Seguidores

COM JESUS É POSSÍVEL SER FELIZ E VENCER TODO DIA

Quantas vezes nos sentimos sem rumo e pensamos não ter com quem contar. Jesus é o nosso melhor amigo.
Quando conhecemos a Jesus e a Ele nos entregamos descobrimos uma vida completamente nova que está
disponível a todas as pessoas.
Este espaço é um convite para conhecer e praticar o que a Palavra de Deus nos ensina durante todos os dias da nossa vida.


ESCREVAM !!!!!!!!!!!!!!!!!

Estou abrindo espaço para você que deseja orientação através do e-mail: conhecerdeusnapratica@outlook.com;

que será respondido na publicação no blog zelando a identidade da pessoa que será chamada de amiga.

Com isso as pessoas poderão ter minha orientação e de todos que acompanham o blog, recebendo desta forma maior apoio para resolução de seus problemas.

ESCREVAM !!!!!!!!!!!!!!!!!

segunda-feira, 30 de junho de 2008

PREPARE O SEU CORAÇÃO PARA OUVIR A DEUS


Que hábitos têm impedido você de compreender a palavra de Deus?


Carregamos alguns hábitos ao longo da nossa existência, que até achamos normais (afinal de contas todo mundo faz assim), mas eles nos impedem de compreender as direções do Senhor para nossa vida.

Nós somos espírito, que reside num corpo e que tem uma alma.

O espírito é a nossa porção divina, é a conexão humana com o plano espiritual, é a nossa ponte de comunicação com Deus através do Espírito Santo quando aceitamos a Jesus Cristo como Senhor e Salvador, nos batizamos nas águas e recebemos do Pai o batismo no Seu Santo Intercessor.

Nossa alma reúne os nossos sentimentos, pensamentos, vontades, idéias e atitudes. Do jeito que a sua alma pensa, assim você é: faça o melhor preparo possível para ouvir a Deus sem permitir que a sua alma interfira nessa comunhão vital com os céus. “Porque Esdras tinha preparado o seu coração para buscar a lei do SENHOR e para cumpri-la e para ensinar em Israel os seus estatutos e os seus juízos.” Esdras 7:10

Prepare o coração para buscar a palavra: hoje existe algo que te impeça de entender ao Senhor?

É imprescindível limpar a casa e tirar tudo o que rouba a sua atenção e desvia você na sua busca de Deus.

Jacó e os seus tiraram os deuses estranhos, amuletos, imagens e demais substitutos ao culto divino. “Depois disse Deus a Jacó: Levanta-te, sobe a Betel, e habita ali; e faze ali um altar ao Deus que te apareceu, quando fugiste da face de Esaú teu irmão. Então disse Jacó à sua família, e a todos os que com ele estavam: Tirai os deuses estranhos, que há no meio de vós, e purificai-vos, e mudai as vossas vestes.” Gênesis 35:1 e 2

Além da idolatria, temos que riscar todos os sentimentos que bloqueiam a nossa confiança no Senhor: ansiedade, ódio, indiferença, pressa, ressentimento, revanche, precipitação, culpa, preocupação, medo, entre outros.

Comece a confiar somente no que vem da boca de Deus (palavra) e tire toda a preocupação. É Deus quem prepara tudo e toda sorte de bênçãos que alcançarão você.

Não seja apressado. Enterre, sepulte para nunca mais todos esses seus sentimentos que o fazem insensível à voz de Deus. “Então deram a Jacó todos os deuses estranhos, que tinham em suas mãos, e as arrecadas que estavam em suas orelhas; e Jacó os escondeu debaixo do carvalho que está junto a Siquém.” Gênesis 35:3

Deus fala, mas você não ouve, está com o seu espírito anestesiado pela sua alma!

Deus tem que ser audível no seu espírito. Caso contrário andará só e tateando às escuras. Além de muito perigoso, este fato causa desanimo e acabará por afastá-lo da presença de Deus: “todo mundo é abençoado, menos eu...”

Para que você possa, a partir de hoje, ouvir nitidamente as instruções do Senhor pela palavra, decrete a falência do medo e tire o seu ponto de vista pessoal do caminho.

Quando você prepara o coração e ouve a Deus, o inimigo não pode mais fazer nada na sua vida. Por isso é importante que o seu coração esteja na palavra. “E partiram; e o terror de Deus foi sobre as cidades que estavam ao redor deles, e não seguiram após os filhos de Jacó.” Gênesis 35:5

Coloque na presença de Jesus o que você precisa, dentro dos preceitos de Deus e não mais conforme as suas convicções pessoais.

Você se fere demasiadamente quando coloca a sua confiança naquela vaga de emprego ou aposta todas as fichas naquela pessoa que prometeu ajudá-lo. Saiba que o seu socorro vem do Senhor!

O único que não falha e nem te decepciona é o Senhor, busque a Palavra e Ele vai cumpri-la em sua vida.

Só a pessoa que é paciente consegue governar seu espírito. Você só é bom quando tudo vai bem?

A longanimidade é um dos frutos do Espírito que nos faz firmes frente às adversidades porque nos fixa os olhos somente na Palavra de Deus. “Melhor é o longânimo do que o valente; e o que domina o seu espírito do que o que toma uma cidade.” Provérbios 16:32

O que você pode fazer na adversidade? Manter a paciência, perdoar 70 vezes 7, dizer sim à palavra, revistir-se de coragem para mandar todo o mal embora e nada de andar em terreno minado, ou seja, fora daquilo que você compreende através das Escrituras. “Se ouvires atentamente a voz do Senhor teu Deus, tendo cuidado de guardar todos os seus mandamentos que eu hoje te ordeno, o Senhor teu Deus te exaltará sobre todas as nações da terra; e todas estas bênçãos virão sobre ti e te alcançarão, se ouvires a voz do Senhor teu Deus” Deuteronômio 28:1 e 2

Tire toda ansiedade e medo para que Deus possa falar com você: assim você prepara o seu coração, consegue entender a Deus, muda e cresce muito mais do que você poderia imaginar.

Quem quer crescer precisa mudar com base na orientação divina e não mais apoiado nos seus próprios conceitos e idéias, tampouco nas opiniões de terceiros.

Aprenda a andar com as suas próprias pernas perante a Palavra. As bênçãos de Deus são para aqueles que O ouvem e a palavra foi criada para ser cumprida em nós.

É Deus quem te levanta. É Ele quem possibilita que as bênçãos possam lhe alcançar.

O respeito à palavra atrai a benção para a nossa vida.

Deus nos concede mãos para abençoar tudo o que fazemos e o que tocamos. “O Senhor mandará que a bênção esteja contigo nos teus celeiros e em tudo a que puseres a tua mão; e te abençoará na terra que o Senhor teu Deus te dá.” Deuteronômio 28:8

Todos verão Deus brilhando na sua vida!

Nada de pegar emprestado (amigos, parentes, limite do banco, cartão de crédito, empréstimo, etc) isso desagrada a Deus, porque contraria a Sua palavra: a partir de hoje você terá para emprestar, mas não pegará emprestado de mais ninguém, em Nome de Jesus! Pode pedir, pois Ele garante nos suprir quando O ouvimos e fazemos conforme o Seu ensinamento. “O Senhor te abrirá o seu bom tesouro, o céu, para dar à tua terra a chuva no seu tempo, e para abençoar todas as obras das tuas mãos; e emprestarás a muitas nações, porém tu não tomarás emprestado.” Deuteronômio 28:12

A palavra mostra Deus para você, confie! Saiba que quando Deus fala ao seu coração através da Bíblia Sagrada Ele está em suas mãos, ávido para dar-lhe aquela promessa! Seu trabalho é confiar e reivindicá-la, em Nome de Jesus. “Venha também sobre mim a tua benignidade, ó Senhor, e a tua salvação, segundo a tua palavra. Assim terei o que responder ao que me afronta, pois confio na tua palavra.” Salmo 119:41 e 42

Dê resposta ao problema: chame a palavra sobre aquilo que o está atormentando. Responda aos problemas com a Palavra e você verá a diferença surgir.

Em Nome de Jesus.

Mônica Gazzarrini.

Renascida em Cristo desde 2004, estudiosa do Evangelho, escritora, administradora de empresas, contabilista, especialista em marketing.

Visite artigos da escritora sobre a caminhada com Deus em:
http://bencaossemlimites.blogspot.com/
http://www1.uol.com.br/bemzen/ultnot/religioes/ (LINK: FÉ)

http://www.webartigos.com/authors/878/Monica-Gazzarrini
http://www.artigonal.com/authors_49432.html
http://www.centralartigos.com/auto-ajuda/

"Jesus Cristo é o Senhor"

sexta-feira, 27 de junho de 2008

TOQUE EM JESUS




Seu contato com o Salvador é pessoal e intransferível.

Cristo Jesus é fundamental, os valores espirituais por Ele ensinados e o entendimento interior dEle como filho de Deus trazendo a mensagem da fé, da esperança, do amor.

Precisamos estabelecer compromisso e atitudes de acordo com as palavras de Cristo, o Evangelho.

Jesus não é mais um sábio da humanidade, Deus não é filosofia, é amor colocado em prática na sua missão e no trato com seus semelhantes.

Há uma questão que nos acompanha desde os primórdios e a essa inquietação buscamos responder, sendo ricos ou pobres, que é a seguinte: "O que é que eu estou fazendo aqui? De onde vim? Para onde vou?”

Você pode dizer este fato não condiz com a realidade, pois muitos procuram o caminho de Deus porque estão endividados, falidos, traídos, doente, perdidos. Sim, cada um de nós quer ter o mínimo para viver uma vida digna e feliz. A salvação de Jesus nos garante a paz que precisamos.

O homem, com medo do que vai encontrar, procura alguém que o guie. E na sua busca por Deus procura uma pessoa especial, que já tenha familiaridade com Deus e que já saiba o caminho a trilhar, caindo na dependência de terceiros para estabelecer um contato com o Salvador que é pessoal e intransferível.

O despertar de Cristo é dentro de cada um de nós e o nosso contato com Ele é de nossa inteira responsabilidade.

A exemplo das mulheres que tocaram em Jesus e foram curadas e libertas, recebendo a paz de Deus, nós também podemos fazer o mesmo nos dias de hoje.

A transformação pessoal acontece através da nossa própria fé depositada aos pés do Filho do Altíssimo.

Jesus tem todo o poder para operar a cura e também para libertar os atormentados por espíritos imundos, causadores de tantos infortúnios humanos (Lucas 5:17b; Lucas 6:18 e 19).

Jesus garante nos conceder a Sua paz. Todos os que experimentam o Seu imenso amor dão glórias a Deus e recebem prodígios dos céus. (Lucas 5:26)

De agora em diante procure tocar em Jesus nas suas orações, louvores e práticas de vida porque dEle sai todo o poder necessário para você ser curado e completamente livre!

Em Nome de Jesus.

Mônica Gazzarrini.

Renascida em Cristo desde 2004, estudiosa do Evangelho, escritora, administradora de empresas, contabilista, especialista em marketing.

Visite artigos da escritora sobre a caminhada com Deus em: http://bencaossemlimites.blogspot.com/
http://www1.uol.com.br/bemzen/ultnot/religioes/ (LINK: FÉ)
http://www.webartigos.com/authors/878/Monica-Gazzarrinihttp://www.artigonal.com/authors_49432.html
http://www.centralartigos.com/auto-ajuda/

"Jesus Cristo é o Senhor"

quinta-feira, 26 de junho de 2008

EDIFIQUE A SUA CASA DE DEUS


Você tem feito muito e os seus resultados são pequenos ou nulos? Não desista, resista.

Você sabe o quanto tem se dedicado a Deus com sinceridade e intensidade, tem andado com o Senhor como o rei Ezequias fala em 2 Reis 20:3 “tenho andado diante de ti com fidelidade e integridade de coração, e tenho feito o que é reto aos teus olhos. E ...chorou muitíssimo.”, mas nada acontece e você já está até a ponto de desistir?

Por que isso está acontecendo com você? Porque está lhe faltando construir a casa de Deus.

Então quer dizer que a partir de agora você precisa escolher o terreno, fazer o projeto, contratar uma equipe de construção, providenciar o material e levantar as paredes de uma nova igreja? Esta atitude é louvável e importante, mas não é bem disso que estou falando.

A verdade é que você tem corrido tanto para acertar os seus problemas pessoais cotidianos, que está deixando a sua comunhão com Deus para depois. “Este povo diz: Não veio ainda o tempo, o tempo em que a casa do SENHOR deve ser edificada.” Ageu 1:2

A sua batalha diária é para colocar todos os seus assuntos em ordem, e como você tem se empenhado para isso, mas a sua casa de Deus está vazia, em ruínas. “Porventura é para vós tempo de habitardes nas vossas casas forradas, enquanto esta casa fica deserta (em ruínas)?” Ageu 1:4

Sua casa espiritual está deserta: esse é o motivo de você estar fazendo tanto, estar agindo freneticamente em muitas frentes, rumando para várias direções e estar tendo tão poucas respostas ou, quem sabe, nenhum resultado palpável até o presente momento. “Semeais muito, e recolheis pouco; comeis, porém não vos fartais; bebeis, porém não vos saciais; vesti-vos, porém ninguém se aquece; e o que recebe salário, recebe-o num saco furado.” Ageu 1:6

De fato, é desanimador empenhar-se com tanta garra e não obter retorno algum e isso está lhe acontecendo justamente porque você corre para solucionar as suas pendências, mas a sua vida com Deus está deserta e em ruínas, ou seja, você está até tendo boas práticas (lê a Bíblia todos os dias, medita na palavra, não falta aos cultos, é fiel nos dízimos e ofertas, etc.), mas sua vida de oração particular com Deus está muito fraca, não tem tido a freqüência necessária na presença do Pai, nesse ponto você sabe que precisa melhorar muito.

Deus lhe trouxe para o Evangelho do Reino e as suas expectativas pessoais são bem elevadas, afinal de contas você tem presenciado inúmeras pessoas ao seu redor progredindo, mas na sua própria vida não acontece nada e quando acontece é algo insuficiente. “Esperastes o muito, mas eis que veio a ser pouco; e esse pouco, quando o trouxestes para casa, eu dissipei com um sopro.” Ageu 1:9a

Porque você está nessa seca tremenda? Por que isso está acontecendo justamente com você? Qual é a causa da retenção das respostas do Senhor para a sua vida? “Por que causa? disse o SENHOR dos Exércitos. Por causa da minha casa, que está deserta, enquanto cada um de vós corre à sua própria casa; Por isso retém os céus sobre vós o orvalho, e a terra detém os seus frutos.” Ageu 1:9b e 10

Está faltando você começar a trabalhar na edificação da casa do Senhor. “Subi ao monte, e trazei madeira, e edificai a casa; e dela me agradarei, e serei glorificado, diz o SENHOR” Ageu 1:8

Você vai de mal a pior porque não faz a obra na sua casa de Deus.

Neste momento você deve estar pensando: O que quer dizer fazer a obra na minha casa de Deus? Devo participar das atividades operacionais da minha igreja? Ser obreiro? Ou evangelista? Ou auxiliar na portaria? Devo integrar a equipe de manutenção? Não necessariamente. Estas atividades são abençoadas e nobres, mas são dirigidas para aqueles chamados pelo Senhor para desempenhá-las.

Não é possível edificar a sua casa de Deus apenas com orações ocasionais.

Então qual é o significado do ato espiritual de construir a sua casa de Deus? É a sua atitude em intensificar a sua comunhão com Deus. É ser freqüente e intenso nas suas orações particulares com o Senhor. É dedicar tempo e orar dentro daquilo que a Palavra diz sem desistir. É entrar no trono de Deus e lá depositar todos os seus louvores e pleitos. É buscar a Deus em oração perseverante, constante, firme. É fazer como a mulher que tinha um fluxo de sangue: pela fé tocar no manto de Jesus em suas orações. É manter-se repleto da presença de Deus, preenchendo-se todos os dias.

O seu coração tem que se inclinar a trabalhar: ore mais, busque mais a Deus, empenhe-se para servir mais a Deus e não dê mais trégua ao inferno. (“Eu sou convosco, diz o SENHOR." Ageu 1:13b; “Que diremos, pois, a estas coisas? Se Deus é por nós, quem será contra nós?” Romanos 8:31)

Lembra-se como você fazia na fase do primeiro amor com o Senhor? Você se derramava aos pés do Senhor e ficava repleto da Sua presença. Foi dessa forma que saíram todas as tristezas e a depressão e sobreveio a força e a alegria do Pai sobre a sua vida.

O próprio Senhor Jesus alertou para o alto risco em deixar a sua casa espiritual vazia da presença de Deus: ela vira alvo fácil para a ação do inferno, que é multiplicada. “Ora, havendo o espírito imundo saído do homem, anda por lugares áridos, buscando repouso, e não o encontra. Então diz: Voltarei para minha casa, donde saí. E, chegando, acha-a desocupada, varrida e adornada. Então vai e leva consigo outros sete espíritos piores do que ele e, entretanto, habitam ali; e o último estado desse homem vem a ser pior do que o primeiro.” Mateus 12:43 a 45

A porta do Evangelho do reino de Deus se abriu para você, caminho grande, eficaz e aprovado para todos os setores do viver humano, que contém todas as realizações dos seus sonhos, mas sempre há muitos adversários espirituais lutando contra a sua paz. “porque uma porta grande e eficaz se me abriu; e há muitos adversários.” 1 Corintios 16:9

O inferno faz de tudo para lhe tirar da presença do Pai e se revolta quando você está encontrando o caminho certo encontrar a Deus. “E sucedeu que, ouvindo Sambalate que edificávamos o muro, ardeu em ira, e se indignou muito” Neemias 4:1a

Os inimigos pretendem retardar a edificação dos seus muros espirituais, porque sabem que quanto maior a sua comunhão e compromisso com o Criador, maior e mais impenetrável é o muro de fogo formado ao seu redor frente aos assédios do diabo.

O diabo vai apertando o cerco, oprimindo, usando as pessoas para enfraquecer sua fé e comunhão, zombando de você. “e escarneceu dos judeus. e escarneceu dos judeus. E falou na presença de seus irmãos, e do exército de Samaria, e disse: Que fazem estes fracos judeus?” Neemias 4:1b e 2a

O inferno está revoltado porque você está encontrando o caminho de Deus, mas é o diabo quem tem que sair, é ele quem tem que recuar e não você!

Os demônios se juntam na tentativa de fazer confusão para derrubar os fracos, covardes e todos aqueles que não enfrentam o mal até o vencer. “Mas, ouvindo Sambalate e Tobias, e os arábios, o amonitas e os asdoditas, que ia avante a reparação dos muros de Jerusalém e que já as brechas se começavam a fechar, iraram-se sobremodo; e coligaram-se todos, para virem guerrear contra Jerusalém e fazer confusão ali/ para os desviarem do seu intento..” Neemias 4:7 e 8

Mas como combater se a sua fé está toda destruída e em ruínas? Não é possível.

O "bom de briga" espiritual é valente contra o mal. Ele não desiste. Em vez disso você deve se inclinar a buscar a Deus. “Assim edificamos o muro; e todo o muro se completou até a metade da sua altura; porque o coração do povo se inclinava a trabalhar.” Neemias 4:6

Neemias e seus homens não desistiram, foram até o fim, trabalharam até que o muro estivesse completamente reedificado e com as portas no lugar. “...reedificado o muro e assentadas as portas...” Neemias 7:1

Trabalhe mais na sua casa de Deus, continue construindo até o inferno afrouxar, empenhe o seu coração na comunhão com o Senhor, e liquide todas as ações do inferno na sua vida.

Pegue a sua fé e combata: Deus é infinitamente maior do que as piores investidas do adversário. “Nós, porém, oramos ao nosso Deus, e pusemos guarda contra eles de dia e de noite.” Neemias 4:9

Em Nome de Jesus.


Mônica Gazzarrini.

Renascida em Cristo desde 2004, estudiosa do Evangelho, escritora, administradora de empresas, contabilista, especialista em marketing.


Visite artigos da escritora sobre a caminhada com Deus em:

http://bencaossemlimites.blogspot.com/
http://www1.uol.com.br/bemzen/ultnot/religioes/ (LINK: FÉ)
http://www.webartigos.com/authors/878/Monica-Gazzarrini
http://www.artigonal.com/authors_49432.html
http://www.centralartigos.com/auto-ajuda/


"Jesus Cristo é o Senhor"

terça-feira, 24 de junho de 2008

DEUS AINDA NÃO DESISTIU DE VOCÊ



Enquanto houver vida, Deus ainda continuará insistindo com você.

O rei Saul, encontrava-se em tremenda angústia pouco antes de sua morte, mas mesmo assim declarou “toda a minha vida está ainda em mim.” 2 Samuel 1:9

Enquanto houver sopro de vida em você, Deus continuará insistindo com o seu progresso.

O rei Ezequias adoeceu de morte e foi avisado pelo profeta Isaías de que morreria. “Naqueles dias adoeceu Ezequias mortalmente; e o profeta Isaías, filho de Amós, veio a ele e lhe disse: Assim diz o SENHOR: Põe em ordem a tua casa, porque morrerás, e não viverás.” 2 Reis 20:1

Você pode estar no vermelho, passando por uma crise financeira, aperto econômico, tempo de vacas magras, mas Deus adverte para que coloque a casa em ordem.

Não demore em tirar a bagunça! Evite deixar acumular sujeira!

Sua casa material e a espiritual precisam andar em ordem.

Sua casa material se resume a tudo o que deve ser feito e que está ao seu alcance: o que você pode fazer, não espere, faça!

Mantenha o controle e o cuidado de analisar o que é possível fazer. Nada de dar o passo maior do que a perna. Tenha o auto controle e a calma, avalie e depois, o que puder fazer, arregace as mangas, vá e faça!

O que você der conta faça! Deus não vai fazer o que lhe cabe, pois é o seu dever.

Nada de preguiça nem de comodismo e também não caia para o outro extremo da afobação, irreflexão e ansiedade.

Sua casa espiritual também precisa estar em ordem quebrando as barreiras impostas pelo diabo. Este lado da sua vida será reivindicado por você e operado pelo poder de Deus, em O Nome de Jesus.

Porque é importante você estar em ordem material e espiritualmente?

Se você quer crescer e prosperar tem que estar bem ajustado (sem ansiedade, calculando seus passos, efetuando boas escolhas), organizado tanto no aspecto físico e material como no espiritual, assim pode crescer no Senhor. “...todo o edifício, bem ajustado, cresce para templo santo no Senhor.” Efésios 2:21

Crescemos para glorificar a Deus e testemunhar os Seus resultados em nós: “foi Jesus quem fez isso comigo”.

Portanto, se está ao seu alcance, dedique-se, faça! Espere em Deus fazendo a sua parte, não demore, vá em frente!

Não caia num engano freqüente do cristão menos avisado: esperar em Deus sentado no sofá!

Sua casa espiritual representa a comunhão que você tem com Deus.

Você pode ser “fera” no lado humano, um expert, mas sem comunhão com o Pai, você não vai a lugar nenhum por mais que vá, faça e se esforce muito.

Olhe-se no espelho do mundo espiritual todos os dias: a Palavra é reflexo das nossas vidas. Veja o que ainda falta, onde está errando, o que precisa ser feito e que você ainda não está fazendo.

Quando você se avalia pela verdade eterna contida nas Sagradas Escrituras começa a ver a direção, oportunidades e inspiração!

Ao ler a história de Ezequias vemos que ele começou seu reinado com tudo! Estava completamente empenhado em “mostrar serviço” para Deus. Não houve descaso e nem “relaxo”, ao contrário, Ezequias empenhou-se ao máximo para honrar a Deus. (2 Reis 18:3 a 6)

Você está relaxando na oração?
Se a resposta é um sonoro “sim”, volte a orar como você fazia antes! Volte a fazê-lo todos os dias com o mesmo fervor do passado! Você não está mais fazendo isso e a sua casa espiritual está ficando em desordem...

Ezequias ao saber o decreto divino não demorou, foi logo virando o rosto para a parede e orou a Deus. (“Então virou o rosto para a parede, e orou ao SENHOR” 2 Reis 20:2)

Faça como o rei, seja rápido para fazer a sua oração ao Pai, nada de lentidão na sua reação espiritual! Sentiu que está no erro, ore na mesma hora, não deixe para depois. Tome uma atitude já!

Ezequias orou em súplicas e lembrando a Deus “Ah, SENHOR! Suplico-te lembrar de que andei diante de ti em verdade, com o coração perfeito, e fiz o que era bom aos teus olhos. E chorou Ezequias muitíssimo”

O rei apresentou suas razões para justificar-se, ou seja, ele usou a fórmula da oração contida em Isaías 43:26 e obteve resposta positiva da parte de Deus. (“Faze-me lembrar; entremos juntos em juízo; conta tu as tuas razões, para que te possas justificar.”)

Ezequias entrou com ousadia na presença do Criador e lembrou-O como era o seu procedimento, andando diante dEle em verdade, com o coração perfeito e fazendo tudo o que agradava ao Senhor e obteve a bênção, obteve a cura e prolongamento de vida!

Só pode ser valente e firme na oração a Deus aquele que é dedicado e fiel, este tem força para confrontar a palavra com o problema e sair vencedor no tribunal divino.

Você tem a mesma coragem de Ezequias? É um crente valente que pode entrar diante de Deus e dizer as mesmas coisas que ele disse? Já conquistou este porte de fidelidade em Cristo?

Deus ouve a oração do crente valente que vai para cima dos seus inimigos. “Ouvi a tua oração, e vi as tuas lágrimas; eis que eu te sararei... e acrescentarei aos teus dias quinze anos” 2 Reis 20:5

Não deixe para depois, não fique mais desamparado. Tem alguém que luta por você e que não desiste jamais: Jesus.

Deus pode até te surpreender na resposta da sua oração, dando-lhe algo muito maior do que você espera!

O justo não fica desamparado e nem mendiga o pão.

O que você pode fazer, vá e faça sem demora. O que lhe é impossível, ore a Deus! Ele te livra do teu inimigo hoje mesmo.

Então coloque a sua casa física e a espiritual em ordem, obedeça o que ouviu sem demora.

Toda casa bem arrumada cresce para receber as bênçãos enriquecedoras de Deus e verá a luz de Deus brilhar no seu caminho.

Em Nome de Jesus.

Mônica Gazzarrini.

Renascida em Cristo desde 2004, estudiosa do Evangelho, escritora, administradora de empresas, contabilista, especialista em marketing.


Visite artigos da escritora sobre a caminhada com Deus em:
http://bencaossemlimites.blogspot.com/
http://www1.uol.com.br/bemzen/ultnot/religioes/ (LINK: FÉ)
http://www.webartigos.com/authors/878/Monica-Gazzarrini
http://www.artigonal.com/authors_49432.html
http://www.centralartigos.com/auto-ajuda/

"Jesus Cristo é o Senhor"

segunda-feira, 23 de junho de 2008

ABORRECIMENTO


Conheça e combata os perigos eternos deste câncer espiritual.


A mídia contemporânea apresenta exaustivamente diversas modalidades e casos de violência e morte que, a primeira vista, parecem inexplicáveis. Como pode uma filha matar seus próprios pais? Ou um pai dar fim à vida da própria filha?

Uma das causas espirituais que desencadeiam estas e outras terríveis tragédias é o aborrecimento. Ele é apontado na Palavra de Deus como fator espiritual de morte para uns e prisão para outros, ninguém se levanta mais.

Com o aborrecimento todos os envolvidos também pagam no mundo espiritual. Aprenda mais sobre a caminhada com Deus.

Homicida é todo aquele que aborrece seu irmão. Ele não pode herdar a vida eterna. “Qualquer que aborrece a seu irmão é homicida. E vós sabeis que nenhum homicida tem permanecente nele a vida eterna.” 1 João 3:15

Aborrecer causa morte espiritual e, em alguns casos, a morte física também. Aborrecedor e aborrecido são responsáveis por ela.

Tem alguém aborrecido comigo? Fiz algum gesto, brincadeira que desagradou? Algum jeito meu entristeceu alguém?

O aborrecimento trás desconfiança, vingança, ciúmes, mágoa, desejo de revidar e nada disso é sentimento vindo de Deus.

Cuidado redobrado com as palavras tortas e as atitudes que podem magoar a muitos!

Não engane ninguém, pois isso trás fúria, indignação e acontecimentos fatais no mundo espiritual.

Nos casos de aborrecimento o diabo ataca tanto o provocado como o provocador e ambos pagam um alto preço: perda da vida eterna com Deus.

Não brinque mais com uma pessoa se você percebe que ela se magoa com aquilo.

Uma resposta atravessada pode gerar um prejuízo eterno irreversível!

No primeiro livro de Samuel, capítulo 18 a partir do versículo 7 a Bíblia Sagrada relata o caso de um homem que sofreu aborrecimento e as conseqüências acarretadas por isso.

O rei Saul se irou ao ouvir a rima cantada pelas mulheres a seu respeito, comparando-o com Davi. (“As mulheres, tangendo, respondiam umas as outras: Saul matou os seus milhares, E Davi, as suas dezenas de milhares. Saul irou-se em extremo, e desagradou-lhe este incidente. Ele disse: A Davi elas deram dez milhares, e a mim milhares. Que lhe falta senão só o reino? 1 Samuel 18:7 e 8)

A atitude das mulheres aborreceu Saul, incidente que gerou suspeita e ciúmes, abriu brechas para o inferno agir. Ele ficou bravo, magoado e muito ressentido. (“Daquele dia em diante não via Saul a Davi com bons olhos.” 1 Samuel 18:9)

Não provoque nem escandalize. É preciso estar baseado na sabedoria divina, caso contrário até a meta primordial do Pai de salvar toda a humanidade pode ficar prejudicada.

Observe se você não está perturbando um incrédulo com a pregação excessiva! Isso é um fator que pode provocar a morte espiritual daquela pessoa!

As mulheres e Saul foram conjuntamente responsáveis pelo aborrecimento, elas porque o provocaram e ele porque não soube se abrigar em Deus e perdoar. Ficou desprotegido e o espírito mal entrou. (1 Samuel 18:10a)

Ao lermos a história de Saul até o final constatamos que ele morreu e não encontrou arrependimento, a situação foi se agravando a partir deste aborrecimento que ele sofreu.

O aborrecimento gera sementes do inferno nas pessoas que podem nunca mais se levantar por causa disso. Se nós causamos esse plantio demoníaco também receberemos nossa parcela de culpa.

Vemos que é uma responsabilidade muito grande da nossa parte, pois as nossas atitudes podem matar alguém espiritualmente e esta pessoa se perder para sempre. Logicamente seremos responsabilizados por essa grave ocorrência.

Matamos tudo o que aborrecemos: a esposa que aborrece seu marido mata o casamento; a pessoa que aborrece seu semelhante mata-o espiritualmente. As conseqüências podem se estender para as atitudes e causar muitos dissabores.

Fomos recriados em Cristo Jesus para abençoar e não para aborrecer.

Seu concorrente tem que ser abençoado. É dessa forma que você obtém mais da parte de Deus.

O aborrecimento de Saul para com Davi causou violência física e tentativa de assassinato! (“Saul tinha na mão a sua lança, que arrojou, dizendo: Traspassarei a Davi contra a parede. Davi, porém, desviou-se de diante dele por duas vezes.” 1 Samuel 18:10b e 11)

Tenha atenção redobrada quanto às provocações, disputas, brincadeiras de gosto duvidoso, palavras erradas, pois as conseqüências agora e para a vida eterna podem ser devastadoras para os envolvidos.

Se eu aborreci uma pessoa não adianta fugir da situação, esquecer e achar que está tudo bem, pois não está! Devo pedir perdão primeiramente a Deus e também a oportunidade para me acertar com a pessoa que eu aborreci!

Só quem está fraco espiritualmente é que acata os aborrecimentos. Erra também quem recebe e guarda o aborrecimento que sofreu. Fortaleça-se na presença do Senhor. “Pai, não lhe impute esse pecado. Está perdoado, em Nome de Jesus.”

Se você foi aborrecido por alguém perdoe o mais rápido possível!

Você até pode tentar remediar a situação, mas é muito difícil, melhor mesmo é prevenir!

Existe um ditado no mundo que diz que “quem bate esquece, mas o que apanhou não!”; esse dito popular condiz com a Palavra de Deus: ofendeu alguém é muito difícil conquistar aquela pessoa de volta. “O irmão ofendido é mais difícil de conquistar do que uma cidade forte; e as contendas são como ferrolhos dum palácio.” Provérbios 18:19

Como devemos andar para evitar essa praga espiritual?

A palavra ensina: trate bem todo mundo. “Segui a paz com todos” Hebreus 12:14a

Siga em paz com todos: o respeito, a moderação, a sabedoria espiritual no trato com o próximo previnem esse mal devastador.

Em Nome de Jesus.

Mônica Gazzarrini.

Renascida em Cristo desde 2004, estudiosa do Evangelho, escritora, administradora de empresas, contabilista, especialista em marketing.

Visite artigos da escritora sobre a caminhada com Deus em:

http://bencaossemlimites.blogspot.com/
http://www1.uol.com.br/bemzen/ultnot/religioes/ (LINK: FÉ)
http://www.webartigos.com/authors/878/Monica-Gazzarrini
http://www.artigonal.com/authors_49432.html
http://www.centralartigos.com/auto-ajuda/

"Jesus Cristo é o Senhor"

quinta-feira, 19 de junho de 2008

ESTAMOS VIVOS EM CRISTO JESUS

Qual é a função dos filhos de Deus?

Morte espiritual é a separação de Deus e Jesus é a nossa ligação de vida eterna com o Pai. É um grande privilégio ter recebido de Deus a graça de estarmos vivos em Cristo.

Todos os que se aproximam de Deus vivem e podem fazer algo por si e pelos outros. O morto não pode fazer nada. “Porém vós, que vos achegastes ao SENHOR vosso Deus, hoje todos estais vivos.” Deuteronômio 4:4

Cada um de nós, assim como Epafras, é um daqueles que pertence a Deus, Ele nos qualificou em Cristo Jesus para seu plano. “Saúda-vos Epafras, que é dos vossos, servo de Cristo” Colossenses 4:12a

Recebemos de Deus a dádiva da vida eterna em Cristo e Ele espera que a Sua vida seja propagada através de nós. “Ora, Deus não é de mortos, mas sim, é Deus de vivos.” Marcos 12:27

Assuma: você está qualificado por Deus para socorrer e cuidar das pessoas ao seu redor: seja em casa, no trabalho ou em outros lugares e situações. “Mas, se alguém não cuida dos seus, e especialmente dos da sua família, tem negado a fé, e é pior que um incrédulo.” (I Tm 5:8); “e eis que Deus te deu todos quantos navegam contigo” Atos 27:24b

Ao receber a vida de Deus em nós, percebemos que somos muito importantes para o plano do Senhor, que não somos qualquer um, somos crentes na Palavra, somos de Jesus e para isso precisamos ficar em pé, pois Deus conta conosco para ser a luz deste mundo aos que ainda estão mortos espiritualmente.

Que expectativas cercam a eleição de Deus por nós? O combate em oração pelos nossos (todos ao nosso redor, não só os familiares), não ocasionalmente, esta atitude é sempre! “combatendo sempre por vós em orações, para que vos conserveis firmes, perfeitos e consumados em toda a vontade de Deus.” Colossenses 4:12b

Alguém tem que ter estrutura espiritual, estar vivo em Cristo, para poder suportar o peso do desafio e esta pessoa sou eu, é você, somos todos nós que andamos com Jesus.

Você pode pensar que a posição de líder se resume à atuação direta como obreiro de Deus numa igreja, mas isto não é verdade.

Somos cristãos onde quer que estejamos: andando na rua, num supermercado, no trabalho, enfim, em qualquer lugar podemos ser muito úteis ao nosso Deus! Este fato elimina a desculpa daqueles que dizem não ter tempo para se dedicar à obra do Senhor.

É Deus quem nos faz líderes espirituais para lutar pelos nossos!

Neemias era um copeiro do rei, mas estava na fortaleza de Deus por isso não desistiu de lutar por seu povo. “As palavras de Neemias, filho de Hacalias. E sucedeu no mês de Quisleu, no ano vigésimo, estando eu em Susã, a fortaleza” Neemias 1:1

Não importa a sua posição social ou econômica, se está desempregado, se é trabalhador braçal ou quem sabe um magistrado. Se você é de Jesus tem parte fundamental na missão central a nós outorgada: pregar o Evangelho a toda a criatura para a salvação e vida eterna com o Pai.

Neemias recebeu péssimas notícias sobre o seu povo e sobre a cidade natal (Neemias 1:3) se entristeceu e ficou muito abalado com aquilo por alguns dias, mas se reergueu com a ajuda de Deus para lutar contra todo aquele sofrimento. (Neemias 1:4 a 11)

A má notícia tem impactos fortes em nós, nos entristece e até nos faz parar para pensar e querer desistir de tudo. Até aqueles que estão fortes em Cristo são negativamente impactados, levam um imenso susto, inicialmente querem desaparecer, mas na força de Deus se levantam.

Na hora do problema sério alguém tem que estar firme, em pé, e essa pessoa escolhida por Deus é você!

Ele espera que o cristão combata o bom combate da fé, não deixando que os seus “músculos espirituais” se atrofiem.

No boxe o lutador não treina apenas o ataque ao seu opositor, mas também é preparado para receber as suas investidas, desenvolve a capacidade de assimilar os golpes, se colocar em pé novamente e dar continuidade ao “round”.

Neemias foi a socorro do seu povo e reedificou os muros da cidade, teve a capacidade de assimilar os duros golpes e se levantar: característica esperada por Deus a respeito de todos os cristãos!

Não desista dos seus: ore a respeito de tudo o que acontece, busque sabedoria em Deus para lidar com eles, confie ao Pai todos os problemas que surgem pequenos ou grandes.

Você pode se sentir cansado ou sem respostas, parece que nada se move e nem vai acontecer, mas Deus tem um plano para extrair o melhor de nós e é Ele quem nos aperfeiçoará em tudo o que nos diz respeito. (“O SENHOR aperfeiçoará o que me toca; a tua benignidade, ó SENHOR, dura para sempre; não desampares as obras das tuas mãos” Salmo 138:8)

Precisamos fazer força espiritual, orar pelos nossos sem desistir até que cada um deles nasça de novo!

Esta é a função dos filhos de Deus.

Em Nome de Jesus.

Mônica Gazzarrini.

Renascida em Cristo desde 2004, estudiosa do Evangelho, escritora, administradora de empresas, contabilista, especialista em marketing.

Visite artigos da escritora sobre a caminhada com Deus em:

http://bencaossemlimites.blogspot.com/
http://www1.uol.com.br/bemzen/ultnot/religioes/ (LINK: FÉ)
http://www.webartigos.com/authors/878/Monica-Gazzarrini
http://www.artigonal.com/authors_49432.html
http://www.centralartigos.com/auto-ajuda/


"Jesus Cristo é o Senhor"

sexta-feira, 13 de junho de 2008

MUDE SUA HISTÓRIA: TENHA UMA NOVA VIDA DE LIBERDADE EM CRISTO

Que condições estão envolvidas para que obtenhamos a nova vida de liberdade proposta por Cristo?

No meio evangélico é muito freqüente ouvir o seguinte versículo das Sagradas Escrituras “E conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará.” João 8:32. Nesta frase estão apontados os resultados buscados pelos cristãos: uma nova vida de liberdade em Cristo através do conhecimento da verdade.

Ao observar mais atentamente, pode-se verificar que a frase acima inicia com a conjunção “e”, que indica consecução de idéias, ligando este versículo ao anterior, ampliando o quadro exposto pelo Senhor: “Jesus dizia, pois, aos judeus que criam nele: Se vós permanecerdes na minha palavra, verdadeiramente sereis meus discípulos; E conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará.” João 8:31 e 32

De nada nos adianta querer atropelar o plano estabelecido pelo Pai. Segui-lo passo a passo é a chave que nos abre as portas celestes.

O reino de Deus é organizado, pois Deus não é Deus de confusão, assim uma condição tem de ser atendida para que a próxima seja alcançada.

Que condições estão envolvidas para que obtenhamos a nova vida de liberdade proposta por Cristo?

1ª condição: crer em Jesus
“Jesus dizia, pois, aos judeus que criam nele”

No início de João 8:31 fica evidente que Jesus não liberta qualquer pessoa, ao contrário, Ele dirige-se e ensina a verdade àqueles que nele crêem.

Aqueles que crêem em Jesus, ou seja, que Jesus é o Caminho que leva a Deus, permanecem na palavra para conhecerem a verdade e assim experimentarem a liberdade.

Receber a fé em Jesus, reconhecendo-o como o Cristo de Deus é uma obra realizada pelo Pai em nós. “Bem-aventurado és tu, Simão Barjonas, porque to não revelou a carne e o sangue, mas meu Pai, que está nos céus.” Mateus 16:17

O que trás o arrependimento, abrindo as portas do reino dos céus para os homens é a divina revelação de que Jesus Cristo é o Filho de Deus: verdade na qual está estabelecida a igreja de Cristo e mediante a qual o inferno não pode prevalecer.

É bem sucedido todo aquele a quem Deus revela que Jesus é o Seu Filho, porque a esta pessoa é permitido caminhar na verdade.

A revelação de que Jesus é o Cristo de Deus é feita pelo próprio Deus aos homens e faz com que eles se liguem ao reino dos céus (quando se arrependem dos seus pecados e aceitam a Jesus) ou se desliguem do reino dos céus (quando não aceitam a verdade expressa em Cristo Jesus).

2ª condição: permanecer na palavra de Jesus
"Se vós permanecerdes na minha palavra"

Orar é imprescindível, muito bom, ótimo, mas não adianta somente orar, sua oração não substitui a obediência devida à palavra.

A ordem de Deus para chegar à liberdade em Cristo é permanecer na Sua palavra.

A oração não substitui a nossa firmeza em nos fixarmos naquilo que a Palavra diz.

3ª condição: ser discípulo de Jesus através da permanência na Sua palavra
"verdadeiramente sereis meus discípulos"

Desobedeceu, vacilou e saiu da palavra: assim ficou fora do ambiente de proteção divina, ultrapassou o mudo e aí a serpente pode o pegar. Somos servos de quem obedecemos.

Quem quer seguir sempre a Jesus precisa manter-se em Sua palavra e não deixar que suas fraquezas criem um bloqueio à comunhão com o Senhor.

A narrativa do jovem rico em Marcos 10 ilustra claramente como as fraquezas podem esvaziar a devida obediência a Deus e nos afastar da liberdade em Cristo.

Ele era um jovem rico e Jesus o amou, pois ele seguia todos os mandamentos, mas tinha uma fraqueza encoberta: o amor ao dinheiro que ele não quis abandonar.

Quando foi confrontado por Jesus no seu ponto fraco o jovem se entristeceu muito porque não quis se esvaziar de si mesmo para segui-lo.

“E Jesus, olhando para ele, o amou e lhe disse: Uma coisa te falta; vai vende tudo quanto tens e dá-o aos pobres, e terás um tesouro no céu; e vem, segue-me. Mas ele, pesaroso desta palavra, retirou-se triste, porque possuía muitos bens.” Marcos 10:21 e 22

No caso do jovem descrito em Marcos 10, a barreira era o amor ao dinheiro (“o amor ao dinheiro é a raiz de todos os males” 1 Timóteo 6:10a). E no nosso caso: de qual fermento cada um de nós precisa se guardar?

Da teimosia? Da vontade própria? Do consumismo? Das dívidas? Impaciência? Pressa? Atropelar ao Senhor, impedindo que Ele vá à nossa frente? Não deixar Deus dirigir? O olhar que não tem sido santo? Fraqueza na honestidade? Mentiras? Orgulho? Vaidade? Soberba? “Esperteza” mundana?

Qual é a fraqueza que não queremos abandonar e que nos tem impedido de sermos com o Senhor, que nos entristece e afasta dos Seus caminhos?

No arrependimento e na obediência à Palavra estamos livres e recebemos a paz e os seus benefícios decorrentes.

O próprio Senhor Jesus nos adverte hoje, como fez com a prostituta à beira do apedrejamento e na cura do paralítico: “Você está livre. Vá e não peques mais para que não te suceda coisa pior”.

O reino de Deus está presente aqui e agora, só entra nele aquele que não sustenta as suas fraquezas.

Só é discípulo verdadeiro de Jesus, aquele que permanece na Palavra, obedecendo-a. Este sim, conhece a verdade é por ela é livre. Resultado: não haverá mais enganos nem crises e se surgir algo contrário à palavra logo é repelido pela firmeza em permanecer naquilo que a Bíblia ensina. Resiste-se ao mal.
É momento de reflexão: em qual palavra eu não tenho permanecido? Existem fraquezas? Onde eu ainda preciso abandoná-las?

A força da sua oração não é maior do que a obediência devida à Palavra de Deus: aprenda a permanecer na Palavra para ser verdadeiramente livre.

É sabido que 99% dos casos de problemas financeiros são acarretados pela falta de fidelidade no dízimo. Não é o seu caso? Você tem sido fiel? Devolve as primícias na casa de Deus sem falhar? Ótimo.

Os outros casos de destruição financeira implícitos em 1% ocorrem mesmo sendo dizimista fiel, pois você permanece desobediente à direção que Deus exaustivamente já lhe falou para seguir. Ainda está teimando em ficar fora por medo, insegurança, incerteza, planos próprios, entre outros motivos.

Dizimista fiel, mas desobediente à Palavra não prospera.

Não lhe falta nada, mas ele não encontra realização verdadeira em Cristo.

Permaneça fiel em tudo Deus vai te libertar por inteiro.

Em Nome de Jesus.

Mônica Gazzarrini.

Renascida em Cristo desde 2004, estudiosa do Evangelho, escritora, administradora de empresas, contabilista, especialista em marketing.

Visite artigos da escritora sobre a caminhada com Deus em:

http://bencaossemlimites.blogspot.com/
http://www1.uol.com.br/bemzen/ultnot/religioes/ (LINK: FÉ)
http://www.webartigos.com/authors/878/Monica-Gazzarrini
http://www.artigonal.com/authors_49432.html
http://www.centralartigos.com/auto-ajuda/

"Jesus Cristo é o Senhor"

quinta-feira, 12 de junho de 2008

ZAQUEU, O CHEFE DOS PUBLICANOS.

Lições bíblicas da conversão de Zaqueu a Jesus.

Os publicanos eram coletores de impostos, mal vistos pelo povo, título tradicional de homens, em cada localidade, empregados do governo romano para cobrarem impostos do povo.

Como trabalhavam para os romanos e muitas vezes faziam cobranças extorsivas, passaram a ter má reputação, sendo geralmente odiados e considerados traidores.

Eram considerados proscritos pela sociedade da época.

Não podiam servir de testemunhas ou juizes, sendo excluídos da sinagoga. Aos olhos da comunidade judaica, essa desonra estendia-se até suas famílias. (fonte: NVI).

No entanto nas suas atitudes relatadas nas escrituras fica explícita a disposição em arrependerem-se: alguns iam ao encontro de João Batista se batizavam.

Outros procuravam conhecer a Jesus. Neste aspecto um personagem marcante foi Zaqueu, o chefe dos publicanos, caso descrito em Lucas 19:1 a 9.

Zaqueu era chefe dos coletores de impostos, ou seja, comandava a extorsão, a exploração popular. Líder da corrupção. Era um homem rico, mas sabia que sua riqueza não vinha das mãos de Deus, que era advinda do roubo e da opressão ao povo. (“E eis que havia ali um homem chamado Zaqueu; e era este um chefe dos publicanos, e era rico.”v.2)

Os nomes descritos na Bíblia refletem características pessoais de seus portadores. Davi, significa “o amado”, Abraão “pai de uma multidão de nações”, Jacó “o suplantador, aquele que vence”; Israel “o homem que vê a Deus” e assim por diante.

Um fato curioso é o significado do nome: Zaqueu vem do hebraico “Zacah” e quer dizer "puro, o que é puro" a antítese do seu comportamento até então, mas ele buscou conversão, ou seja, purificação, encontro com Jesus.

Há muitos anos atrás, nos idos da década de 70, quando ainda era baixa a propagação da palavra de Deus, havia uma impressão geral errônea de que o Evangelho era apenas para as pessoas desvalidas econômica e culturalmente.

Era muito comum também ouvir que aquele que ousasse ler e buscar entender o que a Bíblia ensina ficaria louco...

Sabemos que o Senhor não faz diferença entre as pessoas, logo a verdade é destinada a todos aqueles que a quiserem abraçar, independentemente de sua classe econômica, sejam eles pobres, remediados ou ricos.

O Evangelho é destinado a todas as classes sociais.

O certo é que sem Jesus todos nós somos miseráveis seja qual for a nossa posição social, raça, origem ou condição financeira.

E Zaqueu, mesmo sendo publicano e rico, queria conhecer Jesus e se esforçou para ouvir a Palavra.

Parecia muito difícil levar seu intento à termo, mas ele esforçou-se para suplantar a multidão, ou seja, quebrou todas as barreiras externas que o impediam de se aproximar do Senhor.

Conosco ocorre o mesmo devemos olhar para o Senhor e não para a multidão que procura atrapalhar nossa aproximação de Jesus: alguns nos criticam, não aceitam, falam mal do Evangelho, plantam todo tipo de calúnia, mas não desistimos nunca.

Havia ainda outro empecilho: a baixa estatura que o impedia de ter uma ampla visão de Jesus em meio àquele grande número de pessoas ali reunidas, mas ele se esforçou para ter uma visão melhor, mais clara e limpa, pois queria ver a Jesus de forma ampla.

Para buscar a Jesus não podemos nos ater à multidão e tampouco às nossas limitações pessoais.

Não importa a sua estatura espiritual atual e tampouco o que tem feito de errado até agora: todos os dias você tem de aumentar a sua visão de Jesus, tornando-a mais vívida e operante em sua transformação.

Nunca se ache tão pecador que não possa se arrepender e ser perdoado por Jesus, o único justo.

A força renovadora de Jesus opera quando nasce a vontade sincera em conhecer a Jesus mais de perto e ela deve ser colocada em prática.
“E procurava ver quem era Jesus, e não podia, por causa da multidão, pois era de pequena estatura. V.3”

Zaqueu subiu na figueira brava, o sicômoro, sobre esta árvore um dicionário da Bíblia diz: "O sicômoro pode atingir até 16 metros de altura e alcança uma circunferência de até 10 metros. A madeira é dura, uniforme e muito durável e, depois do cedro, é a melhor madeira para carpintaria."

Imagine só a cena: um homem baixinho, conhecido e detestado por todos, correndo apertado no meio da multidão para ir à frente deles, subindo numa árvore imensa porque queria ver a Jesus!

Certamente Zaqueu não pensou em nada: nem na sua vida errada, nem na sua limitação físicas, nem nas pessoas ao redor, fixou-se apenas no melhor: ver Jesus.

Ele não perderia de jeito nenhum essa oportunidade!

“E, correndo adiante, subiu a um sicômoro para o ver; porque havia de passar por ali. V.4”

Jesus se agrada muito quando as nossas atitudes em buscá-Lo são firmes, fortes, intensas e decididas. Colocamos-nos inteiramente para estar com Ele, agarrando essa maravilhosa oportunidade!

A nossa atitude espiritual firme e determinada de buscar estar em comunhão, em buscá-Lo, chama a atenção de Jesus, nos faz visíveis a Ele e O convidam a estar conosco!

“E quando Jesus chegou àquele lugar, olhando para cima, viu-o e disse-lhe: Zaqueu, desce depressa, porque hoje me convém pousar em tua casa. V.5“.

Assim como Zaqueu não devemos demorar em atender ao chamado que Jesus nos faz: não espere estar “limpo” e “com tudo em ordem” para vir, venha a Ele exatamente do jeito que você está e receba a Jesus com alegria!

“E, apressando-se, desceu, e recebeu-o alegremente. V.6”.

O mundo não nos isenta de seus julgamentos: reclamam, murmuram, comentam, falam mal, criticam porque vêem apenas as ações erradas que tivemos no passado, assim viam Zaqueu como um ladrão, corrupto, chefe de uma quadrilha, mas não era desse jeito que Jesus o via!

O mundo não entende como nos convertemos: “Como pode o fulano de tal um assassino, ladrão, traficante, viciado entregar a sua vida a Cristo? Isso é mentira dele!”, mas é Jesus quem sonda as intenções do nosso coração e nos ama quando elas são de arrependimento e conversão.

A palavra e o poder do Espírito é quem nos convence do pecado.

“E, vendo todos isto, murmuravam, dizendo que entrara para ser hóspede de um homem pecador. V7”.

O chefe dos publicanos não deu ouvidos para a manifestação do povo. Queria mesmo era se acertar com quem realmente importa: Jesus. Confessou e abandonou seus erros.

Neste versículo fica claro que ele conhecia as Escrituras e queria obedece-las e de coração inteiro falou a sua decisão de mudar, pois sabia que do ladrão era exigido que cumprisse uma penalidade externa imposta pela lei, ou seja, que fizesse a restituição quadruplicada a quem defraudava, reparando assim o que havia sido roubado. (“Se alguém furtar boi ou ovelha, e o degolar ou vender, por um boi pagará cinco bois, e pela ovelha quatro ovelhas.” Ex. 22,1; “tomou a cordeira do homem pobre” “E pela cordeira tornará a dar o quadruplicado, porque fez tal coisa, e porque não se compadeceu” 2Sm 12.4p e 6).

Sem contar que Zaqueu fez mais do que apenas obedecer à Palavra, tomou uma outra atitude que não era exigida pela Lei: dar metade os seus bens aos pobres.

Jesus espera ainda hoje de nós as mesmas atitudes de conversão: confissão, arrependimento e abandono do pecado.

“E, levantando-se Zaqueu, disse ao Senhor: Senhor, eis que eu dou aos pobres metade dos meus bens; e, se nalguma coisa tenho defraudado alguém, o restituo quadruplicado. V.8”.

Receber a paz de Jesus hoje e na vida eterna e que ela seja extensiva aos nossos através das nossas ações.

Se Deus não lhe tivesse dado capacidade suficiente para levar a salvação de Jesus aos seus familiares, Ele não teria lhe trazido para o Evangelho.

Abraão é o nosso pai na fé (“Para que a bênção de Abraão chegasse aos gentios por Jesus Cristo, e para que pela fé nós recebamos a promessa do Espírito.” Gálatas 3:14, por isso recebemos fé mais do que bastante para fazer esta obra.

“E disse-lhe Jesus: Hoje veio a salvação a esta casa, pois também este é filho de Abraão. V.9”.

Jesus não veio para punir o mundo, ao contrário Ele veio para fazer em nossas vidas e com nossos familiares o mesmo que operou na vida de Zaqueu.

“Porque o Filho do homem veio buscar e salvar o que se havia perdido. V.10”.

A narrativa sobre Zaqueu reflete o poder de mudança e transformação que a conversão sincera a Jesus opera mudando completamente a nossa história.

Em Nome de Jesus.

Mônica Gazzarrini.
Renascida em Cristo desde 2004, estudiosa do Evangelho, escritora, administradora de empresas, contabilista, especialista em marketing. Visite artigos da escritora sobre a caminhada com Deus em:
http://bencaossemlimites.blogspot.com/
http://www1.uol.com.br/bemzen/ultnot/religioes/ (LINK: FÉ)
http://www.webartigos.com/authors/878/Monica-Gazzarrini
http://www.artigonal.com/authors_49432.html
http://www.centralartigos.com/auto-ajuda/

"Jesus Cristo é o Senhor"

segunda-feira, 9 de junho de 2008

QUAL É O TAMANHO DA SUA FÉ?

É comum ouvir as pessoas dizerem que não tem fé para efetivar suas conquistas.
Será mesmo verdade que Deus não nos proporcionou fé suficiente para nos realizarmos?


Não é o que as Sagradas Escrituras dizem, ao contrário, elas ressaltam que Deus repartiu uma medida de fé com cada um de nós, então já fomos supridos de fé pelo Criador, elas é mais do que suficiente para vencermos. (“conforme a medida da fé que Deus, repartiu a cada um” Romanos 2:3 b)

Nós já dispomos da fé necessária para cumprir os nossos ministérios e vencer todo o mal, pois é o próprio Deus em sua suprema sabedoria quem nos garantiu esse potencial.

Deus também nos garante que não há nada que nos atinja que seja superior ao que possamos suportar. É o Pai quem nos dá o escape para suportar a tentação acima das nossas forças que nos sobrevém. (“Não veio sobre vós tentação, senão humana; mas fiel é Deus, que não vos deixará tentar acima do que podeis, antes com a tentação dará também o escape, para que a possais suportar.” 1 Corintios 10:13)

Eu posso suportar e vencer a adversidade que estou passando, e com folga, isto é o que Deus me garante, pois Ele conhece a cada um de nós desde quando éramos uma massa informe, um embrião, no ventre de nossas mães.

Antes mesmo de nos formarmos, foi lá que Ele definiu a medida mais que suficiente de fé que teríamos para vencer. (“O SENHOR me chamou desde o ventre, desde as entranhas de minha mãe fez menção do meu nome.” Isaías 49:1; “Antes que te formasse no ventre te conheci, e antes que saísses da madre, te santifiquei” Jeremias 1:5a)

A fé implantada por Deus em cada um de nós é despertada quando ouvimos a Palavra. (“De sorte que a fé vem pelo ouvir, e o ouvir pela palavra de Deus.” Romanos 10:17)

Ao ouvir o Evangelho a nossa fé vem à tona, surge, aparece, é a lâmpada que se acende para a vitória.

A Palavra de Deus tem essa função, ser luz e lâmpada para a nossa caminhada neste mundo. (“Lâmpada para os meus pés é tua palavra, e luz para o meu caminho.” Salmo 119:1.05)

Quando a nossa fé é acesa pelo contato com a Palavra brota de nosso interior a certeza, a força e a energia divinas: “eu já tenho tudo para vencer e me realizar, em Nome de Jesus!”.

É exatamente nessa hora que você supera tudo! Com a sua lâmpada espiritual acesa e com a sua fé desperta, que foi estimulada pela Palavra recebida você investe contra o problema que o está afligindo e o coloca à nocaute.

No momento em que a sua fé brilha, a habilidade vitoriosa de Deus vem, dando-lhe a direção pela Palavra: é nessa hora que você tem o poder de mudar a sua vida para sempre, determina e o mal cai para sempre.

A palavra é lâmpada, se você não tem contato com ela, se você não a ouve constantemente, a sua fé vai enfraquecendo até ficar completamente apagada! Desperte para ouvir a Palavra.

Com a fé desperta agimos e as coisas acontecem, mudamos nossa história para sempre.

Mostre a sua fé pelas obras que você faz. (“que aproveita se alguém disser que tem fé, e não tiver as obras? Porventura a fé pode salvá-lo? E, se o irmão ou a irmã estiverem nus, e tiverem falta de mantimento quotidiano, E algum de vós lhes disser: Ide em paz, aquentai-vos, e fartai-vos; e não lhes derdes as coisas necessárias para o corpo, que proveito virá daí? Assim também a fé, se não tiver as obras, é morta em si mesma. Mas dirá alguém: Tu tens a fé, e eu tenho as obras; mostra-me a tua fé sem as tuas obras, e eu te mostrarei a minha fé pelas minhas obras. Tiago 2:14 a 18)

Nossa fé tem que operar as mudanças, caso contrário de nada nos adianta ter a fé avivada.

Outro aspecto poderoso da fé é que ela coopera com as nossas obras e ela é aperfeiçoada pelas obras já realizadas. (“Bem vês que a fé cooperou com as suas obras, e que pelas obras a fé foi aperfeiçoada.” Tiago 2:22)

As minhas obras vão sendo aperfeiçoadas dentro da medida de fé que Deus já me concedeu, ou seja, a fé que possuo “dá e sobra” para viver e conquistar o melhor!

Ao termos contato com a Palavra a nossa fé vai ganhando força, somos grandes no poder de Deus e invencíveis contra qualquer dificuldade.

Alegre-se: da próxima vez que achar que não tem fé suficiente para vencer, ouça a Palavra e verá que o seu caminho de vitória ficará iluminado para você se realizar!

A fé não nos falta e jamais nos faltará: é o próprio Criador quem nos garante!

Em Nome de Jesus.

Mônica Gouvêa Sgarbi Gazzarrini
E-mail: mogazzar@hotmail.com

Visite artigos da escritora sobre a caminhada com Deus em:
http://bencaossemlimites.blogspot.com/
http://www.webartigos.com/categories (selecione: desenvolvimento pessoal, estudos bíblicos ou religião)
http://www.artigonal.com (selecione: religião)
http://www.uol.com.br/bemzen (selecione: religião)
http://www.centralartigos.com (selecione: auto-ajuda)

"Jesus Cristo é o Senhor"