalpadelas, mas caminhará firme. A luz que brilhou em sua alma e o fez tomar a decisão de seguir o Filho de Deus jamais se apagará. Se você deixar, ela brilhará mais e mais, até ser dia perfeito. O que você já conseguiu de Deus é o início de uma série de intervenções divinas, que nunca terá fim. Com a fé que habita em seu coração, você tem as condições necessárias para agradar ao Senhor.



Quem garante que a luz brilhará para sempre é o próprio Deus. Ele declarou que será a sua luz perpétua, então, em seu caminho, as trevas jamais voltarão a dominar. O que você não entendia, o que não conseguia e o que tanto queria, mas nunca chegava, agora se tornaram partes sua. Você e o Senhor estão unidos em uma Aliança indestrutível, a qual jamais será quebrada. Portanto, caminhe sempre sem tropeçar, pois Deus é a sua luz.



A tristeza não pode mais dominar o seu coração. Agora, o Deus de alegria e felicidade mora dentro de você, e desse lugar ninguém poderá arrancá-lO. A partir de agora, não pode haver aqueles momentos de solidão, indecisão e pensamentos negativos, porque você alcançou a grande bênção. Então, viva a sua nova e real felicidade.



Não se esqueça do que Deus lhe tem prometido. Além disso, também não se esqueça do que você prometeu a Ele. O Altíssimo garante que honra os que O honram (1 Samuel 2.30). Honrar o Senhor é nunca desistir de crer em Suas promessas. Assim, como Ele foi com tantos que Lhe serviram no passado, Ele quer ser com você. Não O decepcione!




Em Cristo, com amor,



R. R. Soares

quarta-feira, 23 de fevereiro de 2011

O PREÇO DA DESOBEDIÊNCIA

E sucedeu que, vendo-os Zedequias, rei de Judá, e todos os homens de guerra, fugiram, então e saíram de noite da cidade, pelo caminho do jardim do rei, pela porta dentre os dois muros; e saiu pelo caminho da campina” (Jeremias 39.4).




O rei Zedequias gostava de escutar a Palavra do Senhor por intermédio do profeta Jeremias. Se você também gosta de ouvir o Evangelho e até crê que a Boa Notícia é de Deus, mas ainda não entregou o seu coração a Ele, está longe do poder divino para protegê-lo e salvá-lo. Então, se continuar assim, a qualquer momento, o inferno poderá lançar-se contra a sua vida, e você verá que não terá o Altíssimo como o seu Protetor – o que, por sinal, tem ocorrido com milhares de pessoas mundo afora.



A fé que o rei possuía não ia muito além disso, então não houve a operação dAquele que pode livrar com muitos ou com poucos (1 Samuel 14.6b). Não podemos desprezar o que o Senhor nos dá; afinal, sempre que ouvimos a Sua Palavra, é revelada a nós a vontade de Deus. Essa revelação pode vir como uma repreensão, uma promessa ou como a declaração de um fato. O importante, em todos os casos, é assumirmos o que nos for dito. O nosso Deus não fala nada por acaso; Ele sempre nos revela o que está para acontecer (Amós 3.7).



Então, não acreditando plenamente na Palavra que o homem de Deus lhe deu, Zedequias e os homens de guerra que com ele estavam encontraram uma “saída”: fugiram ao verem os príncipes do rei da Babilônia dentro de Jerusalém e assentados na Porta do Meio. Ora, isso é algo que um homem de Deus nunca deve fazer. O servo do Senhor tem sempre de andar com Ele e seguir as direções que os Céus lhe dão. Se você resistir, quem fugirá será o inimigo (Tiago 4.7)!



Que vergonhosa a atitude daquele rei! Se tivesse seguido o recado do profeta, teria sido poupado, mas, agindo pelo que lhe parecia melhor, resolveu aproveitar a escuridão da noite para tentar salvar a sua vida e a dos seus. Meu irmão, nunca se esqueça da palavra que Jesus nos deixou: se andarmos de noite, tropeçaremos (João 12.35,36). Zedequias agiu dessa forma e, consequentemente, caiu nas mãos do rei da Babilônia, que o prendeu, feriu seus olhos e matou seus filhos e os príncipes de Judá. Além disso, ateou fogo na cidade, queimou as casas do povo e derrubou o famoso muro de Jerusalém.



Os fatos se cumpriram conforme o profeta Jeremias havia profetizado. No entanto, se Zedequias tivesse dado atenção às palavras do homem de Deus, não teria sido preso nem humilhado. Cuidado! Muitos amargarão um sofrimento horrível por não crerem no que o Senhor lhes fala! De fato, quem desprezar a Palavra de Deus perecerá, mas quem ouvir o que o Eterno fala será protegido. Sem dúvida, o que o Senhor lhe tem falado se cumprirá. Portanto, creia, confesse os pecados e alcance a graça de Deus!



Em Cristo, com amor,



R. R. Soares

sábado, 19 de fevereiro de 2011

NÃO HÁ UM TEMPO ENTRE CRER E RECEBER A BÊNÇÃO DE DEUS.

Ter fé é imensamente diferente de crer firmemente naquilo que você vai receber de Deus.



“Eis que vêm os dias, diz o Senhor, em que o que lavra alcançará ao que sega, e o que pisa as uvas ao que lança a semente; e os montes destilarão mosto e todos os outeiros derreterão.” Amós 9:13



“...o que lavra alcançará ao que sega...”

Significa que este tempo se cumpre hoje, com a vinda de Jesus, não há mais espera entre crer e receber a benção de Deus.



O tempo de Deus para fazer a obra é quando se crê. A benção é para quem crê e o tempo da benção de Deus é agora!



O tempo espiritual é diferente do tempo biológico. O tempo espiritual é agora, quando você crê !





“...os montes destilarão mosto e todos os outeiros derreterão...”



Quando cremos, recebemos benção sobre benção! Onde você olhar tem benção para você. Onde você estiver! Não precisa se deslocar para longe para ter a benção. Você não precisa se limpar completamente para receber as bênçãos de Deus (isto é impossível, essa conversa é golpe de Satanás), pois enquanto formos carne teremos coisas para pedir perdão!



Você deve estar pensando: Eu já sou justo! Eu já sou a benção de Deus!

Você já é justo quando aceita e ouve a Palavra de Deus, pois nós já somos a diferença! Em nós Deus opera! O ímpio não aceita nem ouve a Palavra de Deus.



Se você ainda tem algo de impiedade, peça perdão a Deus e mude!



Vigiar é tomar conta da nossa posição em Cristo e também é manter as promessas vivas daquilo que Deus já disse que nos pertence.





Em Nome de Jesus.



Mônica Gazzarrini

E-mail: mogazzar@hotmail.com






“Jesus Cristo é o Senhor”

sexta-feira, 18 de fevereiro de 2011

A GENEALOGIA DE SETE

As gerações de Adão, geradas através de Sete foram geradas à imagem e semelhança de Deus.




Sete era filho de Adão e Eva.



Foi através das gerações de Sete que se começou a invocar o nome do Senhor. (Gênesis 4:26)



Todas as gerações foram invocando a Deus, mas só a partir da 7a. geração houve um homem que andava com Deus: Enoque. E que por isso Deus o tomou para si.



Noé surgiu para consolar a cerca das obras do povo dele.



As gerações de Sete eram os filhos de Deus. Escolheram tomar para si as filhas dos homens. Todo ato humano tem uma conseqüência divina. (Gênesis 6:3)



A humanidade se corrompeu: tinha o seu coração mal continuamente.



Deus resolveu acabar com tudo, mas encontrou Noé, cujos descendentes, e ele mesmo, eram justos e retos em suas gerações.



Noé também andava com Deus.



Devido ao comportamento daquele povo, Deus orientou a Noé que construísse uma arca, pois não suportava mais os pecados deles e ia mandar uma chuva tão intensa que acabaria com tudo o que estava na terra.



Noé começou a construir a arca e também passou a avisar o povo das conseqüências que aqueles que não entrassem na arca teriam, mas eles nem sequer deram ouvidos a Noé, ao contrário, achavam-no um louco e desmedido...



Noé não desistia: falava a todos das conseqüências que sofreriam aqueles que se recusassem a entrar na arca, mas era o mesmo que falar para o vento !!!



Noé terminou a arca, seguiu as instruções de Deus, seus familiares entraram na arca e os casais de animais também, mas o povo não quis saber !!!



Conseqüência: o alagamento anunciado por Noé ocorreu e eles todos, que desacreditavam, morreram...



Você também foi gerado à imagem e semelhança de Deus e o que Ele tem para você profissionalmente, mesmo que você esteja na mesma situação de Noé, ou seja, não saiba nem como fazer uma arca, permaneça fazendo-a, seguindo em frente e recebendo as orientações para obter o sucesso que Deus já lhe preparou.



Desta forma fez Noé, mesmo sendo desconhecedor da forma de se construir uma arca e ainda sendo hostilizado pelo povo, mas ele permaneceu justo e reto e foi abençoado por Deus.



Resumo: Faça como Noé. Mantenha-se firme na unção de Deus, siga aquilo que Ele lhe revela, sem dúvidas e nem questionamentos, mesmo que o povo a sua volta o ache até maluco. Coloque a sua confiança no Senhor, você só tem a ganhar !!!





Em Nome de Jesus.





Mônica Gazzarrini

E-mail: mogazzar@hotmail.com






“Jesus Cristo é o Senhor”

sexta-feira, 11 de fevereiro de 2011

DIGA AMÉM PARA O QUE DEUS PROMETE FAZER COM VOCÊ

E o SENHOR te guiará continuamente, e fartará a tua alma em lugares secos, e fortificará teus ossos; e serás como um jardim regado e como um manancial cujas águas nunca faltam” (Isaías 58.11).



Diga amém para as promessas divinas – especialmente para essa que você acabou de ler! Não é possível comparar o nosso Deus com ninguém, pois, quando menos esperamos, Ele nos surpreende com uma declaração como a desse versículo. Esse Deus é fantástico, poderoso e, sem sombra de dúvida, podemos dizer que Ele é demais. Ele não nos chamou para vivermos em aflição, com pensamentos errados, pecando o tempo todo. Ao contrário, Ele tem lindos planos para a vida de cada um dos Seus filhos. Portanto, alegre-se, pois o Todo Poderoso o levará a boas realizações.

Nessa passagem do livro de Isaías, Deus promete que não erraremos o caminho, pois Ele mesmo será o nosso Guia. Ele sabe onde colocou o ouro desse mundo quando criou a Terra e o que, em um futuro próximo, dará bons lucros. O mais importante, contudo, é que Ele quer usar-nos na evangelização mundial. Quem dela participar terá, certamente, uma recompensa que nunca se desgastará.

Prepare-se! Para que você seja a bênção que o Altíssimo planejou para sua vida, Ele irá alimentá-lo com tanto pão do Céu, que a sua alma se fartará, mesmo que você esteja em meio a uma região onde não chove. Tudo o que tem a fazer é permitir que o Senhor o ilumine e não se envolver com nenhuma obra do arqui-inimigo, o qual só quer enganá-lo com suas mentiras diabólicas. Fuja de qualquer tipo de pecado, consagre-se sempre ao Senhor e permaneça firme na fé.

A sua estrutura será fortalecida para aguentar o peso das bênçãos e da responsabilidade que você terá diante de tantas vidas que precisam conhecer a Verdade, a qual é Jesus (João 14.6). De fato, é muito aquilo que Deus deseja fazer por seu intermédio. Então, alegre-se, pois o seu tempo de cantar chegou (Cantares 2.12)! A sua vida será tão linda que você será comparado a um jardim regado. Além disso, da sua boca sempre sairão palavras que irão saciar a sede de multidões. Sendo assim, deixe o Deus vivo habitar em seu interior.

Por amá-lo, Ele quer dirigi-lo a fim de que você seja um abençoador de muitas vidas. Como disse a Abraão, o Todo-Poderoso também fala ao seu coração: Sê tu uma bênção! (Gênesis 12.2b – RA). Ele não o chamou por você ser capaz, mas para lhe dar a capacidade que vem do Alto. Com isso, você não mais será motivo de zombaria, escárnio ou pena, mas um exemplo no qual as pessoas irão mirar-se para vencer.



Em Cristo, com amor,



R. R. Soares

quinta-feira, 10 de fevereiro de 2011

POR QUE ESCASSEZ?

“Porque trasbordarás à mão direita e à esquerda; e a tua posteridade possuirá as nações e fará que sejam habitadas as cidades assoladas” (Isaías 54.3).




Nosso Pai celeste não tem problemas para suprir nossas necessidades; Ele sabe criar do nada o que for necessário, e nenhum dos Seus planos pode ser impedido. Além disso, quando opera, não deixa de utilizar a Sua capacidade milagrosa.

O Altíssimo Se dirigiu a você e o escolheu, pois quer realizar-Se por seu intermédio. Portanto, não deixe o diabo convencê-lo de que você é insignificante e de que não obterá êxito; afinal, tendo o Senhor como o seu Deus e sendo obediente, você conseguirá tudo aquilo que Ele lhe revelar.

Nenhuma capacidade divina pode ser mensurável. De fato, o homem jamais descobrirá uma unidade de medida capaz de calcular quão grande é o Senhor, nosso Deus – isso porque o que Ele pode e o que Ele faz estão além do raciocínio humano. Logo, ainda que fosse possível reunir a capacidade de todos os sábios, de todas as eras, para medir a grandeza o nosso Pai, não se chegaria a resultado algum.

O Todo-Poderoso declara e, por isso, é responsável pela palavra, segundo a qual você transbordará à mão direita e à esquerda.Veja o Senhor operando! Durante Seu ministério terreno, Cristo nos mostrou, em várias oportunidades, como o Deus é onipotente. Por exemplo, nos dois episódios em que houve a multiplicação de pães e peixes (Mateus 14.13-21; 15.32-39), o Mestre não pediu que, para evitar que faltasse alimento, as pessoas comessem com moderação. Ora, na primeira vez que ocorreu esse milagre, havia cinco mil homens – além de mulheres e crianças –, e fazia três dias que eles não comiam! Mesmo assim, estando tão famintos, alimentaram-se até se fartar. Por fim, sobejaram 12 cestos cheios de pedaços de pães e peixes. Ainda que o número de pessoas a serem alimentadas fosse um milhão de vezes maior, o milagre também teria acontecido.

A Bíblia afirma que quem quiser crer transbordará à mão direita e à esquerda. Isso é o que Deus Se propõe a fazer por quem nEle depositar a sua fé. A responsabilidade é sua. Se acreditar no Altíssimo e clamar o que Ele promete, dará um bom testemunho, pois muitos verão que vale a pensa confiar no Senhor. Por outro lado, se você se deixar levar pela mentira do diabo, também servirá como exemplo para muitos, porém como um exemplo a não ser seguido.

Ponha em prática toda a inspiração que o Senhor lhe der e, quando precisar de mais, verá que Ele já a providenciou, inclusive de sobra. Somos a posteridade do Senhor; nós – a Igreja de Cristo – temos o Pão que é mais do que suficiente para alimentar todo o planeta Terra!

Em Cristo, com amor,

R. R. Soares

terça-feira, 8 de fevereiro de 2011

OS ADORADORES QUE AGRADAM A DEUS.

Adorar em espírito e em verdade. O que é isso?



Deus é Espírito, e importa que os que o adoram o adorem em espírito e em verdade. João 4:24

É este o tipo de adorador que Deus está buscando: aquele que O adore em espirito e em verdade.

Já lemos sucessivas vezes esta passagem na Bíblia e sabemos que este crente agrada ao Senhor.



Adorar em espírito e em verdade. O que é isso?


Adorar em espírito: (devoção e confiança íntima no Pai)

Adorar ao Senhor é reconhecê-Lo como Deus, como o nosso Criador e nosso único e suficiente Salvador.



É exaltar as suas características (soberania, fidelidade, benignidade, longanimidade, justiça, misericórdia, amor infinito, entre tantas outras declaradas no Santo Livro), enaltecendo os Seus feitos amplamente relatados nas Escrituras.



É louvá-Lo, exaltá-Lo e humilhar-se perante a Sua potente mão, confessando com gratidão tudo o que Ele fez, faz e continuará fazendo e que santo é o Seu nome! Aleluia.



Adorar em verdade: (atitude coerente com a vontade divina)

Adorar a Deus no respeito e na submissão absoluta à Sua vontade, obedecendo expressamente o que a Palavra diz.



Conduzir-nos da forma como agrada a Deus no nosso cotidiano (atos, palavras, pensamentos, sentimentos).



Adorar a Deus reconhecendo o Seu senhorio sobre as nossas vidas nas nossas atitudes diárias, andando em temor (respeitando-O).


Em Nome de Jesus.





Mônica Gazzarrini


“Jesus Cristo é o Senhor”

CUIDADO PARA NÃO SE EXCEDER

Já dez vezes me envergonhastes; vergonha não tendes de contra mim vos endurecerdes” (Jó 19.3).




Satanás nunca desistiu do seu plano de ferir os filhos de Deus, seja moralmente, seja por meio de enfermidades, problemas financeiros etc. Prova disso é o que aconteceu com Jó, um servo do Senhor que esteve diretamente debaixo de um ataque do maligno. Porém, diferentemente do que fizeram os amigos dele ao vê-lo naquela situação, jamais podemos estender o dedo acusatório a quem está nas mãos do adversário. Na verdade, somente devemos repreender alguém se recebermos essa ordem do Senhor.

Os caídos precisam de amor, mas, antes de você abrir a sua boca para falar com eles, olhe para si mesmo e, se não estiver em comunhão com o Pai, peça a Ele que revele as palavras e até as atitudes que devem ser tomadas diante dessa situação.

Jó estava passando por uma grande crise; afinal, uma sucessão de fatos o fez perder bens, filhos e a própria saúde. Mesmo assim, ele não se entregava; ao contrário, contendia por fé e não se deixava desanimar. Em alguns momentos de fraqueza, ele chegou a amaldiçoar o dia do seu nascimento (Jó 3), mas houve ocasiões em que, mesmo acreditando que era o Senhor quem o afligia, declarou que confiaria no Todo-Poderoso ainda que Ele o matasse.

Os amigos de Jó lançavam sobre ele palavras acusatórias, em vez de profecias divinas, que pudessem abrir-lhe os olhos. Ora, de acusações ninguém precisa, não é verdade? Quem cai no erro sabe que fez o que não devia, pois o próprio Espírito do Senhor o incomoda, permitindo que se sinta fraco, sozinho e com a mente perturbada. Se sentirmos de Deus a direção para procurarmos certa pessoa e entregarmos a ela um recado dos Céus, devemos ajudá-la no que nos foi ministrado. O Senhor é sábio para lidar com os Seus. Às vezes, porém, o cristão quer mostrar-se educado e, por isso, deixa de falar a verdade quando o Altíssimo lhe ordena repreender determinada pessoa.

As palavras do coração do homem jamais virão na medida exata; elas podem exceder ou ficar aquém da necessidade. No entanto, o que sai dos lábios dAquele que é perfeito pode completamente dar solução a qualquer problema. Por isso nunca fale em desacordo com o que o Deus eterno esteja falando; se Ele não falar, fique mudo.

Jamais se deixe levar pelo inimigo. Você é responsável por viver em comunhão com o Altíssimo; caso contrário, oprimirá o seu irmão com um conselho indevido, ou mesmo uma negociação. Faça de tudo para não ser um instrumento nas mãos do diabo e, assim, aproveitar-se da fraqueza do seu próximo. Tenha cuidado para não se exceder em nada, nem mesmo no que você pensa ser um cuidado santo. Nada acrescente ao que o Senhor diz, tampouco diminua!

Em Cristo, com amor,

R. R. Soares